Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
MEDICINA VETERINÁRIA ( CLÍNICA e REPRODUÇÃO ANIMAL) (31003010024P0)
AVALIAÇÃO HEPÁTICA DOS CÃES (Canis familiaris) COM HIPERADRENOCORTICISMO POR MEIO DOS EXAMES ULTRASSONOGRÁFICO, CITOPATOLÓGICO E LABORATORIAIS
JULIANA DA SILVA MELO
DISSERTAÇÃO
29/03/2017

O hiperadrenocorticismo (HAC), também conhecido como Síndrome de Cushing, é resultante da exposição crônica ao excesso de glicocorticóides, sendo considerada uma das endocrinopatias mais comuns em cães. Seu diagnóstico é feito a partir do histórico, anamnese, sinais clínicos, exame físico, exames laboratorias e de imagem, além dos testes endócrinos, os quais correspondem à função da adrenal. Sabe-se que o fígado é afetado pela doença em decorrência do excesso de cortisol no organismo que causa alterações no metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas. Diante da complexidade do diagnóstico da doença e das alterações hepáticas que esta determina, o objetivo do presente estudo foi avaliar o fígado de cães com hiperadrenocorticismo, por meio dos exames ultrassonográfico, citopatológico e laboratoriais. Foram incluídos 20 cães já diagnosticados com HAC, de origem pituitária ou adrenal, e em tratamento com trilostano. As fêmeas (75%; 15/20), das raças Poodle e Yorkshire Terrier (50%; 10/20), de porte pequeno (< que 10kg) e acima de 6 anos de idade foram as mais afetadas. A manifestação clínica resultante do hipercortisolismo não sofreu grande variação em relação à descrita na literatura, no entanto, cabe ressaltar que a polifagia e o aumento abdominal foram menos relatados que a poliúria (90%; 18/20). Em relação à avaliação bioquímica, observou-se aumento de triglicerídeos (80%; 16/20), aumento de proteínas totais (75%; 15/20), aumento de fosfatase alcalina (60%; 12/20), aumento de GGT (55%; 11/20), aumento da ALT (45%, 9/20), hipercolesterolemia (45%; 9/20), hiperglobulinemia (35%; 7/20), hiperalbuminenia (30%; 6/20); aumento de ureia (20%; 4/20); hipoalbuminemia (15%; 3/20), diminuição da glicemia (15%; 3/20), aumento da glicemia (10%; 2/20), diminuição da GGT (10%; 2/20) e aumento da creatinina (5%; 1/20). Todos os cães apresentaram pelo menos uma alteração bioquímica, indicando que a alteração hepática estava presente, podendo estar relacionada ao HAC ou ao tratamento com trilostano. Ao exame ultrassonográfico notou-se aumento das dimensões das adrenais em 85% (17/20) dos animais e ecotextura heterogênea (30%; 6/20), aumento das dimensões associado a hiperecogenicidade hepática (40%; 8/20) e presença de lama bilar (45%; 9/20) e mucocele (5%; 1/20). No entanto, não foi encontrada associação significativa entre as alterações hepáticas ou biliares e alterações concomitantes das glândulas adrenais (X² = 0,004; p-valor=0,95). O exame citopatológico obteve amostra diagnóstica em 95% (19/20) dos animais e revelou hepatopatia esteroidal (50%; 10/20), hiperplasia nodular regenerativa (20%; 4/20), amiloidose hepática (10%; 2/20) e sem alterações dignas de nota (15%; 3/20). Desta forma, mostrou-se uma técnica fundamental na diferenciação das lesões hepáticas deste órgão, especialmente naqueles fígados hiperecóicos ou heterogêneos ao exame ultrassonográfico. Concluiu-se que o acometimento hepático estava presente nos cães do estudo em todos os exames realizados, reforçando a importância da hepatoproteção em tais animais.

Cushing;hepática;ultrassonografia;canino;citologia
Hyperadrenocorticism (HAC), also known as Cushing's syndrome, is resulting from exposure to excess glucocorticoids, considered one of the most common endocrinopathies in dogs. The diagnosis is made from history, anamnesis, clinical signs, physical examination, laboratory and imaging exams, in addition to the endocrine tests, which correspond to the adrenal function. It is known that the liver is affected by the disease as a result of excess cortisol no body that causes the metabolism of fats, carbohydrates and proteins. In view of the complexity of the diagnosis of the disease and the liver diseases that this determination, the objective of the present study was evaluated by dogs with hyperadrenocorticism, through ultrasonographic, cytopathological and laboratory tests. We included 20 dogs already diagnosed with HAC, of pituitary or adrenal origin, and in treatment with trilostane. Poodle's females (75%, 15/20) and Yorkshire Terrier (50%, 10/20), small (<10 kg) and over 6 years of age were the most affected. Clinical manifestation resulting from hypercortisolism did not change much in relation to the description in the literature, however, it should be noted that polyphagia and increase of abdominal composites than polyuria (90%, 18/20). All dogs presented at least one biochemical change, indicating that hepatic impairment was present, and may be related to HAC or trilostane treatment. In relation to the biochemical evaluation, it was observed an increase of triglycerides (80%, 16/20), increase of total proteins (75%, 15/20), increase of alkaline phosphatase (60%, 12/20), increase of GGT , hyperalbuminemia (30%, 6/20), hyperglobulinemia (35%, 7/20), hyperalbuminemia (30%, 6/20) ; Increased urea (20%, 4/20); hypoalbuminemia (15%, 3/20), decreased glycemia (15%, 3/20), increased glycemia (10%, 2/20), decreased GGT (10%, 2/20) and increased creatinine (5%, 1/20). Ultrasound examination revealed an increase adrenal's dimensions in 85% (17/20) of the animals and heterogeneous ecotexture (30%, 6/20), increased dimensions associated with hepatic hyperechogenicity (40%, 8/20) and presence of bile sludge (45%, 9/20) and mucocele (5%, 1/20). However, no significant association was found between hepatic or biliary changes and concomitant adrenal gland changes (X² = 0.004; p-value = 0.95). The cytopathological examination obtained a diagnostic sample in 95% (19/20) of the animals and revealed steroidal liver disease (50%, 10/20), nodular regenerative hyperplasia (20%, 4/20), hepatic amyloidosis (10%, 2/20 ) And without significant changes (15%, 3/20). In this way, it has been shown a fundamental technique in the differentiation of the hepatic lesions of this organ, especially in those hyperechoic or heterogeneous livers on the ultrasonographic examination. It was concluded that hepatic commotion was present in all study dogs, reinforcing the importance of hepatoprotection in these animals.
cushing;hepatic;ultrasonography;canine;cytology
01
80
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CLÍNICA E REPRODUÇÃO ANIMAL
CLÍNICA DIAGNÓSTICA, PREVENTIVA E TERAPÊUTICA EM MEDICINA VETERINÁRIA.
ASPECTO ULTRASSONOGRÁFICO, PERFIL BIOQUÍMICO E CITOPATOLÓGICO DO FÍGADO DE CÃES (Canis familiaris) COM HIPERADRENOCORTICISMO

Banca Examinadora

NAYRO XAVIER DE ALENCAR
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
CAMILA BARBOSA AMARAL Participante Externo
FLAVYA MENDES DE ALMEIDA Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado no País GM 21

Vínculo

CLT
Empresa Privada
Ensino e Pesquisa
Sim