Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
CIÊNCIAS VETERINÁRIAS (40001016023P3)
INDICADORES ELETROCARDIOGRÁFICOS DE ARRITMOGÊNESE AUMENTADA E DESEQUILÍBRIO AUTONÔMICO EM CÃES COM DOENÇA VALVAR MITRAL.
BRUNA CRISTINA BRULER
DISSERTAÇÃO
24/03/2017

Nesta dissertação foram estudados índices obtidos a partir de traçados eletrocardiográficos convencionais, com o objetivo de avaliar o desequilíbrio autonômico e os mecanismos de arritmogênese aumentada, ambos já reconhecidamente envolvidos com a progressão da doença mitral em cães. Para tanto, este trabalho foi subdividido em introdução e três capítulos. Inicialmente, procurou-se esclarecer sobre os aspectos etiológicos e fisiopatológicos da doença, dando ênfase para a ativação crônica de mecanismos compensatórios e desenvolvimento de arritmogênese, assim como seu papel no que tange à evolução e prognóstico. No primeiro capítulo, investigou-se o uso do índice de tônus vasovagal (VVTI), um indicador não convencional de atividade parassimpática, e seu comportamento nos diferentes estágios da doença mitral. Resultados mostraram que o referido índice é capaz de diferenciar cães em estágios diferentes da doença, no que diz respeito ao remodelamento cardíaco e à presença de sintomatologia clínica atribuída à insuficiência cardíaca congestiva. O segundo capítulo está centrado na avaliação do prejuízo no equilíbrio autonômico que acompanha a progressão da insuficiência valvar mitral. Para tanto, empregou-se uma manobra vagal amplamente descrita para demonstrar a resposta parassimpática fisiológica e, à medida que a insuficiência mitral se agrava, a atenuação dessa resposta. O estudo mostrou que é possível identificar indivíduos com doença cardíaca avançada com base na resposta individual ao reflexo óculo-cardíaco. Não obstante, os resultados obtidos ajudam a compreender a complexa desregulação autonômica na síndrome insuficiência cardíaca congestiva. Finalmente, o terceiro capítulo foca no estudo do prolongamento e da instabilidade do intervalo eletrocardiográfico QT com vistas à identificação do estado de arritmogênese aumentada na degeneração válvula mitral. O estudo mostrou que prolongamento e instabilidade não só estão presentes, como se intensificam conforme a doença progride, sendo os índices estudados capazes de identificar remodelamento cardíaco e arritmias ventriculares. Os achados deste estudo reforçam a presença de distúrbios de repolarização na doença valvar mitral e chamam a atenção para o potencial prognóstico dos índices ligados à instabilidade do QT, haja vista a constatação de que o aumento de tais parâmetros está associado com menor sobrevida do cão com doença valvar mitral. 7

eletrocardiografia, sistema nervoso autônomo, insuficiência mitral, intervalo QT, arritmia
The aim of this study was to evaluate the autonomic imbalance and mechanisms of increased arrhythmogenesis, obtained through conventional electrocardiographic tracings, which are known to be involved in the progression of mitral disease in dogs. For this purpose, this work was subdivided in introduction and three independent chapters. Initially, an attempt was made to clarify the etiological and pathophysiological aspects of the disease, emphasizing the chronic activation of compensatory mechanisms and the development of arrhythmogenesis, as well as its role in disease evolution and prognosis. In the first chapter, we investigated the use of the vasovagal tonus index (VVTI), an unconventional indicator of parasympathetic activity, and its behavior in different stages of mitral disease. The results showed that this index is capable of differentiating dogs at different stages of the disease, regarding cardiac remodeling and the presence of clinical symptomatology attributed to congestive heart failure. The second chapter is centered on the assessment of the impairment in autonomic balance that accompanies the progression of mitral valve insufficiency. For this purpose, a widely described vagal maneuver was used to demonstrate the physiological parasympathetic response and, as mitral regurgitation increases, the attenuation of this response. The study showed that it is possible to identify individuals with advanced heart disease based on individual response to the oculo-cardiac reflex. Nonetheless, the results obtained help to understand the complex autonomic dysregulation in congestive heart failure syndrome. Finally, the third chapter focuses on the study of the prolongation and instability of the electrocardiographic QT interval with the intent to identifying the state of increased arrhythmogenesis in mitral valve degeneration. The study showed that prolongation and instability are not only present, but also intensify as the disease progresses, and the indices studied are capable of identifying cardiac remodeling and ventricular arrhythmias. The findings of this study reinforce the presence of repolarization disorders in mitral valve disease and draw attention to the potential prognostic values of the indexes related to QT instability, given that the increase in these parameters is associated with lower survival of the dog with Mitral valve disease.
electrocardiography, autonomic imbalance, mitral insufficiency, QT interval, arrhythmias
1
84
INGLES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

-
-
-

Banca Examinadora

MARLOS GONCALVES SOUSA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
FLAVIO RIBEIRO ALVES Participante Externo
ROBERTA CARARETO Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não