Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
FATORES ASSOCIADOS À MORTALIDADE EM PACIENTES TRANSPLANTADOS RENAIS ADMITIDOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA COM INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA AGUDA
RAFAEL MENDES DA SILVA
DISSERTAÇÃO
21/12/2016

Objetivo. Identificar os fatores associados à mortalidade em pacientes TxR e TxRP, admitidos na unidade de terapia intensiva com insuficiência respiratória, descrevendo as características epidemiológicas do paciente TxR e TxRP Métodos. Estudo retrospectivo que avaliou pacientes adultos com diagnóstico de insuficiência respiratória aguda internados na unidade de terapia intensiva (UTI) de um centro com alto volume de transplantes, no período de agosto de 2013 a agosto de 2015. Dados demográficos, clínicos e características do transplante foram analisados. Análise de regressão logística multivariada foi realizada para identificar os fatores associados a mortalidade. Resultados. Foram incluídos 183 pacientes com idade de 55,32 ± 13,56 anos. 126 (68,8%) receberam rim de doador cadáver e 37 (20,2%) tiveram histórico prévio de rejeição. O SAPS3 de admissão na UTI foi de 54,39 ± 10,32 e o SOFA de 4,81 ± 2,32. A principal causa de internação foi pneumonia comunitária (18,6%), seguida de edema agudo de pulmão (15,3%). Infecções oportunistas foram comuns, como pneumocistose (9,3%), tuberculose (2,7%) e citomegalovírus (2,2%). Os fatores associados a mortalidade foram necessidade de vasopressor (OD 8,13, IC 2,83-23,35, p < 0,001), ventilação mecânica invasiva (OD 3,87, IC: 1,29-11,66, p =0,016) e SAPS3 (OD 1,04, IC 1,0-1,08, p =0,045). Conclusão. Pneumonia bacteriana foi a principal causa de insuficiência respiratória aguda com necessidade de cuidados intensivos, seguida por edema agudo de pulmão. Necessidade de vasopressor, ventilação mecânica invasiva e SAP3 foram associados à mortalidade.

Transplante de Rim;Insuficiência Respiratória;Unidades de Terapia Intensiva.
Objective. To identify the factors associated with mortality in TxR and TxRP patients admitted to the intensive care unit with respiratory failure, describing the epidemiological characteristics of the patient TxR and TxRP Methods. This retrospective study evaluated adult patients with acute respiratory failure admitted to the intensive care unit (ICU) of a center with high volume of transplants from August 2013 to August 2015. Demographic, clinical, and transplant characteristics were analyzed. Multivariate logistic regression analysis was performed to identify factors associated with hospital mortality. Results. 183 patients were included with age of 55.32 + 13.56 years. 126 (68.8%) were deceased-donor transplant, and 37 (20.2%) patients had previous history of rejection. The ICU admission SAPS3 and SOFA score were 54.39 ± 10.32 and 4.81 ± 2.32, respectively. The main cause of hospitalization was community-acquired pneumonia (18.6%), followed by acute pulmonary edema (15.3%). Opportunistic infections were common: PCP (9.3%), tuberculosis (2.7%), and cytomegalovirus (2.2%). Factors associated with mortality were requirement for vasopressor (OD 8.13, CI 2.83 to 23.35, p <0.001), invasive mechanical ventilation (OD 3.87, CI: 1.29 to 11.66, p = 0.016), and SAPS3 (OD 1.04, CI 1.0 to 1.08, p = 0.045). Conclusion. Bacterial pneumonia is the leading cause of acute respiratory failure requiring intensive care, followed by acute pulmonary edema. Requirement for vasopressor, invasive mechanical ventilation and SAP3 were associated with hospital mortality.
Kidney Transplantation;Respiratory Insufficiency;Intensive Care Units
1
49
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
CUIDADO CLÍNICO DE ENFERMAGEM E SAÚDE (CCDES)
INTERVENÇÃO PARA MELHORIA DA ADESÃO A TRATAMENTOS CRÔNICOS DE PACIENTES TRANSPLANTADOS

Banca Examinadora

BARTIRA DE AGUIAR ROZA
Não
Nome Categoria
MARIANA RODRIGUES GAZZOTTI Participante Externo
LUCIANA COELHO SANCHES Participante Externo
LUCIANA DIAS CHIAVEGATO Participante Externo

Vínculo

CLT
Outros
Outros
Sim