Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
Filosofia (31002013031P7)
A crítica nietzschiana à moral tradicional
JUAN MARICATO SALABERT
DISSERTAÇÃO
04/08/2017

O presente trabalho tem como objetivo analisar, a partir da leitura dos textos Genealogia da Moral, Para além de bem e de Mal e O Anticristo, ambos de Nietzsche, como a questão sobre a origem dos nossos valores morais fora trazida à luz pelo referido filósofo e quais são as consequências dos valores morais tradicionais tanto para o homem moderno quanto para a vida. Dar atenção a essas indagações significa embrenhar-se nos caminhos percorridos pelo filósofo alemão a fim de tentar compreender de maneira mais sólida como a investigação moral se faz de forma tão urgente. Os eventuais problemas encontrados por Nietzsche ao investigar a moral e, consequentemente, criticá-la, serão trabalhados e calçados por outros autores. Conceitos como “ressentimento”, “compaixão”, “rebelião escrava da moral” e decadence serão trabalhados de forma pormenorizada para que possamos ter base para prosseguirmos com nossa investigação. Para tanto, será necessário evocar, também, outras obras Nietzschianas tais como Assim falou Zaratustra e A Gaia Ciência. Tentar buscar outra ótica para seus problemas é imprescindível para o enriquecimento do presente estudo, bem como eventuais críticas ou elucidações de passagens emblemáticas de suas já citadas obras. Não será de forma alguma o objetivo desse trabalho tentar sanar as questões morais levantadas por Nietzsche, pelo contrário, o que nosso estudo se propõe a mostrar é que a problemática relativa à moral está muito longe de ser resolvida ou estancada por qualquer sistema teórico, metafísico, científico ou religioso. Descobrimos que as hipóteses teóricas sobre a origem do nosso “bom” e “mau” são, acima de tudo, sinalizadores para que nos debrucemos cada vez mais sobre tais temas, haja vista, por estarem, principalmente, imbricados com nossas vidas. Como seres que temos em nossa essência o poder da criação, acabamos valorando tudo e, principalmente, nós mesmos. Nossos valores, nesse sentido, são reflexos de nós mesmos. Ou seja, valores nobres representam indivíduos elevadores, já valores baixos, representam homens mesquinhos.

moral;valor;ressentimento;compaixão
The present work aims to analyze, from the reading of the texts Genealogy of Moral, Beyond Good and Evil and The Antichrist, both of Nietzsche, how the question about the origin of our moral values were brought to light by the aforementioned philosopher and what are the consequences of traditional moral values for both the modern man and for the life. Paying attention to these inquiries means to embark on the paths taken by the German philosopher in order to try to understand in a solidly way how moral investigation is done so urgently. The eventual problems encountered by Nietzsche in investigating morality and, consequently, criticizing it, will be worked on by other authors. Concepts such as "resentment", "compassion", "slave rebellion of morality" and "decadence" will be worked out in detail so that we may have a basis for pursuing our investigation. For this, it will be necessary to evoke, also, other Nietzschean works such as Thus spoke Zarathustra and Gaia Science. Trying to seek another optics for their problems is essential for the enrichment of the present study, as well as eventual criticisms or elucidations of emblematic passages of their already mentioned works. It is by no means the aim of this work to try to heal the moral questions raised by Nietzsche, on the contrary, what our study proposes to show is that the problematic concerning morality is very far from being solved or stagnated by any theoretical, metaphysical, scientific or religious system. We find that the theoretical hypotheses about the origin of our "good" and "bad" are, above all, signalers for us to look increasingly at these issues, given that they are mainly intertwined with our lives. As beings who have in our essence the power of creation, we end up valuing everything, and, especially, ourselves. Our values, in this sense, are reflections of ourselves. That is, noble values represent elevating individuals, but low values represent miserly men.
courage;moral;ressentment;compassion
1
67
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FILOSOFIA
FILOSOFIA ANTIGA E RECEPÇÃO
-

Banca Examinadora

FRANCISCO JOSE DIAS DE MORAES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
CRISTIANE ALMEIDA DE AZEVEDO Docente - PERMANENTE
RODRIGO RIBEIRO ALVES NETO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - UFRRJ 24

Vínculo

-
-
-
Sim