Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (25001019021P8)
MODELO MULTICRITÉRIO DE APOIO À DECISÃO NA AVALIAÇÃO DOS INDICADORES DE RISCO EM SAÚDE
DANIELLE FREITAS SANTOS
DISSERTAÇÃO
21/02/2017

A saúde é um conceito abrangente, envolvendo não apenas a ausência de doenças e o bemestar do indivíduo, mas todo o contexto social e cultural no qual este se encontra inserido; é um valor social oriundo de condições básicas de alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho e acesso aos serviços de saúde. Nesse sentido, o processo de tomada de decisão em saúde admite uma estrutura complexa, exigindo subsídios cada vez mais consistentes com as necessidades da sociedade. Sendo assim, o estudo tanto de indicadores de risco quanto de modelos de decisão em saúde pode favorecer a determinação de informações mais condizentes, assim como estimar padrões efetivos das variáveis que mais influenciam as condições de saúde da população. Dessa forma, a seguinte pesquisa objetiva a proposição de um modelo com base na abordagem multicritério que estabeleça uma avaliação da conjuntura mais favorável, em termos regionais, de indicadores de risco em saúde, de forma a possibilitar um direcionamento mais efetivo na elaboração de ações e políticas públicas de saúde, bem como viabilizar um melhor processo de tomada de decisão nesse âmbito. Assim, estabeleceuse, a priori, a construção e validação destes indicadores de risco em saúde sob a perspectiva da prevenção, mediante a abordagem multivariada da análise fatorial (análise dos componentes principais) e da análise de regressão múltipla, respectivamente. Para tanto, utiliza como base de dados na determinação dos indicadores a PNS 2013, e para a validação estabelece uma associação dos indicadores obtidos com a perspectiva da longevidade inerente ao IDHM 2010. Ao todo seis indicadores foram estabelecidos: Índice de qualidade da infraestrutura urbana, Índice de atendimento do programa ESF, Índice de tabagismo, Índice de qualidade do consumo alimentar, Índice de alcoolismo e Índice de sedentarismo. Ambos admitiram contornos preventivos e características regionais distintas em relação ao âmbito da saúde, além disso , foram congruentes na associação em relação à longevidade, fato que evidencia a validade destes construtos. Em relação ao modelo multicritério de avaliação dos indicadores de risco em saúde, foi possível verificar que as regiões Sudeste e Centro-Oeste admitem uma conjuntura global mais favorável de indicadores; enquanto as regiões Norte e Nordeste apresentam os piores desempenhos globais dos indicadores de risco em saúde. Em um escopo de avaliação individual das alternativas e critérios, observou-se a prevalência de independência, em termos de preferência, entre a maioria dos critérios, assim como foi possível verificar um direcionamento mais efetivo das decisões em relação ao Índice de qualidade da infraestrutura urbana. Dessa forma, a avaliação destes indicadores de risco em saúde, seja de forma agregada ou isolada, pode favorecer um processo de tomada de decisão em saúde mais eficiente.

indicadores de risco em saúde;tomada de decisão em saúde;modelo multicritério.
Health is a comprehensive concept, involving not only the absence of disease and the wellbeing of the individual, but also all the social and cultural context in which it is inserted; Is a social value derived from basic conditions of food, housing, educa tion, income, environment, work and access to health services. In this sense, the decision-making process in health admits a complex structure, requiring subsidies that are increasingly consistent with the needs of society. Thus, the study of both risk ind icators and health decision models can favor the determination of more appropriate information, as well as to estimate effective patterns of the variables that most influence the health conditions of the population. Thus, the following research aims at pro posing a model based on the multicriteria approach that establishes an assessment of the most favorable regional conjuncture of health risk indicators, in order to allow a more effective direction in the elaboration of actions and public health policies, as well as to enable a better decision-making process in this area. Thus, the construction and validation of these health risk indicators from the perspective of prevention was established, a priori, through the multivariate approach of factorial analysis ( principal components analysis) and multiple regression analysis, respectively. To do so, it uses as a database in the determination of the indicators the PNS 2013, and for the validation establishes an association of the indicators obtained with the perspective of the longevity inherent to the IDHM 2010. Altogether six indicators were established: Index of quality of the urban infrastructure, Index o f the ESF program, smoking index, food consumption quality index, alcoholism index and sedentary index. Both of them admitted preventive contours and different regional characteristics in relation to the scope of health, in addition they were congruent in the association in relation to longevity, fact that evidences the validity of these constructs. In relation to the multicriteria model for the evaluation of health risk indicators, it was possible to verify that the Southeast and Center-West regions admit a more favorable global conjuncture of indicators; as the North and Northeast regions show the worst overall performance of health risk indicators. In an individual evaluation scope of the alternatives and criteria, the prevalence of independence in terms of preference was observed between most of the criteria, as well as it was possible to verify a more effective direction of the decisions in relation to the Index of quality of t he urban infrastructure. Thus, the evaluation of these health risk indicators, either in an aggregate or isolated way, may favor a more efficient health decision-making process
health risk indicators;decision making in health;multicriteria model.
1
121
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Contexto

PESQUISA OPERACIONAL
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E DECISÃO
APOIO MULTICRITÉRIO A DECISÃO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO E SERVIÇOS

Banca Examinadora

CAROLINE MARIA DE MIRANDA MOTA
Sim
Nome Categoria
JORGE DA SILVA CORREIA NETO Participante Externo
DENISE DUMKE DE MEDEIROS Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 24

Vínculo

-
-
-
Não