Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MEDICINA (RADIOLOGIA CLÍNICA) (33009015029P2)
Concordância Entre Radiologistas na Quantificação de Bronquiectasias Pela Tomografia Computadorizada de Alta Resolução
MILENE CARNEIRO BARBOSA DE BRITO
DISSERTAÇÃO
26/11/2014

OBJETIVOS: Avaliar a concordância entre radiologistas na quantificação de bronquiectasias pela TCAR. MÉTODOS: Foram avaliadas TCARs de 43 pacientes com bronquiectasias. Os achados foram graduados segundo um escore e os valores de kappa e concordância geral foram calculados. RESULTADOS: Para o tamanho e aparência das bronquiectasias houve concordância moderada inter (k=0,45 e k=0,43, respectivamente) e intraobservador (k=0,54 e k=0,47, respectivamente). Para a presença de impactação mucoide a concordância foi mediana (central: concordância geral de 68,3% inter e k=0,39 intraobservador; periférica: k=0,34 inter e k=0,35 intraobservador). Para espessamento brônquico a concordância foi mediana (k=0,21 inter e k=0,30 intraobservador). Na análise de opacidades, vidro fosco e cistos/bolhas a concordância foi mediana (k=0,39, concordância geral de 64,3% e k=0,47 inter e concordância geral de 71,9%, k=0,24 e k=0,44 intraobservador). Após a análise qualitativa dos achados de bronquiectasias na TCAR realizamos um escore final para cada paciente, com excelente correlação entre os observadores (coeficiente de correlação intraclasse de 0,85 inter e 0,81 intraobservador). CONCLUSÃO: Os achados tomográficos de bronquiectasias possuíram uma concordância regular entre os observadores. Na análise final dos achados, observamos uma excelente correlação entre os observadores e na avaliação do mesmo observador.

Bronquiectasias, Pulmão, Tomografia Computadorizada por Raios X, Variações Dependentes do Observador.
vOBJECTIVES: To determinethe agreement on the quantification of HRCT. METHODS: HRCT scans of 43 patients with bronchiectasis were analyzed by two radiologists. Findings were graded with a score, and kappa values and overall agreement were calculated. RESULTS: Measurement and appearance of bronchiectasis showed moderate interobserver (k = 0.45 and k = 0.43, respectively) and intraobserver agreement (k = 0.54 and k = 0.47, respectively). Agreement on the presence of mucous plugging was fair(central distribution: overall interobserver agreement of 68.3%, k = 0.39 for intraobserver agreement; peripheral distribution: k = 0.34 and k = 0.35 for inter- and intraobserver agreement, respectively) and forperibronchial thickening (k = 0.21 and k = 0.30 for interand intraobserver agreement, respectively). Agreement on the detection of opacities, ground-glass areas, and cysts/bullae was fair (k = 0.39, overall agreement of 64.3%, and k = 0.47 for interobserver agreement, and overall agreement of 71.9%, k = 0.24, and k = 0.44for intraobserver agreement, respectively). After qualitative analysis of the findings of bronchiectasis on HRCT, the total score for each patient was calculated, showing excellent correlation between observers (intraclass correlation coefficient of 0.85 for interobserver agreement and of 0.81 for intraobserver agreement). CONCLUSION: HRCT findings of bronchiectasis showed fair agreement between observers. After final analysis of the findings using the proposed score, we observed an excellent inter- and intra-observer correlation.
Bronchiectasis, Lung, Computed Tomography, X-Ray, Observer Variation.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM E TERAPIA EM MEDICINA INTERNA
AVALIAÇÃO POR IMAGEM DAS DOENÇAS BRONCOPULMONARES

Banca Examinadora

GUSTAVO DE SOUZA PORTES MEIRELLES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DANTE LUIZ ESCUISSATO Participante Externo
JOAO MARCOS SALCE Participante Externo
EDSON DOS SANTOS MARCHIORI Participante Externo
ARTHUR SOARES SOUZA JUNIOR Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Sim