Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
PLANEJAMENTO E DINÂMICAS TERRITORIAIS NO SEMIÁRIDO (23002018070P0)
POLÍTICAS DE ESPORTE E LAZER NO SEMIÁRIDO POTIGUAR
FRANCISCO GAMA DA SILVA
DISSERTAÇÃO
30/10/2017

As investigações sobre políticas públicas em esporte e lazer vêm ocupando espaço e relevância. A partir de inquietações sobre o tema no semiárido potiguar, o estudo foi norteado pelas perguntas: Qual o contexto atual das políticas de esporte e lazer e quais as estratégias são possíveis no sentido de fortalecer tais políticas? Teve o objetivo de analisar a realidade das políticas de esporte e lazer no semiárido potiguar. Foi delimitado como objetivos específicos: investigar o perfil e estrutura da gestão das políticas de esporte e lazer; mapear programas, projetos e eventos de esporte e lazer; e identificar potencialidades, fragilidades e possibilidades nas políticas de esporte e lazer no semiárido potiguar. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa e qualitativa. A amostra foi composta por 38 gestores municipais de esporte e lazer, distribuídos nas quatro mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte (Leste, Oeste, Central e Agreste). Para obtenção dos dados, optou-se por um questionário com perguntas abertas e fechadas. Os resultados apontam gestores com 44,8% com curso superior, 89,5% do sexo masculino e 63,2% ocupam o cargo a menos de 01 ano. 63,2% dos municípios possuem Secretaria de Esporte, 18,4% tem orçamento próprio, 13,2% possui conselho municipal de esporte e 21,1% já realizou conferência municipal de esporte. Possuem maior número de cargos comissionados do que servidores efetivos e um menor número de professores de Educação Física. As estruturas para a prática de esportes citadas foram: campos de futebol; ginásios de esportes; quadras cobertas e descobertas. Demais estruturas (piscinas, pista de atletismo, praças esportivas, entre outros), poucos municípios possuem. De modo geral, os gestores possuem pouco conhecimento sobre os programas do Ministério do Esporte, assim como também há baixo número de municípios com programas ativos. A maioria dos gestores diz conhecer os programas e eventos realizados pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, porém, poucos aderem a tais políticas ou ações. Os municípios realizam diversos eventos (futebol, futsal, corridas, jogos municipais e atividades para idosos). Apontaram como potencialidades o apoio da gestão municipal, as parcerias com outras secretarias e com a iniciativa privada. Como fragilidades, falta de recursos, incentivos, estrutura e burocracia. Recursos, parcerias e incentivos ainda são apontados como possibilidades. Concluímos que a Política Nacional de Esporte não tem sido utilizada como referência no desenvolvimento das políticas públicas de esporte e lazer nos municípios. A falta de orçamento tem dificultado a efetivação das políticas de esporte e lazer no semiárido potiguar.

Política pública;Esporte;Lazer
Public policy research in sports and recreation has been taking up space and relevance. Based on concerns about the theme in the semi-arid region of Potiguar, the study was guided by the questions: What is the current context of sport and recreation policies and what strategies are possible in order to fortify such policies? The objective was to analyze the reality of sports and recreation policies in the semi-arid region of Potiguar. It was delimited as specific objectives: to investigate the profile and the structure of the management of sports and recreation policies; map programs, projects and events of sports and recreation; and to identify potentialities, frailties and possibilities in sport and recreation policies in the semi-arid region of Potiguar. It is a descriptive research with a quantitative and qualitative approach. The sample was composed of 38 municipal managers of sports and recreation, distributed in the four mesoregions of the State of Rio Grande do Norte (East, West, Central and Agreste). To obtain the data, a questionnaire with open and closed questions was chosen. The results show managers with 44.8% with higher education, 89.5% of men and 63.2% hold the posicion less than 01 year. 63.2% of the counties have a Sports Department, 18.4% have their own budget, 13.2% have a municipal sports council and 21.1% have already held a municipal sports conference. They have more commissioned positions than effective servers and a fewer Physical Education teachers. The structures for the practice of mentioned sports were: soccer fields; sports gyms; covered and uncovered courts. Other structures (swimming pools, athletics track, sports squares, among others), few counties have. In general, managers have little knowledge about the programs of the Ministry of Sports, as there are also a small number of counties with active programs. Most managers say they know the programs and events carried out by the Secretary of State for Sports and Recreation, but few adhere to such policies or actions. The counties hold various events (soccer, futsal, racing, municipal games and activities for the elderly). They pointed as potentialities the support of municipal management, the partnerships with other secretaries and with private initiative. As frailties, lack of resources, incentives, structure and beadledom. Resources, partnerships and incentives are still indicated as possibilities. We conclude that the National Sports Policy has not been used as a reference in the development of public policies of sports and recreation in counties. The lack of budget has made difficult the implementation of sport and recreation policies in the semi-arid region of Potiguar.
Public Policy;Sport;Recreation
ÚNICO
88
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

Território do Semiárido
PLANEJAMENTO, TERRITORIOS E POLITICAS PUBLICAS
-

Banca Examinadora

THEMIS CRISTINA MESQUITA SOARES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
BERTULINO JOSE DE SOUZA Docente - PERMANENTE
ALLYSON CARVALHO DE ARAUJO Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim