Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
ESTILHAÇOS COTIDIANOS: A FICÇÃO DE FERNANDO BONASSI
NATASHA FERNANDA FERREIRA ROCHA
DISSERTAÇÃO
01/08/2016

Esta investigação tem como objetivo analisar uma parte da ficção de Fernando Bonassi. Inserido no campo da literatura contemporânea, o autor paulistano atende a uma série de características, elencadas pela crítica especializada, que correspondem à arquitetura das manifestações artísticas atuais. Uma literatura rápida, por vezes fragmentada, que busca apresentar a relação de um sujeito subjugado a seu tempo e seu espaço. Espaço esse predominantemente urbano e sufocante, imerso em uma rapidez lancinante. Assim, tem-se como corpus para as análises literárias duas obras representativas de seu projeto narrativo, os romances: Súburbio, publicado originalmente em 1994, e O menino que se trancou na geladeira, lançado no ano de 2004. Como objetivo, busca-se analisar ambas as obras por três segmentos principais – espaço, opressão/silenciamento e violência – e pensar nas razões para que a representação do espaço e o trabalho estético com a linguagem, forma e conteúdo tenham sido figurados de uma forma tão distinta nesse espaço de um decênio entre as duas publicações. Metodologicamente, a pesquisa se deu a nível bibliográfico, amparados principalmente nos estudos de Karl Erik Schøllhammer (2011, 2013) e Beatriz Resende (2008) quanto às considerações acerca da literatura brasileira contemporânea; Giorgio Agamben (2009) e Anne Cauquelin (2005) sobre contemporaneidade e arte; Zygmunt Bauman (2001, 2008) no trato com os problemas sociais da atualidade. Para a reflexão acerca da violência, um dos eixos principais deste trabalho, recorreu-se aos textos de Yves Michaud (1989) e Slavoj Žižek (2014). Os resultados comprovam que Bonassi tenta, em sua literatura, refletir amplamente sobre o espaço da cidade e das relações sociais que nele se constroem e por ele são construídas. Faz da figuração da violência e da infelicidade humana peças constituintes de seu projeto literário. A exposição do embrutecimento dos homens e mulheres, focalizada a partir da comparação de duas obras tão distintas, mas com pontos de contato, é o instrumento utilizado pelo autor para a análise crítica do corpo social.

Literatura brasileira contemporânea;Fernando Bonassi;Violência;Cidade;Realismo
This research’s objective is analysing a part of the fiction of Fernando Bonassi. Inserted in the field of contemporary literature, the paulistano writer meets a number of characteristics, listed by crytics, that match the architecture of current artistic events. A quick literature, sometimes fragmented, which seeks to present the relashionship of a subject subjugated to it’s own time and space. This space being predominantly urban and suffocating, immersed in a searing speed. Thus, it has as corpus for literary analyzes two representative works of its narrative project, the novels: Subúrbio, originally published in 1994, e O menino que se trancou na geladeira, released on 2004. The objective is to analyze both works by three main segments – space, oppression/silencing and violence – and think about the reasons for which the representation of space and the aesthetic work with language, form and content have been figured in such a different way in this space of a decade between the two publications. Methodologically, the research was developed in the bibliographic level, supported mainly is studies of Karl Erik Schøllhammer (2011, 2013) and Beatriz Resende (2008) as the considerations of contemporary Brazilian literature; Giorgio Agamben (2009) and Anne Cauquelin (2005) about contemporaneity and art; Zygmunt Bauman (2001, 2008) in the dealing with the social problems of our time. For the refletion about the violence, one of the main axes of this work, it appealed to the texts of Yves Michaud (1989) and Slavoj Žižek (2014). The results show that Bonassi tries, in his literature, to reflect broadly about the space of the city e the social relationships that are built on it and for it is built. He makes the figuration of violence and the human unhappiness constituent part of his aesthetic design. The exposition of the brutalization of men and women, focused from the comparison of two so disctinct works, but with touchpoints, it’s the instrument used by the author to the critical analysis oh the social body.
Contemporary Brasilian literature;Fernando Bonassi;Violence;City;Realism
1
117
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA BRASILEIRA E OUTRAS LITERATURAS VERNÁCULAS
-
A representação da violência na literatura brasileira contemporânea

Banca Examinadora

VANDERLEIA DA SILVA OLIVEIRA
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
ROGERIO CAETANO DE ALMEIDA Participante Externo
FREDERICO AUGUSTO GARCIA FERNANDES Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado GM e Doutorado GD 19

Vínculo

CLT
Outros
Outros
Sim