Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ
Ciências Ambientais (33021015012P5)
MUDANÇA DA PEGADA HÍDRICA EM FUNÇÃO DA TRANSFORMAÇÃO DO USO DA TERRA DA PECUÁRIA PARA A EUCALIPTOCULTURA NA UGRHI 2
ANDRE LUIZ REZENDE FERREIRA
DISSERTAÇÃO
24/01/2014

A visualização da água incorporada nos produtos é importante para se quantificar o impacto do consumo e do comércio no uso dos recursos hídricos. Este trabalho teve como objetivo estimar a pegada hídrica (PH) voltada à pecuária bovina e à eucaliptocultura no vale do Paraíba Paulista. Além disso, fez-se uma projeção da expansão da transformação do uso da terra da pecuária bovina para a eucaliptocultura e uma análise do que essa transformação representaria em termos de consumo de água. Tanto a pecuária quanto a eucaliptocultura são de grande importância socioeconômica para a região do Vale do Paraíba Paulista, a primeira porque a região é uma importante bacia leiteira do estado de São Paulo, e a segunda atividade tem crescido acentuadamente provocando questionamentos sobre a sustentabilidade ambiental da região, principalmente no que concerne aos recursos hídricos. A região de estudo faz parte da UGRHI 2 (Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos), com regime pluviométrico em torno de 35,60 m³.ha־¹.dia־¹, os resultados revelaram que a estimativa da PH da pastagem foi de 12.868.315,20 m³.dia־¹ com disponibilidade hídrica de 1.814.762,40 m³.dia־¹. A PH da pecuária foi de 12.890.013,38 m³.dia־¹ com disponibilidade hídrica de 1.793.064,22 m³.dia־¹. A PH da eucaliptocultura foi de 3.543.908,64 m³.dia־¹ com disponibilidade hídrica de 240.228,96 m³.dia־¹. A PH da eucaliptocultura foi de 3.543.908,64 m³.dia־¹ mais a PH do papel derivado da celulose do eucalipto igual a 148.998,64 m³.dia־¹ totalizou 3.692.907,28 com disponibilidade hídrica de 91.230,32 m³.dia־¹. Para a projeção no avanço dos plantios de eucalipto projetou-se um limite de expansão de até 20% da área da UGRHI 2, projeção esta sobre a pastagem, representada pelas áreas A (projeção da eucaliptocultura sobre a pastagem) e B (pastagem menos a projeção da eucaliptocultura). A PH da área A foi de 9.461.651,95 m³.dia־¹, com disponibilidade hídrica de 641.371,73 m³.dia־¹. A PH da área A mais a sua PH do papel igual a 397.801,80 m³. dia־¹ foi de 9.859.453,75 m³.dia־¹ com disponibilidade hídrica de 243.569,93 m³.dia־¹. A PH da pastagem da área B foi de 1.814.762,40 m³.dia־¹ disponibilidade hídrica de 1.033.776,48 m³.dia־¹. A PH da pecuária da área B foi de 7.342.747,05 com disponibilidade hídrica de 1.021.444,47 m³.dia־¹.

Pegada Hídrica, Pecuária, Silvicultura, Papel, Consumo.
The preview of the embedded water in products is important to quantify the impact of consumption and trade in the use of water resources. This study aimed to estimate the water footprint (PH) focused on cattle ranching and eucalyptus in Paulista Paraíba valley. In addition, there was a projection of the expansion of the transformation of land use from cattle ranching to Eucalyptus and an analysis of what this transformation would represent in terms of water consumption. Any livestock as eucalypts are of great socio-economic importance to the region of Vale do Paraíba Paulista, the first because the region is an important dairy region of São Paulo, and the second activity has grown sharply provoking questions about the environmental sustainability of region, especially with regard to water resources. The study area is part of UGRHI 2 (Units Basin Water Resources Management), with Rainfall Regime around 35.60 m³.ha־¹.day־¹, the results revealed that the estimated PH of the pasture was 12,868 .315,20 m³.dia־¹ of water availability 1,814,762.40 m³.dia־¹. PH livestock was 12,890,013.38 m³.dia־¹ of water availability 1,793,064.22 m³. The PH of eucalypts was 3,543,908.64 m³.dia־¹ with water availability of 240,228.96 m³.dia־¹. The PH of eucalypts was 3,543,908.64 m³.dia־¹ plus PH paper derived from Eucalyptus pulp equal to 148,998.64 m³.dia־¹ amounted to 3,692,907.28 of water availability 91230.32 m³.dia־¹. To project the advancement of eucalyptus plantations designed a limit expansion of up to 20% of the area of UGRHI 2, this projection on the grassland, represented by areas A (projection of eucalypts on the pasture) and B (less grazing projection of eucalypts). PH The area was 9,461,651.95 m³.dia־¹, with water availability of 641,371.73 m³.dia־¹. The PH of the area's more your PH paper equals 397,801.80 m³.dia־¹ was 9,859,453.75 m³.dia־¹ with water availability of 243,569.93 m³.dia־¹. The PH of the pasture area B was 1,814,762.40 m³.dia־¹ of water availability 1,033,776.48 m³.dia־¹. PH livestock area B was 7,342,747.05 to 1,021,444.47 m³.dia־¹ of water availability.
Water footprint, Livestock, Forestry, Consumption
único
56
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ

Contexto

CIÊNCIAS AMBIENTAIS
COMPOSIÇÃO E PROCESSOS ESTRUTURANTES DE BACIAS HIDROGRÁFICAS
AVALIAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA DE BACIA HIDROGRÁFICAS

Banca Examinadora

GETULIO TEIXEIRA BATISTA
Sim
Nome Categoria
MARCELO DOS SANTOS TARGA Docente
ANTONIO CARLOS DA FONSECA BRAGANCA PINHEIRO Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim