Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
MEDICINA VETERINÁRIA (PATOLOGIA E CIÊNCIAS CLÍNICAS) (31002013016P8)
Esterilização cirúrgica masculina minimamente invasiva com o emprego da criocirurgia em ovinos (Ovis aries)
PHILLIPE BAUER DE ARAUJO DORIA
TESE
26/01/2016

Dória, Phillipe Bauer de Araújo. Esterilização Cirúrgica Masculina Minimamente Invasiva com o Emprego da Criocirurgia em Ovinos (Ovis aries). 2016. 107f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária, Patologia e Ciências Clínicas). Instituto de Veterinária, Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2016. O presente estudo visa o desenvolvimento de técnica cirúrgica minimamente invasiva com o emprego da criocirurgia que proporcione a esterilização de carneiros para diferentes fins. Foram utilizados 18 ovinos, mestiços Santa Inês x Dorper, machos, inteiros, púberes, com idade entre 8 e 12 meses e circunferência escrotal maior ou igual a 25 cm, mantidos em confinamento. Os animais foram submetidos a pesagem, avaliação clínica, hematológica, ultrassonografia de testículo/epidídimo e cordão espermático, exame andrológico, dosagem de testosterona sérica e teste de libido. Após serem considerados aptos, foram divididos em dois grupos experimentais, com nove animais cada, denominados GRUPO TESTE (GT) e GRUPO CONTROLE (GC). A técnica cirúrgica aplicada nos pacientes do (GT) consistiu da transfixação da cauda do epidídimo com agulha hipodérmica estéril descartável 0,80 x 40mm, 21G x 1 ½, no sentido latero medial, estando esta acoplada a um circuito composto por adaptador de aço inox ligado um tubo de borracha flexível de 15cm de comprimento, 7,05mm de diâmetro e lúmen de 4,50mm, conectado a aparelho Cryogun CryAc, recebendo então a aplicação de dois ciclos de congelamento / descongelamento, pelo tempo de 60 segundos / 45 segundos respectivamente, repetindo-se o procedimento no órgão contralateral. No GC procedeu-se apenas a transfixação da cauda do epidídimo conforme descrito previamente, aguardando-se pelo mesmo intervalo de tempo que no GT, sem a realização da criocirurgia. Os animais foram acompanhados por um período de 33 dias, repetindo-se ao final desta etapa todos os exames realizados antes da intervenção cirúrgica, seguidos de orquiectomia para obtenção das peças contendo os testículos, epidídimos e túnicas para avaliação macroscópica e posterior análise histopatológica das lâminas coradas por Hematoxilina e Eosina em microscopia óptica. O espermograma realizado aos 33 dias revelou azoospermia em seis dos nove carneiros do GT, não tendo sido observado este quadro em nenhum dos ovinos do GC. As analises estatísticas não evidenciaram alterações significativas para peso corporal, perímetro escrotal e libido dos animais do GT. As dosagens de testosterona sérica antes e após a realização da técnica proposta no GT situaram-se dentro da curva. O exame ultrassonográfico do GT não evidenciou alterações no parênquima testicular, demonstrando porém alterações na forma e aumento das dimensões da cauda do epidídimo, com ecotextura heterogênea e a presença de cavidades císticas ocupando uma grande área da cauda do epididimo, com conteúdo homogêneo hipoecóico em seu interior. A microscopia revelou alterações nos testículos em oito animais do GT com túbulos seminíferos contraídos, vacuolização difusa de células germinativas, ausência de células da linhagem espermática, redução na produção de espermatozoides e presença de espermatozoides mortos, notou-se na cauda do epidídimo o extravazamento de sêmen para o interstício, com a formação de granuloma espermático, fibrose adjacente, além da presença de grandes vacúolos com estase de espermatozoides no seu interior e espessamento das túnicas em alguns pacientes. Concluímos que a técnica proposta no GT mostrou-se segura, rápida, de fácil execução, baixo custo, minimamente invasiva e isenta da ocorrência de complicações pós-operatórias, proporcionando a esterilização de seis dos nove carneiros avaliados no período de 33 dias.

castraçao;epididimo;cirurgia veterinaria
DÓRIA, Phillipe Bauer de Araújo. Minimally invasive surgical male sterilization with the use of cryosurgery in sheep (Ovis aries). 2016. 107p. Thesis (Doctor Science in Veterinary Medicine, Pathology and Clinical Sciences). Veterinary Institute, Graduate Program in Veterinary Medicine, Federal University of Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2016. The current study aims to develop a minimally invasive surgical technique with the use of cryosurgery that provides sterilization of sheep for different purposes. It was used eighteen rams, half blood Santa Inês x Dorper, pubescent, with aged between 8 and 12 months and scrotal circumference greater than or equal to 25 cm, kept in confinement. The animals were weighed, clinical and hematological tests were done. By ultrasonographic, testes, epididymides and spermatic cords were evaluated and was made breeding soundness examination, serum testosterone dosage and libido test. After being considered suitable, were divided into two groups, with nine animals each group: TEST GROUP (TG) and CONTROL GROUP (CG). The surgical technique in TG consisted in the transfixing of the tail of the epididymis in the medial latero direction, with sterile and disposable hypodermic needle of 0.80 x 40mm, 21G x 1 ½, is being coupled to a circuit composed of stainless steel adapter attached to a flexible rubber tube with 15 cm in length, diameter of 7,05mm and 4,50mm of lumen, connected to unit Cryogun CryAc, then receiving the application of two cycles of freeze / thaw, by time of 60 / 45 seconds respectively by repeating the procedure on the contralateral organ. In CG proceeded only epididymis tail transfixion as previously described, without cryosurgery, waiting for the same time interval as in TG. The animals were observed for a period of 33 days, repeating to the end of this stage all tests performed before surgery, followed by orchiectomy to obtain the testis, the epididymides and tunics for macroscopic and histological in stained laminas by hematoxylin and eosin observed in optical microscopy. Semen analysis performed at 33 days revealed azoospermia in six of the nine sheep allocated in TG which was not observed in CG sheep. The statistical analysis showed no significant changes in body weight, scrotal circumference and libido of TG animals. Serum testosterone measurements before and after the procedure in TG were within the curve. Ultrasonography in the TG showed no changes in the testicular parenchyma, however demonstrating changes in the shape and increased epididymal tail dimensions with heterogeneous echo texture and the presence of cystic cavities occupying a large area of the epididymis tail, with hypoechoic homogeneous content inside. Microscopy revealed changes in the testicles of eight TG animals as contracted seminiferous tubules, diffuse vacuolation of germ cells, absence of sperm cells in the lineage, reduction in sperm production and the presence of sperm cells dead. It was noted in the epididymal tail semen extravasation into the interstitial space, with the formation of spermatic granuloma, adjacent fibrosis, and the presence of large vacuoles with stasis of the sperm cells inside and thickening of the coats in some patients. It concludes that the proposed technique in TG is safe, fast, easy to perform, with low cost, minimally invasive and free of the occurrence of postoperative complications, providing sterilization of six of the nine sheep evaluated in the 33-day period.
Castration;Epididymis;Veterinary Surgery
1
107
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS CLÍNICAS
CLÍNICA E CIRURGIA DOS ANIMAIS
-

Banca Examinadora

PAULO DE TARSO LANDGRAF BOTTEON
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ANDRE LUIS RIOS RODRIGUES Participante Externo
EDMUNDO JORGE ABILIO Participante Externo
PAULO DE TARSO LANDGRAF BOTTEON Docente - PERMANENTE
VIVIANE ALEXANDRE NUNES DEGANI Participante Externo
MARTA FERNANDA ALBUQUERQUE DA SILVA Docente - COLABORADOR

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim