Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
LETRAS (23002018004P7)
METADISCURSO MULTIMODAL DE VERBETES EM DICIONÁRIOS ESCOLARES DA LÍNGUA PORTUGUESA
ZILDA MARIA DUTRA ROCHA
DISSERTAÇÃO
27/09/2016

Atualmente as questões sobre o léxico estão cada vez mais em ênfase e isso se dá devido às preocupações de linguistas, professores e estudiosos da área da lexicografia, lexicologia, além de outras afins, que buscam respostas tantopara as inquietações acadêmicas quanto sobre como auxiliar o aluno ou outros consulentes no seu trato com as palavras. Este trabalho tem como objetivo geral analisar de que maneira as funções metadiscursivas se atualizam nos diversos recursos semióticos inerentes aos verbetes de dois dicionários escolares de Língua Portuguesa. Para a investigação do metadiscurso consideramos apenas a sua dimensão interativa, isto é, os elementos que organizam o conteúdo do texto preocupando-se com os conhecimentos, as necessidades e a receptividade de seu público. Para analisar as categorias metadiscursivas que constam nos verbetes lexicográficos, utilizamos como base os modelos classificatórios de Moraes (2005), Hyland (2007) e também os estudos de Fechine (2012, 2013). Para analisar o conteúdo dos verbetes quanto a seus aspectos multimodais, tomamos como referencial os estudos de Kress e van Leeuwen (1996; 2006). Focamos em dois elementos de sua metafunção composicional, abordados na Gramática do Design Visual, a saliência e o enquadramento (framing). Ainda abordamos inicialmente a Lexicografia, pois trata-se da área que apresenta nosso objeto de estudo, o dicionário, e para essa abordagem buscamos as bases teóricas de Porto Dapena (2002), Medina Guerra (2003), Welker (2004), Rangel (2006) e Pontes (2009). Os dois dicionários foram analisados em sua microestrutura. Analisamos 26 amostras de verbetes, sendo 11 do Aurélio Júnior (AJ) e 15 do Dicionário Didático (DD). Não só observamos na microestrutura os elementos diferenciadores de paradigmas, como também examinamos formas verbais e visuais de esclarecimento do conteúdo das definições e dos exemplos de uso. Constatamos que recursos visuais diversos atuam nesse âmbito, tais como cores, recursos tipográficos, símbolos, sinais de pontuação e enquadres. Afirmamos então que o metadiscurso multimodal dos dicionários analisados é construído por várias semioses, e que não só as imagens dos dicionários compõem a sua semioticidade, mas também todos os recursos verbais e não verbais (visuais) possíveis nesse tipo de texto, conferindo-lhe sentido, além de que esses dicionários apresentam uma elaboração de seus conteúdos considerando os níveis de aprendizado do estudante para o qual estão indicados.

Escolar;Verbete;Metadiscurso;Multimodalidade
Currently the questions about lexicon are increasingly emphasized, this is due to the concerns of linguists, professors and scholars in the lexicology and lexicography field, among others, who seek answers to the academic concerns, and how to assist the student or other consultants in their treatment with the words. This paper aims to analyze how the metadiscursive functions are updated in the various semiotic resources inherent to the entries of two portuguese language school dictionaries. For this metadiscourse investigation we consider only its interactive dimension, it is, the elements that organize the content of the text caring about the knowledge, the needs and the receptivity of the public. To analyze the metadiscursive categories contained on the lexicographic entries, we use as basis the classificatory models of Moraes (2005) Hyland (2007), as well as the Fechine (2012, 2013) studies. To analyze the entries content in terms of their multimodal aspects, we take as reference the studies by Kress and van Leeuwen (1996; 2006), focusing on two elements of their compositional metafunction, mentioned in the Visual Design Grammar, projection and framing. Also, firstly we discuss the Lexicography, since it is the area that presents our object of study, the dictionary, and for this approach we seek Porto Dapena (2002), Medina Guerra (2003), Welker (2004), Rangel (2006) and Pontes (2009) theoretical basis. The two dictionaries were analyzed in their microstructure. We analyzed 26 samples of entries, that are 11 of Aurélio Júnior (AJ) and 15 of Dicionário Didático (DD). We observe in the microstructure the differentiators elements of paradigms, as well as we examined verbal and visual forms of clarification of the definitions content and use examples. We have seen that various visual resources work in this field, such as colors, typographic features, symbols, punctuation marks and frames. We conclude that the multimodal metadiscourse of the analyzed dictionaries is constructed of several semiosis, and not only the dictionaries images make up their semioticity, but also all verbal and non-verbal (visual) resources possible in this text type, bringing meaning to him, moreover these dictionaries present an elaboration of their contents considering the student levels of learning for which they are indicated.
School Dictionary;Entry;Metadiscourse;Multimodality
1
117
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

ESTUDOS DO DISCURSO E DO TEXTO
TEXTO E CONSTRUCAO DE SENTIDOS
Verbete lexicográfico, Multimodalidade e Estilo: uma abordagem semiótica

Banca Examinadora

ANTONIO LUCIANO PONTES
Sim
Nome Categoria
MARIA MARGARETE FERNANDES DE SOUSA Participante Externo
MARCOS NONATO DE OLIVEIRA Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim