Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
Defesa sanitária animal (20002017005P5)
BRUCELOSE BOVINA EM MATADOURO COM SERVIÇO DE INSPEÇÃO FEDERAL E MUNICIPAL NO ESTADO DO MARANHÃO
ANNA KAROLINE AMARAL SOUSA
DISSERTAÇÃO
20/12/2016

A brucelose é uma enfermidade infectocontagiosa, causada por bactérias do gênero Brucella. Apresenta-se na forma endêmica em muitos países, resultando em prejuízos econômicos significativos, aos sistemas de produção e notáveis implicações em saúde animal e pública, visto seu caráter zoonótico. Animais infectados atuam como fonte de infecção para os humanos pela ingestão de leite e derivados contaminados, manipulação de carnes, fetos e membranas fetais, sangue e outros tecidos por exposição ocupacional de fazendeiros, magarefes, médicos veterinários e colaboradores que entram em contato com o micro-organismo. Há uma preocupação no entendimento da relação entre bursite e detecção direta ou indireta de Brucella spp. em bovinos. Neste trabalho objetivou-se realizar o estudo epidemiológico da brucelose bovina em matadouro sob Serviço de Inspeção Federal (SIF) e Serviço de Inspeção Municipal (SIM) no Estado do Maranhão, com abate, procedentes de diferentes municípios maranhenses e de outras regiões do país, por um período de um ano através da coleta de sangue durante o abate para realização de analises pelos testes do AAT e 2-ME. Foi realizado a aplicação de um questionário com os proprietários para realizar o estudo dos possíveis fatores de risco associados à brucelose. Foram coletadas 1265 amostras de soro bovino, onde se verificou 39 amostras reagentes no teste AAT e 15 reagentes no 2-ME, sendo dentre estas apenas 01 macho reagente. Das 15 bursites coletadas, apenas 01 foi reagente no teste 2-ME, obtendo uma prevalência de brucelose bovina em matadouro no estado do Maranhão de 1,19%. Conclui-se que a infecção por Brucella abortus em animais abatidos em matadouros sob Serviços de Inspeção Federal e Municipal nos municípios de Imperatriz e Açailândia do estado do Maranhão está presente, e ocorre com maior frequência em fêmeas. Os principais fatores de risco para a doença são a ocorrência de abortamentos nas propriedades, a venda de animais sem exames e a não realização de exames que testem os animais antes da inclusão nos rebanhos e antes do abate.

Brucella abortus, bovinos, doença ocupacional, zoonoses, frigorífico.
Brucellosis is an infectious disease caused by bacteria of the genus Brucella. It is endemic in many countries, resulting in significant economic damage to production systems and notable implications for animal and public health, given its zoonotic nature. Infected animals act as a source of infection for humans through the ingestion of contaminated milk and derived products, handling of fetal meat, fetuses and membranes, blood and other tissues by occupational exposure of farmers, magarefes, veterinarians and employees who come in contact with the micro -body. There is concern in the understanding of the relationship between bursitis and direct or indirect detection of Brucella spp. in cattle. The objective of this study was to carry out the epidemiological study of bovine brucellosis in a slaughterhouse under Federal Inspection Service (SIF) and Municipal Inspection Service (SIM) in the State of Maranhão, with slaughter, from different municipalities of Maranhão and other regions of the country, For a period of one year through collection of blood during slaughter for analysis by the AAT and 2- ME tests. A questionnaire was applied with the owners to study the possible risk factors associated with brucellosis. 1265 bovine serum samples were collected, where 39 reagent samples were tested in the AAT test and 15 reagents in the 2-ME, of which only 1 reagent male. Of the 15 bursitis collected, only 01 was reactive in the 2-ME test, obtaining a prevalence of bovine brucellosis in a slaughterhouse in the state of Maranhão of 1.19%. It is concluded that Brucella abortus infection in animals slaughtered in slaughterhouses under Federal and Municipal Inspection Services in the municipalities of Imperatriz and Açailândia in the state of Maranhão is present, and occurs more frequently in females. The main risk factors for the disease are the occurrence of miscarriages on the farm, the sale of animals without tests and the failure to perform tests that test the animals before inclusion in the herds and before slaughter.
Brucella abortus, cattle, occupational disease, zoonoses, refrigerator
01
64
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

DEFESA SANITÁRIA ANIMAL
EDUCAÇÃO E DEFESA SANITÁRIA ANIMAL - MEST
BRUCELOSE BOVINA EM MATADOURO COM SERVIÇO DE INSPEÇÃO FEDERAL E MUNICIPAL NO ESTADO DO MARANHÃO

Banca Examinadora

HAMILTON PEREIRA SANTOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
FERDINAN ALMEIDA MELO Participante Externo
DANILO CUTRIM BEZERRA Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Outros
Não

Produções Intelectuais Associadas

Não existem produções associadas ao trabalho de conclusão.