Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Ecologia e Evolução (33009015076P0)
ESPECIAÇÃO EM PAPA-FORMIGAS (AVES: MYRMODERUS, THAMNOPHILIDAE) DA MATA ATLÂNTICA: O PAPEL DE SINAIS ACÚSTICOS NO RECONHECIMENTO ESPECÍFICO
GABRIEL MACEDO ELEODORO
DISSERTAÇÃO
26/07/2016

ESPECIAÇÃO EM PAPA-FORMIGAS (AVES: MYRMODERUS, THAMNOPHILIDAE) DA MATA ATLÂNTICA: O PAPEL DE SINAIS ACÚSTICOS NO RECONHECIMENTO ESPECÍFICO Gabriel Macedo Eleodoro RESUMO As vocalizações das aves são importantes sinais para o reconhecimento específico, mediando tanto a competição territorial quanto a escolha de machos por fêmeas. Divergências nas vocalizações entre populações de aves podem atuar como barreiras ao fluxo gênico, levando à origem e/ou integridade de linhagens evolutivas (i.e. especiação). Myrmoderus squamosus e M. loricatus são espécies irmãs de papa-formigas (Thamnophilidae) com distribuição parapátrica na Mata Atlântica. Apesar de haver considerável divergência genética entre estas espécies, as vocalizações são similares. A discriminação vocal ou outros processos podem ter atuado como barreiras ao fluxo gênico entre Myrmoderus squamosus e M. loricatus, pois a introgressão genética entre estas espécies é muito baixa ou ausente. Os objetivos deste trabalho foram: (1) comparar características espectrais, temporais e estruturais dos cantos de M. squamosus e M. loricatus; (2) testar se os cantos destas espécies são efetivos no reconhecimento específico. Realizamos análises espectrais dos cantos e experimentos de playback para medir a resposta comportamental (número de emissões de cantos e tempo, em segundos, interagindo com o arranjo experimental) a cantos hetero e coespecíficos e a um canto controle (de Rhopias gularis) em 30 machos de M. squamosus. Ao comparar os cantos entre as espécies, encontramos tanto similaridades quanto diferenças, com M. squamosus apresentando, em média, valores maiores de variáveis espectrais e M. loricatus, valores maiores de variáveis temporais. Os indivíduos emitiram mais cantos e interagiram por mais tempo no tratamento coespecífico em comparação com o tratamento heteroespecífico. A resposta ao controle foi baixa ou ausente. Respostas mais agressivas a cantos territoriais coespecíficos demonstram que indivíduos coespecíficos são uma ameaça competitiva maior do que heteroespecíficos. Como a competição territorial entre machos está intimamente relacionada à escolha das fêmeas e ao sucesso reprodutivo, o reconhecimento específico indica que as vocalizações podem atuar como barreiras ao fluxo gênico entre M. squamosus e M. loricatus. Palavras-chave: comunicação animal, vocalizações, fluxo gênico, Passeriformes Suboscines, experimentos de playback.

comunicação animal, vocalizações, fluxo gênico, Passeriformes Suboscines, experimentos de playback.
SPECIATION IN ATLANTIC FOREST ANTBIRDS (AVES: MYRMODERUS, THAMNOPHILIDAE): THE ROLE OF ACOUSTIC SIGNALS IN SPECIFIC RECOGNITION Gabriel Macedo Eleodoro ABSTRACT Bird vocalizations are important signals in specific recognition, mediating territorial competition as well as female choice. In birds, population divergence in vocalizations can act as barriers to gene flow, leading to the origin and/or integrity of evolutionary lineages (i.e. speciation). The antbirds Myrmoderus squamosus and M. loricatus are sister species with parapatric distribution in southern Atlantic Forest. Despite the considerable genetic divergence observed, their vocalizations do not differ prominently. Vocal discrimination or other processes have apparently acted as efective barriers to gene flow, as genetic introgression between these species is either absent or negligible. The goals of this study were (1) to compare spectral, temporal and structural characteristics of the territorial songs of M. squamosus and M. loricatus; and (2) to test if the songs of these species are effective in specific recognition. We found differences between the songs of the two species. In relation to one another, M. squamosus songs have higher values of spectral variables whereas M. loricatus songs have higher values of temporal variables. We performed playback experiments with 30 M. squamosus males to measure their behavioral response to hetero and conspecific songs. Males delivered more songs and spent more time interacting with the experimental set in the conspecific treatment than in the heterospecific treatment. The response to the control treatment was low or absent. The more aggressive response to conspecific territorial songs shows that conspecific individuals pose greater competitive threat than heterospecifics. Since territorial competition among males is intimately related to female choice and reproductive success, the specific discrimination detected indicates that vocalizations could act as barriers to gene flow between M. squamosus and M. loricatus. Keywords: animal communication, vocalizations, gene flow, Suboscine pesserines, playback experiments.
animal communication, vocalizations, gene flow, Suboscine pesserines, playback experiments.
01
37
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ECOLOGIA E EVOLUÇÃO
SISTEMÁTICA, BIOGEOGRAFIA E DIVERSIDADE GENÉTICA
ÁREAS DE ENDEMISMO, PADRÕES BIOGEOGRÁFICOS DE BIOMAS BRASILEIROS

Banca Examinadora

FABIO SARUBBI RAPOSO DO AMARAL
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
EDUARDO DA SILVA ALVES DOS SANTOS Participante Externo
GUSTAVO ADOLFO BRAVO MORA Participante Externo
JOSE EDUARDO DE CARVALHO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 21

Vínculo

-
-
-
Não