Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
ESTUDO DO MECANISMO DE AÇÃO DE DERIVADOS DE MONOTERPENOS E DE 3- (AMINOMETIL)NAFTOQUINONAS) NA REPLICAÇÃO IN VITRO DO VÍRUS HERPES SIMPLES TIPO 1
CAMILLY PESTANA RIBEIRO
DISSERTAÇÃO
31/05/2012

A infecção pelo vírus herpes simples tipo-1 (HSV-1) pode causar várias doenças, como infecções cutâneas, genitais e encefalites. O aciclovir é o composto mais utilizado no tratamento dessas infecções. Porém, o aparecimento de cepas HSV-1 resistentes aos antivirais, como o aciclovir (ACV), fazem da busca por novas moléculas, especialmente com diferentes mecanismos de ação, uma constante urgência. Nesse trabalho nós estudamos o mecanismo de ação das substâncias, álcool (POH) e ácido perílico (PA) e dos derivados de aminometilnaftoquinonas na replicação in vitro do vírus herpes simples tipo 1. Células Vero cultivadas com meio DMEM em placa de 96, 24 ou 6 poços foram utilizadas para realização dos ensaios. A linhagem do vírus utilizada foi a linhagem KOS, que não é resistente ao aciclovir. Nossos resultados mostraram que nenhuma das substâncias foi citotóxica para células Vero e todas apresentaram atividade antiviral, com valores de EC50 próximos ou melhores do que o ACV. Porém, não apresentaram atividade virucida, não sendo capazes de inativar a partícula viral. De acordo com o valor do índice de seletividade (S.I.) a substância mais promissora entre os monoterpenos foi o PA (S.I. - 9568,42), e entre os derivados de aminometilnaftoquinonas foi a substância R423 (S.I. - 1525,29). Observamos que as substâncias sintéticas não foram capazes de inibir a bomba de sódio/potássio ATPase celular. As substâncias R423 e R424, que tem radicais cloro ligados a estrutura, podem estar atuando na etapa de pré-tratamento, sendo que a molécula R424 também pode atuar na fase γ do ciclo de multiplicação viral. Já a substância R425 pode estar atuando na etapa de penetração do vírus na célula hospedeira. As análises in silico dos parâmetros ADMET revelaram que as substâncias que apresentam menor risco teórico de mutagenicidade, tumorigenicidade, efeitos irritantes e reprodutivos foram a R423 e a R424. A substância R424 apresentou os maiores valores de drugscore e druglikeness. Após essas análises, podemos concluir que todas as substâncias estudadas possuem um perfil promissor para a continuação dos estudos in vitro e in vivo para o futuro desenvolvimento de derivados com ação antiviral

HSV-1;atividade antiviral;mecanismo de ação;aminometilnaftoquinonas e monoterpenos.
Virus infection by herpesvirus simplex type-1 may cause different diseases, such as cutaneous, genital infections and encephalitis. Acyclovir is the reference compound used in antiviral therapy. With the emergence of drug- resistant strains of HSV against the current antiviral drugs, new antiviral agents, especially those with different modes of action, are urgently needed. In this work, we studied the mechanism of action of perillyl alcohol (POH) and acid (PA), and the aminomethilnaphthoquinones derivatives in the in vitro replicatiton of herpes simplex type 1. Vero cells were grown on 96, 24 or 6 well plaques in DMEM medium. The HSV-1 strain used was KOS, which is sensitive to acyclovir. Our results demonstrate that the substances tested in this work showed higher anti-HSV-1 activity than ACV in the concentration range that were not cytotoxic to Vero cells. However, the substances did not show virucidal activity, so they do not inactivate the viral particule. According to the value of Selective index (S.I.) the most promisor substance between the monoterpenes was PA (S.I. - 9568,42), and among the aminomethilnaphthoquinones derivatives was the substance R423 (S.I. - 1525,29). We observed that the synthetic substances can’t inhibit the activity of the Na+K+ ATPase pump.The substances which have chlorine radical, R423 and R424, may be acting in the pretreatment phase, and that R424 can also act in the γ phase of the viral multiplication cycle. The substance R425 may be affecting penetration of the virus into the host cell. The in silico analysis of ADMET parameters revealed that substances that showed lower theoretical risk of mutagenicity, tumorigenicity, irritant and reproductive effects were R423 and R424. The substance R424 showed the highest values of drugscore and druglikeness. Our data show that all these substances have a promising profile for further in vitro and in vivo assays toward development of new strategies in anti-HSV-1 therapy.
HSV-1;antiviral activity;mechanism of action;aminomethilnaphthoquinones and monoterpenes.
1
94
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
ESTUDO DA ATIVIDADE ANTIVIRAL(ANTI-HSV-1 , ANTI-HIV-1 E ANTI-EBV), CITOTÓXICA E DO MECANISMO DE AÇÃO DE SUBSTÂNCIAS NATURAIS E SINTÉTICAS

Banca Examinadora

IZABEL CHRISTINA NUNES DE PALMER PAIXAO
Sim
Nome Categoria
ANDRE LOPES FULY Docente
SAULO CABRAL BOURGUIGNON Docente
DAVIS FERNANDES FERREIRA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa Produtividade em Pesquisa 12

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Pesquisa
Sim