Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
CIÊNCIA ANIMAL (32001010042P5)
O uso da Dexmedetomidina ou Xilazina associadas ao butorfanol na sedação de Gatos Pediátricos: Estudo dos parâmetros Clínicos e Ecocardiográficos.
TABATA TORRES MEGDA
DISSERTAÇÃO
20/02/2017

O emprego de agonistas adrenérgicos dos receptores α2 traz benefícios na Anestesiologia clínica, em especial a dexmedetomidina, por seu aspecto farmacológico e alta especificidade. Contudo, suas vantagens e desvantagens devem ser melhor elucidadas por meio de estudos clínicos tanto na Medicina Humana quanto na Veterinária. São também do grupo dos agonistas de receptores α2 adrenérgicos fármacos como xilazina, detomidina, medetomidina, clonidina e romifidina, sendo os dois primeiros os mais utilizados na rotina da Medicina Veterinária no Brasil. Desta forma, o presente estudo teve por objetivos avaliar clinicamente os felinos por meio da frequência cardíaca, frequência respiratória, pressão arterial sistólica, SpO2, ETCO2, temperatura retal, glicemia, qualidade da sedação por meio de escalas descritivas simples de escores de sedação, relaxamento muscular e postura e avaliar por meio de ecocardiograma os efeitos cardiovasculares dos agentes α2 associados ao butorfanol. Foram selecionados 18 felinos, com pesos em torno de 1,5 +/- 0,14 kg, sem distinção de raça e sexo, e com idade aproximada de 4 semanas a 6 meses. Os parâmetros foram avaliados por ausculta torácica; capnografia; oxímetro de pulso; Doppler vascular; termômetro clínico; amostra em soro congelado e ecocardiograma. No presente estudo, os fármacos α2 agonistas em felinos neonatos, não afetaram os parâmetros clínicos avaliados, excetuando-se a glicemia, que apresentou aumento em até 60 minutos após a administração intramuscular. Ecocardiograficamente, a xilazina demonstrou-se mais deletéria em relação à dexmedetomidina na maioria dos parâmetros avaliados, levando a redução importante do débito cardíaco

Felino;jovens;xilazina;dexmedetomidina;ecocardiograma
The use of the α2 adrenergic agonists has benefits in clinical anesthesiology, especially dexmedetomidine, because of its pharmacological aspect and high specificity. However, its advantages and disadvantages should be better elucidated through clinical studies in both Human and Veterinary Medicine. It is also of the group of α2 adrenergic agonists drugs such as xylazine, detomidine, medetomidine, clonidine and romifidine, the first two being the most used in veterinary medicine routine in Brazil. The aim of the present study was to evaluate the cat's heart rate, respiratory rate, systolic blood pressure, SpO2, ETCO2, rectal temperature, glycemia, sedation quality by means of simple descriptive scales of sedation scores, relaxation muscle and posture and to evaluate by echocardiogram the cardiovascular effects of α2 agents associated with butorphanol. Eighteen cats were selected, with weights around 1.5 +/- 0.14 kg, without distinction of brand and sex, and approximately 4 weeks to 6 months of age. The parameters were evaluated by thoracic auscultation; capnography; pulse oximeter; vascular Doppler; thermometer; frozen serum and echocardiogram. In the present study, α2 agonist drugs in neonatal cats did not affect the clinical parameters evaluated, except for glycemia, which increased up to 60 minutes after intramuscular administration. Echocardiography showed that xylazine was more deleterious to dexmedetomidine in most of the parameters evaluated, leading to a significant reduction in cardiac output
Cat;Young;xylazine;dexmedetomidine;echocardiogram
37
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

MEDICINA E CIRURGIA VETERINÁRIAS
ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA, DIAGNÓSTICO E CONTROLE DA DOR E ESTRESSE
Comparação de três técnicas anestésicas locorregionais em felinos machos com uropotia obstrutiva

Banca Examinadora

SUZANE LILIAN BEIER
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
PATRICIA MARIA COLETTO FREITAS Participante Externo
CLAUDIO ROBERTO SCABELO MATTOSO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa no país - Pós-graduação 24

Vínculo

-
-
-
Sim