Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
Submissão e subversão: a complexidade dos relacionamentos entre homens e mulheres em alguns contos de Marina Colasanti.
ANGELA SIMONE RONQUI OLIVA
TESE
30/06/2016

Esta tese tem o objetivo de verificar a temática da complexidade dos relacionamentos entre homens e mulheres, presente em alguns contos de Marina Colasanti, escritora contemporânea da literatura brasileira. Parte-se da premissa que a autora, durante quarenta anos de produção literária (1975-2015) percorre, reiteradamente, esse tema em sua produção contística. Sendo assim, a fundamentação teórica da pesquisa foi baseada em estudos acerca da relação entre homens e mulheres, principalmente, na História, na Psicologia e na Sociologia, com o intuito de buscar subsídios para que se pudesse compreender os vínculos afetivos entre homens e mulheres e, posteriormente, corroborá-los as análises dos contos de Colasanti, que constituem o corpus ficcional do trabalho. Nesse sentido, as teorias de Alves & Pitamguy, Bauman, Beauvoir, Bourdieu, Del Priore, Duarte, Foucault, Freyre, Oliveira, Rocha-Coutinho, Touraine, Xavier, entre outros, foram determinantes para a contextualização teórica desse estudo. Ao longo de quatro décadas, Colasanti representa, artisticamente, diversos tipos de relacionamentos entre as figuras feminina e masculina nos quais há, em alguns deles, uma relação de domínio masculino e, consequentemente, submissão e passividade femininas. Em outros, pode-se notar que as personagens têm consciência de que seus relacionamentos com os companheiros estão fadados à infelicidade, entretanto, por comodidade ou pelo impedimento por parte do homem, elas não conseguem se livrar deles. Finalmente, há, em alguns contos, uma certa mudança nos papéis dos gêneros, visto que relacionamentos mais libertários são tematizados, nos quais são colocados à tona a sexualidade e o desejo femininos que, historicamente, no contexto da sociedade patriarcal do ocidente, foram proibidos ou recriminados. Ao final, sendo o texto literário uma possibilidade de representação social, esperamos ter demonstrado que Marina Colasanti, por meio de seus contos carregados de simbologia, põe em cena variados tipos de relacionamentos entre homens e mulheres, não seguindo nenhuma evolução histórico-cronológica, fato este que pode confirmar que, na contemporaneidade, estes diversos tipos de relações ainda se encontram presentes.

Marina Colasanti;Contos;Relacionamentos;Homens;Mulheres
This thesis has the objective of verifying the theme about the complexity in the relationships between women and men, presented in some short stories by Marina Colasanti, contemporary writer of Brazilian Literature. It starts from the idea that this writer, during forty years of her literacy production (1975-2015), she follows, in a reiterated way, this theme. In this direction, the theorical base of the research was based in studies about the relationship between men and women, mainly, in History, Psychology and Sociology. The intention is to find subsidies to understand the affective bounds involving men and women and, after that, to give support for the literary analysis of the short stories by Colasanti, which constitute the fictional corpus of this study. Thus, Alves & Pitanguy, Bauman, Beauvoir, Bourdieu, Del Priore, Duarte, Foucault, Freyre, Oliveira, Rocha-Coutinho, Touraine, Xavier, and other theoreticians are essential to the theorical contextualization of this thesis. Over four decades, Colasanti represents, in an artistic manner, several types of relationships between male and female figures, in which there are, in some of them, the male domain and, consequently, the feminine submission and passivity. In others, we can notice that the female characters are aware of their relationship with their partners is going towards the unhappiness, however, because of convenience or because they are prevented by the man, the women can not be freed from it. Finally, there are, in some short stories, a kind of change in gender roles, since more libertarian relations are showed, in which the feminine sexuality and desire that were, in the context of the patriarchal society in the West, historically forbidden or recriminated, are evinced. At the end of the thesis, knowing that the literary text can be a possibility of social representation, we hope we could represent that Marina Colasanti, through her short stories, full of symbolism, shows different types of relationships between men and women. Besides that, she does not follow any chronological and historic evolution, what confirms that, in contemporary societies, these several kinds of relations are still found at present time.
Marina Colasanti;Short stories;Relationships;Men;Women
1
211
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA BRASILEIRA E OUTRAS LITERATURAS VERNÁCULAS
-
CENAS URBANAS NA LITERATURA BRASILEIRA PÓS 1950

Banca Examinadora

REGINA CELIA DOS SANTOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ALAMIR AQUINO CORREA Docente - PERMANENTE
MARCIO ROBERTO PEREIRA Participante Externo
WILMA DOS SANTOS COQUEIRO Participante Externo
SUELY LEITE Docente - PERMANENTE

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim