Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
Ensino de Ciências e Matemática (26001012027P9)
ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E O ENSINO DE CIÊNCIAS
MARIA CLEIDE GADI
DISSERTAÇÃO
15/05/2015

No Brasil apenas no final do século XX é que a linguagem oral passou a ser apresentada como um conteúdo do Ensino Fundamental, exigência dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Esse documento tem norteado as práticas pedagógicas no nosso país, indicando que é papel da escola levar o aluno a aprender, a utilizar da linguagem oral nas mais diferentes formas de comunicação. Esse trabalho apresentou como objetivo investigar as contribuições da linguagem científica e o conhecimento do cotidiano, além de avaliar o progresso do aprendizado, junto aos alunos com deficiência intelectual de uma escola pública de Maceió. O tema pesquisado tratou da Lagoa Mundaú, inserida no contexto de Ensino de Ciências, integrando também com aspectos socioculturais dos alunos, valorizando os conhecimentos prévios, considerando questões sociais que envolvem a comunidade que está inserida. Os sujeitos da pesquisa foram 15 alunos especiais, que se encontram incluídos em sala de aula com alunos regulares, mas que recebem atenção em sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), duas vezes por semana, durando duas horas cada atendimento, no contra turno da sala regular. Para melhor desenvolvimento do processo de aprendizagem escolar destes estudantes foi facilitada a transposição da linguagem do dia-a-dia para conceitos científicos, a serem abordados previamente. Para isso, buscou-se ações para a implementação pedagógica, como o uso da música, de trabalhos manuais e do teatro. Trabalhos de confecção de objetos diversos e a sua exposição na escola possibilitou aos alunos especiais interagir com a comunidade escolar. Na primeira etapa trabalhou-se com uma paródia, na qual o tema explorou a realidade de pescadores e catadores de mariscos. A etapa seguinte buscou o desenvolvimento de habilidades motoras, com a confecção de artesanato, finalizando com uma exposição de arte na escola. A terceira etapa apresentou para a comunidade escolar uma peça teatral, denominada Moluscos da lagoa Mundaú. O processo de avaliação dos progressos destes estudantes necessitou da observação do desenvolvimento de suas habilidades e de seus diálogos com os colegas e com familiares. Foi aplicado também uma tarefa após a encenação da peça teatral para analisar e avaliar o progresso da aprendizagem dos alunos. Nesse sentido, observou-se que os alunos com deficiência intelectual conseguiram melhorar sua interação com a comunidade escolar e o convívio com os demais colegas da sala regular, por meio de visualização das ações. Verificou-se também que houve a apropriação de conceitos científicos na aquisição dos novos conhecimentos relativos ao ensino de Ciências. Antes das intervenções identificavam os moluscos apenas como animais que tinham o corpo coberto por cascas. Ocorreu mudança no desenvolvimento cognitivo dos alunos, ao aprenderem que os moluscos possuem conchas ao invés de cascas, que são bivalves, pois são compostos por duas conchas e que são invertebrados, ao serem implementadas práticas pedagógicas que favoreceram esse processo, atendendo as atuais necessidades para a inclusão escolar.

Aprendizagem;Deficiência Intelectual;Educação Ambiental;Atividade Lúdica;Escola Pública;Inclusão Escolar
In Brazil only in the late twentieth century is that oral language has been presented as a content of elementary school, a requirement of the National Curriculum Parameters. This document has guided the pedagogical practices in our country, indicating that it is the role of school lead the student to learn, use of oral language in the most different forms of communication. This paper presented to investigate the contributions of scientific language and everyday knowledge, and to evaluate the learning progress with the students with intellectual disabilities of a public school in Maceio. The theme researched addressed the Mundaú Lagoon, set in the context of science education, also integrating with socio-cultural aspects of students, valuing prior knowledge, considering social issues surrounding the community which it operates. The study subjects were 15 special students, which are included in the classroom with regular students, but receive attention in Educational Service Specializing room (ESA), twice a week, during 2 hours each meeting, at a different time of day that the regular class. For better development of school learning process of these students was facilitated the implementation of the language of the day-today scientific concepts to be addressed previously. For this, we sought to actions for pedagogical implementation, such as the use of music, crafts and theater. Works to produce various objects and exposure of crafts in school allowed the special students interact with the school community. In the first step we have worked with a parody, in which the subject explored the reality of fishermen and shellfish pickers. The next step sought the development of motor skills, with the production of handicrafts, ending with an art exhibition at school. The third stage presented to the school community a play called pond clam Mundaú. The process of evaluating the progress of these students required the observation of the development of their skills and their dialogues with colleagues and family. It was also applied a task after the staging of the play to analyze and evaluate the progress of student learning. In this sense, it was observed that students with intellectual disabilities were able to have improved their interaction with the school community and the interaction with other colleagues in the regular room, through the actions view. It was also found that there was the appropriation of scientific concepts to acquire new knowledge of the teaching of science. Before the interventions identified clams just like animals that had the body covered with shells. There was a change in the cognitive development of students, to learn that the snails have shells instead of shells, which are bivalves, they are composed of two shells which are invertebrates. When implemented pedagogical practices that favor this process, meeting the current needs for school inclusion.
Learning;Intellectual Disability;Environmental Education;Ludic Activity;Public School;School Inclusion
1
95
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Contexto

ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SOCIEDADE E AMBIENTE - CTSA
-

Banca Examinadora

HILDA HELENA SOVIERZOSKI
Sim
Nome Categoria
JENNER BARRETTO BASTOS FILHO Docente
MARIO LUIZ GOMES SOARES Participante Externo
MONICA DORIGO CORREIA Docente

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim

Produções Intelectuais Associadas

Não existem produções associadas ao trabalho de conclusão.