Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Interdisciplinar em Ciências da Saúde (33009015070P2)
Efeitos do Exercício Físico sobre Funções Cognitivas em Indivíduos Dependentes de Álcool e Outras Drogas Associadas
REGIANE DIAS AMORIM SILVA
DISSERTAÇÃO
14/03/2017

Os malefícios provocados pelo consumo de álcool e outras drogas envolvem alterações morfofuncionais no sistema nervoso central, associadas a uma variedade de déficits cognitivos como prejuízos na memória prospectiva, nas funções executivas, na atenção e na capacidade de abstração e de resolução de problemas. Por outro lado, vem sendo demonstrado que os efeitos benéficos do exercício físico na função e saúde mental estão relacionados a alterações bioquímicas envolvidas na liberação de diversos neurotransmissores e fatores neurais, demonstrados por meio de testes sorológicos e de capacidades cognitivas. Assim, este projeto teve por objetivo avaliar os efeitos cognitivos promovidos por um protocolo de exercício físico moderado em indivíduos dependentes de álcool e outras drogas associadas. O estudo foi composto de 29 participantes divididos em dois grupos: G1= 6 indivíduos dependentes de álcool e outras drogas, não submetidos ao protocolo de exercício físico e G2= 23 indivíduos com dependência de álcool e outras drogas, submetidos a um protocolo de exercícios físicos regulares aeróbicos através da caminhada/corrida. A intervenção por meio do exercício físico teve duração de 5 semanas (3x por semana) e os instrumentos de análise utilizados foram: Escala de Borg para o monitoramento e percepção de limiar de esforço; Questionário de Prontidão para Atividade Física (Physical Activity Readiness Questionnaire - PAR-Q) para identificação de possíveis riscos na prática de exercícios físicos; Questionário Internacional de Atividade Física (International Physical Activity Questionnaire – IPAQ) que estima o tempo semanal gasto em atividades físicas do cotidiano; Teste de Caminhada de 6 minutos para avaliar a capacidade funcional; Teste de Triagem do Envolvimento com Álcool, Cigarro e Outras Substâncias (Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test - ASSIST) que avalia o padrão do consumo de drogas de abuso; Inventário de Ansiedade Traço-Estado (State-Trait Anxiety Inventory - IDATE) que avalia o traço e estado de ansiedade; Inventário de Beck para Depressão (Beck Depression Inventory – BDI) que mensura a depressão; Lista de Palavras de Rey (Rey Auditory Verbal Learning Test – RAVLT) que avalia funções como a memória auditiva verbal de curto prazo, índice de aprendizagem, memória e retenção de informações; Teste de Stroop (Versão Victória) que avalia a flexibilidade mental, a memória de trabalho, a velocidade de processamento de informação, a ativação semântica e a habilidade para resistir a uma resposta característica; e a Escala de Humor de Brunel que avalia os estados de humor em diferentes momentos. Por meio de um protocolo de 5 semanas de exercício físico aeróbio moderado, pode-se observar um aumento no vigor, uma diminuição da fadiga e da confusão, melhora na memória de curto prazo, aprendizagem, índice de reconhecimento, redução da depressão e ansiedade e melhor desempenho na flexibilidade mental.

alcoolismo;exercício físico;capacidades cognitivas;neuroplasticidade
The harms caused by the consumption of alcohol and other drugs In the central nervous system, associated with a variety of cognitive deficits such as Impairments in prospective memory, executive functions, attention and abstraction And problem solving. On the other hand, it has been demonstrated that the beneficial effects of Exercise and mental health are related to biochemical changes Release of several neurotransmitters and neural factors, demonstrated by means of And cognitive abilities. Thus, the objective of this project was to evaluate the Cognitive strategies promoted by a protocol of moderate physical exercise in individuals dependent on Alcohol and other associated drugs. The study was composed of 29 participants divided into two Groups: G1 = 6 individuals dependent on alcohol and other drugs, not submitted to the protocol of Exercise and G2 = 23 individuals with alcohol and other drug dependence who underwent Protocol of regular aerobic physical exercises through walking / running. The intervention by Physical exercise had a duration of 5 weeks (3x per week) and the instruments of analysis Used were: Borg scale for the monitoring and perception of effort threshold; Physical Activity Readiness Questionnaire (PAR-Q) To identify possible risks in the practice of physical exercises; International Questionnaire on Physical Activity Questionnaire (IPAQ) that estimates the weekly time Spent on physical activities of daily life; 6-minute Walk Test to assess ability functional; Involvement Screening Test with Alcohol, Cigarette and Other Substances (Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) which assesses the pattern of Drugs of abuse; State-Trait Anxiety Inventory (IDATE) that Evaluates the trait and state of anxiety; Beck Depression Inventory - BDI) that measures depression; King's Word List (Rey Auditory Verbal Learning Test - RAVLT) that evaluates functions such as short-term verbal auditory memory, learning index, Memory and information retention; Stroop (Victory Version) test that assesses flexibility Mental memory, working memory, information processing speed, semantic activation And the ability to withstand a characteristic response; And the Brunel Humor Scale which evaluates Mood states at different times. By means of a protocol of 5 weeks of exercise Moderate aerobic physical activity, there is an increase in vigor, a decrease in fatigue and Confusion, improvement in short-term memory, learning, recognition index, Depression and anxiety and better performance in mental flexibility.
alcoholism;physical exercise;Cognitive abilities;Neuroplasticity
1
83
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

MECANISMOS BÁSICOS DE PROCESSOS BIOLÓGICOS EM SAÚDE
NEUROCIÊNCIAS E COMPORTAMENTO
Expressão do mRNA do CRF na Amígdala Central e Córtex Pré Frontal em Resposta à Ingestão Crônica

Banca Examinadora

ISABEL CRISTINA CESPEDES
DOCENTE - PERMANENTE
Não
Nome Categoria
RICARDO HENRIQUE MARQUES Participante Externo
LUCIANA LE SUEUR MALUF Docente - PERMANENTE
JOSE SIMOES DE ANDRADE Participante Externo
ANDRE LUIZ DE MOURA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não