Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
Filosofia (31002013031P7)
Sobre a possibilidade de uma filosofia do cinema: diálogos entre Gilles Deleuze e Jacques Rancière
GESSICA PIMENTEL REIS
DISSERTAÇÃO
09/06/2017

A presente pesquisa tem como objetivo justificar a possibilidade da filosofia do cinema. Antes de chegarmos à problematização central, que é dada em função do diálogo entre os filósofos Gilles Deleuze e Jacques Rancière. Partimos, portanto, de uma análise da constituição de uma filosofia para Deleuze para podermos melhor entender e argumentar a sua proposta de filosofia do cinema que se origina da influência da ontologia bergsoniana. Para compreendermos as posições adotadas por Rancière e, sobretudo, sua crítica a Deleuze, nós perscrutamos pelo seu entendimento acerca da imagem e de que forma ele compreende o cinema a partir desse contexto. Privilegiamos conceitos e influências em cada autor para que pudéssemos viabilizar uma nova leitura da filosofia do cinema em que fosse possível provocar o pensamento através do confronto de conceitos por meio da análise de filmes e, por conseguinte, levantar novas hipóteses para possíveis soluções dos problemas colocados por ambos os filósofos.

Gilles Deleuze;Jacques Rancière;Filosofia do cinema
This research has as subject to justify the possibility of a cinema’s philosophy. Before we get the central problematization, which is given by the dialogue between the philosophers Gilles Deleuze and Jacques Rancière. We begin, therefore, from an analysis about the constitution of a Deleuze’s philosophy, so that we can better understand and argue his proposal of cinema’s philosophy that begins from the influence of the Bergson’s ontology. In order to understand the positions adopted by Rancière and, above all, his criticism of Deleuze, we search at his studies of the image and how he understands the cinema from that context. We privilege some concepts and ideas that influenced each of the two authors, so that we could become possible a new way to read the philosophy of cinema, in which it was possible to provoke the thought through the confrontation of concepts by means of the analysis of films and, hence, to raise new hypotheses for possible solutions of the problems posed by both philosophers.
Gilles Deleuze;Jacques Rancière;Philosophy of cinema
1
101
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FILOSOFIA
SUBJETIVIDADE, ÉTICA E POLÍTICA
A construção do Pensamento Estético de Jacques Rancière

Banca Examinadora

PEDRO HUSSAK VAN VELTHEN RAMOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DANILO BILATE DE CARVALHO Docente - PERMANENTE
EDUARDO ANIBAL PELLEJERO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - UFRRJ 24
FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - COTA DE BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO 10

Vínculo

-
-
-
Sim