Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS VETERINÁRIAS (31002013003P3)
Angiostrongylus cantonensis (Nematoda): ESTUDO COMPARATIVO DOS EFEITOS DA INFECÇÃO SOBRE O METABOLISMO DE Biomphalaria straminea E Biomphalaria tenagophila (Mollusca) MARIANA GOMES LIMA 2016
MARIANA GOMES LIMA
TESE
23/02/2016

O nematódeo Angiostrongylus cantonensis tem ganhado notoriedade sob o ponto de vista da saúde pública fora de sua área endêmica na Ásia, uma vez que nos últimos anos casos de meningoencefalíte eosinofílica vêm sendo reportados em outros continentes, como nas Américas. No Brasil mais de trinta casos dessa zoonose já foram registrados e há relatos da presença desse nematódeo em 11 estados. Em seu ciclo de vida heteroxeno A. cantonensis tem, ao longo do seu desenvolvimento, a necessidade de hospedeiro intermediário e definitivo, envolvendo predominantemente, moluscos e roedores, respectivamente, além de vários hospedeiros paratênicos, sendo o homem um hospedeiro acidental. Pode infectar uma rica variedade de moluscos terrestres e aquáticos e neste estudo, foram utilizadas para infecção experimental populações nascidas e criadas em laboratório de duas espécies de planorbídeos neotropicais transmissores da esquistossomose mansônica, Biomphalaria straminea e Biomphalaria tenagophila. Com a finalidade de caracterizar o perfil fisiológico resultante dessa relação hospedeiro-parasito, os moluscos hospedeiros foram separados em grupos de infectados e não infectados, contendo trinta moluscos por grupo, todos feitos em triplicatas. A investigação durou 21 dias, ao fim do período pré-patente os moluscos foram dissecados para a coleta de hemolinfa, retirada de tecidos e utilização da concha para verificação de concentração de cálcio. A oviposição dos moluscos de ambas as espécies foi observada quanto à viabilidade dos ovos, assim como (A) Número de massas ovígeras/molusco; (B) Número de ovos/molusco; (C) Número de ovos/massa ovígera e (D) Número de moluscos eclodidos/molusco. Na hemolinfa foram quantificadas as proteínas totais, glicose, ácido úrico, ureia, a atividade das transaminases ALT e AST, lactato desidrogenase - LDH, e os ácidos orgânicos (oxálico, pirúvico, succínico e lático). Na massa cefalopediosa e glândula digestiva, foram mensurados os conteúdos de glicogênio e na glândula de albúmen, foi mensurado o galactogênio. Os resultados obtidos mostraram que os moluscos infectados, de ambas as espécies, apresentaram redução significativa na viabilidade dos ovos, de 50% para B. straminea e de 10% para B. tenagophila. O estado energético também foi vigorosamente afetado, com mobilização das reservas de glicogênio, e queda da glicemia de 68% para B. straminea e de 6,48% para B. tenagophila, seguida de uma elevação na atividade da LDH de 518,25% para B. straminea e 320,14% para B. tenagophila, bem como na concentração do ácido lático, 5,7mM para B. straminea e 0,34 mM para B. tenagophila, e redução na concentração dos ácidos pirúvico e succínico. A intensa liberação de aminoácidos gliconeogênicos a partir do catabolismo proteico inverteu o padrão excretor de uricotélico para ureotélico tanto em B. tenagophila quanto em B. straminea. A lesão tecidual mostrou elevação de 69% na concentração das proteínas totais na hemolinfa de B. straminea, bem como a intensa atividade das aminotransferases, AST e ALT, com aumento de 241,26% e 360%, respectivamente, em relação ao grupo controle. A infecção reduziu em 51,57% a concentração de proteínas totais circulantes para B. tenagophila, e elevou a atividade de ALT e AST em 310% e xi 280% em comparação com os moluscos não infectados. Os resultados observados neste estudo indicam que o metabolismo energético e estrutural de ambas as espécies foi vigorosamente afetado pela infecção, mostrando a ativação de uma via anaeróbia para compensar a exaustão das reservas glicídicas, assim como a mudança no padrão excretor em função da utilização de substratos proteicos para produção de ATP. Embora, estudos sobre aspectos clínicos, patológicos e epidemiológicos da angiostrongilíase neural têm sido extensivamente realizados, dados acerca do perfil metabólico e reprodutivo de moluscos infectados por A. cantonensis são escassos. Este estudo pioneiro na relação parasito-hospedeiro das espécies focadas seguramente contribuirá tanto para o conhecimento dessa interação, quanto da epidemiologia da transmissão de A. cantonensis, além de fornecer novos subsídios que poderão ser utilizados em medidas de prevenção e controle da meningite eosinofílica, zoonose considerada emergente no Brasil.

Planorbídeos;Biompahalaria spp.;hospedeiros intermediários
The nematode Angiostrongylus cantonensis has gained notoriety under the public health point of view out of its endemic area in Asia, since in recent years cases of eosinophilic meningoencephalitis have been reported in other continents, such as in the Americas. In Brazil over thirty cases of this zoonotic disease have been recorded and there are reports of the presence of this nematode in 11 states. In its life cycle A. cantonensis has, along their development, need for intermediate and final host, involving predominantly molluscs and rodents, respectively, and different paratenic hosts, humans are accidental hosts. They can also infect a rich variety of terrestrial and aquatic molluscs and in this study, there were used specimens of neotropical planorbids transmitters of schistosomiasis, Biomphalaria straminea and Biomphalaria tenagophila, born and reared in the laboratoryfor experimental infection by A. cantonensis. In order to characterize the resulting physiological profile that host-parasite relationship, the host molluscs were separated into groups of infected and uninfected containing thirty molluscs per group, all made in triplicates. The investigation lasted 21 days, after the pre-patent period molluscs were dissected to collect hemolymph, removal of tissues and use the shell for calcium concentration check. The reproductive biology of both species was observed on the viability of the eggs, as well as (A) Number of eggs/ eggs mass; (B) Number of eggs/mollusc; (C) Number of eggs mass/mollusc and (D) Number of hatched molluscs/mollusc. In the hemolymph there were quantified total protein, glucose, uric acid, urea, the activity of transaminases AST and ALT, lactate dehydrogenase - LDH, and organic acids (oxalic, pyruvic, succinic and lactic). In the cephalopedal mass and digestive gland the glycogen content was measured and in the albumen gland, it was measured the galactogen. The results showed that the snails infected, of both species showed significant reduction in the viability of eggs, 50% for B. straminea and 10% for B. tenagophila. The metabolic status was also strongly affected, with mobilization of glycogen and hemolymph glucose reduction of 68% to B. straminea and 6.48% for B. tenagophila, followed by anincrease of LDH activity of 518.25% to 320.14% B. straminea and to B. tenagophila as well as the concentration of lactic acid, 5,7mM to B. straminea and 0.34 mM for B. tenagophila, and reduction in the concentration of pyruvic and succinic acids. The intense release of gluconeogenic amino acids from protein catabolism reversed the excretory pattern from uricotelic to ureotelic in both B. tenagophila and B. straminea. The tissue injury showed increase of 69% in the concentration of total proteins in the hemolymph of B. straminea and the intense activity of aminotransferases, ALT and AST, an increase of 241.26% and 360%, respectively, compared to the control group. The infection reduced by 51.57% the concentration of total circulating proteins to B. tenagophila, and increased ALT and AST activity at 310% and 280% compared to uninfected snails. The results of this study indicate that the energetic and structural metabolism of both species is strongly affected by the infection, showing the activation of an anaerobic to compensate for the depletion of glicidics stores as well as the change in the excretory pattern depending on the use of substrates protein for the production of ATP. Although studies on clinical, pathological and epidemiological neural angiostrongyliasis have been extensively carried xiii out, data on the metabolic and reproductive profile of snails infected by A. cantonensis are scarce. This pioneering study focused on species of host-parasite relationship certainly contribute to the knowledge of this interaction, as well as to the epidemiology of transmission A. cantonensis in addition to providing new subsidies which can be used in prevention and control of eosinophilic meningitis, zoonosis considered emerging in Brazil.
Planorbid;Angiostrongylus cantonensis;metabolism
01
110
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS VETERINÁRIAS
BIOECOLOGIA, DIAGNÓSTICO E CONTROLE DE PATÓGENOS DE IMPORTÂNCIA EM MEDICINA VETERINÁRIA
AVALIAÇÃO DE PLANTAS, PRODUTOS NATURAIS E ORGANISMOS NO CONTROLE DE PARASITOS, SEUS VETORES E HOSPEDEIROS INTERMEDIÁRIOS

Banca Examinadora

JAIRO PINHEIRO DA SILVA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LANGIA COLLI MONTRESOR Participante Externo
SOLANGE VIANA PASCHOAL BLANCO BRANDOLINI Participante Externo
CLELIA CHRISTINA MELLO SILVA ALMEIDA DA COSTA Participante Externo
ARNALDO MALDONADO JUNIOR Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado GM e Doutorado GD 48

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim