Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
BIOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL (33009015034P6)
ESTUDO CLÍNICO E MOLECULAR EM PACIENTES COM ARTROGRIPOSE DISTAL
PABLO DOMINGOS RODRIGUES DE NICOLA
TESE
22/02/2017

As Artrogriposes Distais, Distal Arthrogryposis (DA), são um grupo de doenças monogênicas de herança autossômica dominante, com penetrância incompleta, expressividade variável, caracterizadas por contraturas congênitas das articulações distais dos membros, não sendo causadas por defeitos do sistema nervoso central e periférico, por miopatias ou por doenças metabólicas. Dez diferentes síndromes compõem esse grupo, sendo as mais comuns as DA1, DA2A e a DA2B. Mutações em genes que codificam proteínas musculares esqueléticas (ECEL1, FBN2, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT3, TPM2 e PIEZO2) são responsáveis pela etiologia das DA. Objetivo: Descrever os achados clínicos e moleculares em pacientes com DA. Estudar os genes ACTA1, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT1, TNNT3 e TPM2, nos pacientes com DA e em seus respectivos pais. Classificar os pacientes em grupos sindrômicos e em grupos moleculares. Método: Avaliação dos pacientes portadores de artrogripose múltipla congênita de acordo com o protocolo clínico. Extração do DNA genômico do sangue periférico. Realização do sequenciamento de última geração (NGS) utilizando um painel de 8 genes (ACTA1, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT1, TNNT3, TPM2). Validação das variantes encontradas no NGS realizando sequenciamento de Sanger. Resultados: Dentre 106 pacientes portadores de artrogripose múltipla congênita avaliados, 19 indivíduos preencheram os critérios de inclusão para DA, sendo 14 casos esporádicos e 5 casos familiais. Dentre os 19 indivíduos com DA, 7 indivíduos apresentaram variantes consideradas patogênicas, sendo 4 casos esporádicos e 3 casos em uma mesma família. Conclusões: Foram relatadas 3 variantes no gene MYH3 (c.1402T>C, c.2015G>A e c.5254G>T) em indivíduos com DA1, DA2A e DA2B, sendo duas variantes nunca descritas na literatura; uma no gene MYH8 (c.3349+1G>T) em um indivíduo com DA7, não relatada na literatura; e uma no gene TNNT3 (c.187C>T) em um caso esporádico de DA2B e em 3 casos familiais com DA2B que apresentam variabilidade fenotípica.

1. Medicina. 2. Genética. 3. Defeito congênito. 4. Malformação. 5. Artrogripose múltipla congênita. 6. Artrogripose distal. 7. Ion torrent.
Distal Arthrogryposis (DA) is a group of monogenic diseases of autosomal dominant inheritance, with incomplete penetrance, variable expressivity, characterized by congenital contractions of the distal joints of the limbs, not being caused by defects of the central and peripheral nervous system, by myopathies or by metabolic diseases. Ten different syndromes make up this group, the most common being DA1, DA2A and DA2B. Mutations in genes encoding skeletal muscle proteins (ECEL1, FBN2, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT3, TPM2 and PIEZO2) are responsible for the etiology of AD. Objective: To describe clinical and molecular findings in patients with AD. To study the genes ACTA1, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT1, TNNT3 and TPM2, in patients with AD and in their respective parents. To classify patients into syndromic groups and into molecular groups. Method: Evaluation of patients with congenital multiple arthrogryposis according to the clinical protocol. Extraction of genomic DNA from peripheral blood. State-of-the-art sequencing (NGS) using a panel of 8 genes (ACTA1, MYBPC1, MYH3, MYH8, TNNI2, TNNT1, TNNT3, TPM2). Validation of variants found in NGS by performing Sanger sequencing. Results: Among 106 patients with congenital multiple arthrogryposis, 19 subjects fulfilled the inclusion criteria for AD, 14 sporadic cases and 5 familial cases. Among the 19 individuals with AD, 7 individuals presented variants considered pathogenic, being 4 sporadic cases and 3 cases in the same family. Conclusions: Three variants of the MYH3 gene (c.1402T> C, c.2015G> A and c.5254G> T) were reported in individuals with DA1, DA2A and DA2B, two variants never described in the literature; one in the MYH8 gene (c.3349 + 1G> T) in an individual with DA7, not reported in the literature; and one in the TNNT3 gene (c.187C> T) in a sporadic case of DA2B and in 3 familial cases with DA2B that present phenotypic variability.
1. Medicine. 2. Genetics. 3. Congenital defect. 4. Malformation. 5. Multiple congenital arthrogryposis. 6. Distal arthrogryposis. 7. Ion torrent.
1
214
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

GENÉTICA
GENÉTICA HUMANA E MÉDICA
Síndrome de Goldenhar e Espectro Óculo-Aurículo-Vertebral (GS/OAVS)

Banca Examinadora

ANA BEATRIZ ALVAREZ PEREZ
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MAGNUS REGIOS DIAS DA SILVA Participante Externo
EDMAR ZANOTELI Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim