Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
MULHERES DA PRAIA DO SONO: UM ESTUDO SOBRE GÊNERO, TURISMO E SUSTENTABILIDADE NO LITORAL SUL DO RIO DE JANEIRO
MARIA MORENA PINTO MARTINS FARIAS
DISSERTAÇÃO
15/05/2017

A proposta do estudo é analisar a crescente presença feminina nas práticas de desenvolvimento sustentável na Praia do Sono, localizada no município de Paraty/RJ, a partir da análise comparativa do turismo de base comunitária e da prática artesanal do bordado. Pensar comunidades caiçaras na sociedade contemporânea é também refletir sobre a implementação de práticas econômicas que permitam a reprodução e a sobrevivência destes povos em conjunto com a conservação ambiental das áreas costeiras. Com este objetivo, a pesquisa buscou analisar comparativamente dois tipos de práticas de desenvolvimento econômico em curso na Praia do Sono, aquelas induzidas pelo Estado e organizações da sociedade civil, como é o caso do bordado elaborado por mulheres que compõe o grupo reconhecido como as Bordadeiras da Praia do Sono. E as iniciativas e atividades protagonizadas pelas comunidades locais e desenvolvidas autonomamente como o turismo comunitário. O foco da pesquisa recaiu sobre a centralidade da gestão feminina no desenvolvimento destas práticas econômicas, buscando refletir sobre como as mulheres acionam suas redes de parentesco e vizinhança na organização das atividades e como a crescente presença feminina na geração de renda tem se manifestado nas relações sociais de gênero dentro da família e da comunidade.

comunidades tradicionais, turismo de base comunitária, artesanato, gênero, caiçaras, Praia do Sono.
PINTO MARTINS FARIAS, Maria Morena. Women from Praia do Sono: a study on gender, tourism and sustainability in the southern coast of Rio de Janeiro. 2017. 115p Dissertation (Post-Graduate Program of Social Sciences in Development, Agriculture and Society). Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2017. This study intends to look at the growing presence of women on sustainable development practices at Praia do Sono, in the city of Paraty/RJ, through the comparative analysis of communitarian tourism and the artisanal practice of craftwork. To think about caiçara communities in contemporary society is also to reflect about the implementation of economical practices which allow the reproduction and survivor of these people together with environmental conservation of the coast areas. With this goal, the research compared two kinds of economical development practices developed at Praia do Sono: those inducted by the State and by civil society organizations, such as the craftwork project made by women known as Bordadeiras da Praia do Sono. On the other hand, the iniciatives and activities made by local communities and developed autonomously such as communitarian tourism. The research's focus lies on the centrality of women's management in the development of these economical practices, seeking to reflect on how women activate their family and neighborhood networks in order to organize activities and how the growing female presence on the income generation has been manifesting itself on the social relations of gender inside the family and the community.
traditional communities,community based tourism - craftwork - gender - caiçaras - Praia do Sono.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
ESTUDOS DE CULTURA E MUNDO RURAL
PRÁTICAS E SABERES NA RURALIDADE CONTEMPORÂNEA

Banca Examinadora

THEREZA CRISTINA CARDOSO MENEZES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
PAULA MENDES LACERDA Participante Externo
CLAUDIA JOB SCHMITT Docente - PERMANENTE
THEREZA CRISTINA CARDOSO MENEZES Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado no País GM 23

Vínculo

Colaborador
Empresa Privada
Pesquisa
Não