Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
Entre gaguejos: Hilst, Beckett e os limites da linguagem
WILLIAN ANDRE
TESE
16/09/2016

Este trabalho tem por objetivo propor uma aproximação entre alguns textos de Hilda Hilst e Samuel Beckett, desencadeando uma reflexão sobre o problema filosófico das limitações da linguagem. Nas produções de ambos os autores, são recorrentes situações em que a linguagem empregada se mostra falha, insuficiente, ora por meio de narrativas cujos personagens não conseguem estabelecer comunicação com o contexto que os cerca, ora por meio de tentativas confusas de descrição, que não se completam. A análise comparada visa a comprovar a tese de que existe um teor comum a percorrer certa parcela das literaturas hilstiana e beckettiana, e de que uma reflexão sobre os limites da linguagem se constitui como via de acesso das mais adequadas para a leitura/compreensão de seus textos. Para sustentar tal leitura, propomos uma reflexão que, em termos metafóricos, se traduz na elaboração de uma “poética do gaguejo”. Além do devido suporte crítico sobre as obras dos dois autores, nosso principal referencial teórico-filosófico, baseado na crítica da linguagem, é constituído por Ludwig Wittgenstein, Fritz Mauthner e Friedrich Nietzsche.

Hilda Hilst;Sanuel Beckett;Limites da linguagem
This work aims at proposing na approximation between some pieces of fiction written by Hilda Hilst and Sanuel Beckett, developing a reflection on the philosophical problem os the limits of language. In the literary production of both authors, it is usual to find situations in which language is flawed, insuficiente, sometimes through narratives whose characters are unable to establish communication with the contexto surrounding them, sometimes through confusing and unfulfilled attempts of description. The comparative analysis aims at proving the thesis that a common mood runs a parto f hilstian and beckettian literatures, and that a reflection on the limits of the language constitutes one of the most appropriate paths for the Reading/understanding of their Works. To hold such Reading, we propose a reflection that, metaphorically speaking, constitutes a “poetics of stammer”. Besides the appropriate critical support on the Works of both authors, our main theoretical-philosophical basis, founded on the critique of language, is formed by Ludwig Wittgenstein, Fritz Mauthner and Friedrich Nietzsche.
Hilda Hilst;Sanuel Beckett;Limits of language
1
306
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA BRASILEIRA E OUTRAS LITERATURAS VERNÁCULAS
PRODUÇÕES LITERÁRIAS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS
FIGURAÇÕES DA PAISAGEM NA LITERATURA BRASILEIRA

Banca Examinadora

REGINA CELIA DOS SANTOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
TELMA MACIEL DA SILVA Docente - PERMANENTE
MIGUEL HEITOR BRAGA VIEIRA Docente - PERMANENTE
SIDNEY BARBOSA Participante Externo
LUZIA APARECIDA BERLOFFA TOFALINI Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 37

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim