Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
BIOLOGIA QUÍMICA (33009015071P9)
EFEITO DO TRATAMENTO COM EXTRATO DE GINKGO BILOBA SOBRE A SINALIZAÇÃO INSULINICA E INFLAMATORIA EM TECIDO ADIPOSO DE RATOS COM OBESIDADE INDUZIDA PELA DIETA
BRUNA KELLY SOUSA HIRATA
DISSERTAÇÃO
06/03/2014

Bruna Kelly Sousa Hirata - Efeito do tratamento com extrato de Ginkgo biloba sobre a sinalização insulínica e inflamatória em tecido adiposo de ratos com obesidade induzida pela dieta – Março 2014 Resumo A obesidade é uma doença crônica com alta incidência mundial e associada ao desenvolvimento de alterações metabólicas, dentre as quais se destacam a resistência à insulina e o diabetes Mellitus tipo 2. O desenvolvimento da resistência está associado com a ativação de fatores inflamatórios, os quais impedem a sinalização insulínica. Desta forma, é necessário encontrar intervenções que possam melhorar a sensibilidade à insulina. O extrato de Ginkgo biloba (EGb) é um dos fitoterápicos mais utilizados pela população mundial. Estudo demonstrou que o EGb foi capaz de melhorar a sensibilidade à insulina e estimular as etapas da via de sinalização deste hormônio no músculo gastrocnêmio. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação do EGb sobre o tecido adiposo em resposta à resistência à insulina decorrente da obesidade. Para isso, ratos com obesidade induzida pela dieta hiperlipídica foram tratados por 14 dias com 500mg/Kg de EGb, via gavagem. Ao término do tratamento, foi possível verificar que o EGb promoveu aumento da fosforilação de IR, IRS-1 e Akt, além de estimular a expressão gênica de Adipo R1. O EGb também atuou diminuindo a fosforilação de NF-κB p65 e o tamanho dos adipócitos. Os resultados obtidos sugerem que o EGb apresenta grande potencial como agente atenuador da resistência à insulina proveniente da obesidade, especialmente em indivíduos obesos resistentes em aderir a um programa de reeducação alimentar. Palavras-chave: Ginkgo biloba; resistência à insulina; obesidade; tecido adiposo; inflamação.

Ginkgo biloba; resistência à insulina; obesidade; tecido adiposo; inflamação.
Abstract Obesity is a chronic disease with worldwide incidence, associated with development of metabolic disorder, such as insulin resistance and diabetes Mellitus type 2. It has been suggested that the development of obesity-related insulin resistance is associated to an inflammatory status. In this context, it is highly desirable to discover new therapies to improve insulin sensitivity. The Ginkgo biloba Extract (GbE) is one of the most widely used herbal medicines by the population. Our previous study has demonstrated that GbE was able to improve both insulin sensitivity and signaling pathway. Therefore, the aim of this study was to evaluate the effect of GbE on insulin resistance in adipose tissue of diet-induced obese rats. For this purpose, rats were fed with high fat diet for 2 months and thereafter, they were treated during 14 days with 500mg/kg of GbE. The GbE treatment significantly increased Adipo R1 gene expression and IR, IRS-1 and Akt phosphorylation, while it reduced NF-κB p65 phosphorylation and adipocyte size. The data described above suggest that GbE might have potential as a therapy to prevent or treat obesity-related metabolic complications, especially for obese subjects resistant to adhere to a nutritional education program. Keyword: Ginkgo biloba, insulin resistance, obesity, adipose tissue, inflammation.
Ginkgo biloba, insulin resistance, obesity, adipose tissue, inflammation.
01
85
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

Contexto

BIOLOGIA QUÍMICA
BIOLOGIA DE SISTEMAS
MECANISMOS QUÍMICOS, ANÁLISE DE PRODUTOS E BIOMARCADORES DE DISTÚRBIOS DO METABOLISMO

Banca Examinadora

MONICA MARQUES TELLES
Sim
Nome Categoria
FERNANDA LASAKOSVITSCH CASTANHO Participante Externo
KELSE TIBAU DE ALBUQUERQUE Participante Externo
LILA MISSAE OYAMA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 24

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim