Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
Zootecnia (40001016082P0)
USO DE PALATABILIZANTE PARA MATRIZES SUÍNAS LACTANTES E PARA OS LEITÕES RECÉM DESMAMADOS
VICTOR MORO TAVEIRA
DISSERTAÇÃO
20/02/2017

Quando se trata de animais de produção, principalmente em sistemas intensivos como a suinocultura comercial moderna, o conhecimento sobre a preferência alimentar dos animais se torna um dos mais importantes aspectos inerentes à produção animal, sobretudo, no auxílio à tomada de decisão de quais ingredientes e processamentos devem ser utilizados na composição das dietas dos suínos em cada fase de produção, principalmente porque são vários os fatores que influenciam na dinâmica de consumo dos animais. Sendo o clima um dos principais fatores capazes de limitar a produção de carne suína, o desempenho das matrizes suínas lactantes se torna limitado em condições de estresse térmico por calor (ETC) com impacto significativo sobre o desempenho das leitegadas ao final da lactação. Neste contexto, um experimento foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos da adição de um palatabilizante na dieta das matrizes suínas lactantes e para os leitões recém-desmamados como alternativa nutricional para manutenção da produção eficiente de suínos. Foram utilizadas 200 matrizes hiperprolíficas de linhagem comercial e suas respectivas leitegadas. Os animais foram distribuídos em dois grupos durante a fase de lactação: Controle e Palatabilizante com 100 repetições cada. Além dos aspectos produtivos, também foram mensurados os parâmetros fisiológicos das matrizes suínas como, frequência respiratória (FR), temperatura retal (TR) e temperaturas superficiais (TS). Após o desmame, as leitegadas foram alojadas em baias de 35 animais e distribuídas em um fatorial 2 x 2 onde os grupos são referenciados com base nos grupos da lactação/creche (C/C, C/P, P/C e PP), nessa fase foi avaliado o consumo de ração (CR) conversão alimentar (CA) e ganho de peso (GP) dos leitões. A inclusão do palatabilizante na dieta das matrizes foi eficaz, sendo que no grupo Palatabilizante o CR (P<0,01) foi maior, comparado ao controle (6,15 vs. 5,32 kg d-1), a produção de leite pelas matrizes do grupo palatabilizante foi 14% maior (P<0,01) comparado àquelas do grupo controle (12,18 vs. 10,67 kg d-1) e o GPD das leitegadas cujas fêmeas receberam palatabilizante foi maior (P<0,01) em relação ao grupo controle (2,36 vs. 2,06 kg d-1).Já na creche, o CR dos leitões do P/P foi em média 22% maior (P<0,05) do que os outros tratamentos. O GPD foi influenciado (P<0,05) pelos tratamentos, no qual os leitões do P/P apresentaram em média um ganho 28% superior em relação ao C/C. Também houve influência dos tratamentos para o índice de CA, sendo que os leitões do P/P e P/C em média, apresentaram valores menores do que os leitões dos C/P e C/C (1,63 vs. 1,75, respectivamente; P<0,05). Com esses resultados, conclui-se que a inclusão do palatabilizante na dieta das matrizes melhora o desempenho produtivo das matrizes e das leitegadas na lactação e ainda sugere que há o estabelecimento da memória sensorial nos leitões após o desmame.

Creche;Matrizes lactantes;palatabilizante
When it comes to production animals, especially in intensive systems such as modern commercial pig farms, knowledge about the food preference of the animals becomes one of the most important aspects inherent to animal production, mainly to aid in the decision making of which ingredients and processing should be used in the composition of the diets of pigs at each stage of production, mainly because there are several factors that influence the dynamics of consumption by the animals. Being that climate is one of the main factors that can limit pork production, the performance of lactating sows is limited under heat stress conditions (ETC) with a significant impact on the performance of litters during lactation. In this context, an experiment was carried out with aim of evaluating the effects of the addition of a flavor on the diet of the lactating sows and for the recently weaned piglets as a nutritional alternative to maintain the efficient production of pigs. A total of 200 hyperprolific sows of commercial lineage and their respective litter were used. The animals were separated in two groups during the lactation phase: Control and Flavor with 100 repetitions each one. In addition to the productive aspects, the physiological parameters of the swine sows were also measured, such as respiratory rate (RF), rectal (TR) and superficial (TS) temperatures. After weaning, the litters were housed in pens of 35 animals and distributed in a 2 x 2 factorial, forming four groups according to the treatments of the females in the lactation phase and the treatments in the nursery (C/C, C/P, P/C and P/P). In this phase, the feed intake (CR) and feed gain (CA) and weight gain (GP) of the piglets were evaluated. The inclusion of the flavor in the diet of the sows was effective, and in the Flavor group the CR (P <0.01) was higher, compared to the control group (6.15 vs. 5.32 kg d-1), milk production (P <0.01) compared to those in the control group (12.18 vs. 10.67 kg d-1) and the GPD of the piglets whose mothers received the flavor was higher (P <0) , 01) in relation to the control group (2.36 vs. 2.06 kg d-1). In the nursery, CR of P/P piglets was on average 22% higher (P<0.05) than the other treatments. The GPD was influenced (P<0.05) among the treatments, in which the P/P piglets presented on average a gain 28% higher than the C/C. There were also influences of the treatments for the CA index, and the P/P and P/C piglets on average presented lower values than the C/P and C/C piglets (1.63 vs. 1.75 , Respectively, P <0.05). With these results, it was concluded that the inclusion of the flavor in the diet improves the productive performance of the lactating sows and litters in lactation and still suggests that there is the establishment of the sensorial memory in the piglets after weaning.
Lactating sows;nursery;flavor
2
55
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

NUTRIÇÃO E PRODUÇÃO ANIMAL
NUTRIÇÃO E PRODUÇÃO DE NÃO-RUMINANTES E ANIMAIS DE COMPANHIA
-

Banca Examinadora

ALEX MAIORKA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
KEYSUKE MURAMATSU Participante Externo
ANTONIO JOAO SCANDOLERA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não