Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
Das três escritas e uma estética da mutilação: ensaio sobre a expressão literária em meio digital
ENRIQUE VETTERLI NUESCH
TESE
16/02/2016

Este trabalho é uma especulação acerca da história da forma e dos modos de se perceber a literatura em meio digital. A tese parte da constatação de que a sucessão dos desenvolvimentos das tecnologias digitais ensejou transformações nos modos de construir e ler as obras literárias em meio digital produzidas ao longo do tempo, de maneira que os sentidos do leitor viram-se envolvidos em cada vez maior número e intensidade. Face a isto, propõe-se que as tecnologias digitais, pela sua progressiva e constante pervasão do cotidiano, tornou possível a emergência de uma linguagem em meio digital enquanto mais uma faceta da linguagem em geral, e que a literatura em meio digital é o produto de um uso literário dessa linguagem. Desta forma, a partir do pensamento de Giambattista Vico e Maurice Merleau-Ponty, propõe-se que há três grandes formas do uso de tal linguagem, que se arranjam de maneira que jamais existem separadamente, mas apenas alternando a predominância de uma sobre as demais de acordo com as possibilidades materiais dada pelo estado do desenvolvimento das teconologias envolvidas. Assim, propõe-se que a passagem do tempo e as transformações das tecnologias envolvidas na emergência do meio digital deram lugar a usos literários da linguagem em meio digital que ora colocavam uma postura leitora envolvida primordialmente com a palavra, ora envolvida com a visualidade, ora envolvida com as noções corporais de espaço e movimento. Com isto, propõe-se que no último tipo de postura é a corporalidade do leitor – como construída pela incorporação da linguagem em meio digital à existência cotidiana – a qual se torna um dos focos de efeitos estéticos produzidos pelos usos literários da linguagem em meio digital. Entendendo que o meio digital estabeleceu um âmbito de existência, no qual se exerce uma parcela importante da vida, emocional, afetiva, cultural, propõe-se que ele está aberto a todos os influxos da história, em particular, no que interessa para este trabalho, da história da arte. Assim, como um segundo ramo da tese, propõe-se que o uso literário da linguagem em meio digital pode por vezes estabelecer um diálogo com a história da representação do corpo humano mutilado nas artes, estabelecendo para ela uma possível nova faceta: a de dar a sentir ao leitor uma mutilação, por meio do trabalho, por parte dos autores, sobre a corporalidade inerente à existência humana em tempos de digitalização da vida cotidiana. A um tal trabalho é que se chama de uma “estética da mutilação”, e trata-se de assinalar a sua operação em duas obras: Loss of Grasp (2010), de Serge Bouchardon, e Dear Esther (2012), de Dan Pinchbeck.

Literatura Digital;História;Percepção;Corpo;Leitura
This work is a speculation on the history of the form and the modes of perceiving digital literature. The thesis starts from the constatation that the succession of developments in digital technologies has given place to a transformation on the modes of construction and reading of digital literary works in time, in such a manner that the reader’s senses have been involved increasingly in number and intensity. Given this, it is proposed that digital technologies, in its constant and progressive pervasion of every day life, has made possible the emergence of a language of the digital medium as another facet of language in general, and that digital literature is the procuct of the literary use of such language. Thus, from Giambattista Vico’s and Maurice Merleau-Ponty’s thought it is proposed that here are three great forms of that literary use, which arrange themselves in a manner that none of them ever exist separately, but alternating a predominance of one over the others in accordance with material possibilities provided by the development state of the technologies involved. It is then proposed that the passing of time, and the transformations of the involved technologies in the emergence of the digital medium, have given place to literary uses of the language of the digital medium that first posited a reading involved primarily with the word, then involved with visuality, and after with the bodily notions of space and movement. Then, regarding the last of these reading positions, it is proposed that the reader’s bodyness – as constructed by the incorporation of the language of the digital medium to the every day existence – becomes the focus of aesthetic effects produced by the literary uses of the language of the digital medium. With the understanding that the digital medium has established a sphere of existence, one on which an important part of life – emotional, affective, cultural – is exercized, it is proposed that it is open to all of the influxes of History, particularly – with regard to what is of interest for the present work – History of Art. Thus, as a second branch ot the thesis it is proposed that the literary use of the language of the digital medium can eventually dialog with the history of the representation of the mutilated human body in the Arts, doing that in a new possible facet: giving the reader a sense of mutilation, by means of the work of the authors on the bodyness implied by human existence in the age of a digitization of every day life. This kind of work is what is called a “mutilation aesthetics”, and it is showed how it operates by doing a close-reading of two digital literature works: Loss of Grasp (2010), by Serge Bouchardon, and Dear Esther (2012), by Dan Pinchbeck.
Digital Literature;History;Perception;Body;Reading
1
246
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA COMPARADA
INTERMEDIALIDADES E NOVAS FORMAS ARTÍSTICAS
DESAFIOS NAS HUMANIDADES DIGITAIS: HIPERCOLONIALISMO E CONSTRUÇÃO DE BASES DE DADOS LITERÁRIOS

Banca Examinadora

ALAMIR AQUINO CORREA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MIRIAN DONAT Participante Externo
MARTA DANTAS DA SILVA Docente - COLABORADOR
SONIA APARECIDA VIDO PASCOLATI Docente - PERMANENTE
ALCKMAR LUIZ DOS SANTOS Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim