Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
A ARTE DE BOIAR O BARCO: CARPINTARIA NAVAL COMO UM BEM CULTURAL DE CAJAÍBA, CAMAMU – BAHIA.
ROSANA DOS SANTOS LOPES
TESE
30/10/2013

A pesquisa em tela ocupa-se de grupos que se envolvem diretamente com as embarcações de madeira, que experimentam as diversas maneiras de viver da carpintaria naval artesanal na Baía de Camamu, no Estado da Bahia. Com periodizações pouco rígidas e que abrangem temporalidades diferentes, consideramos experiências que possibilitaram traçar caminhos percorridos para chegar à construção naval artesanal num tempo mais remoto e sua consolidação no tempo presente. Apontamos reflexões acerca de ruralidades, de bens culturais e patrimoniais, um mapeamento geopolítico do lugar estudado e traçamos caminhos percorridos para se chegar à construção naval artesanal, acentuando a exploração madeireira, a importância da navegação e dos portos da Bahia e da região, as transformações do barco a vela para o de propulsão a motor, o advento do transporte rodoviário e as práticas construtivas mais recentes e a sua culminância, em fazer o barco boiar. A análise da produção historiográfica sobre a Baía de Camamu, o exame de documentos oficiais, documentários, e de depoimentos orais especificamente no povoado de Cajaíba, nos permitiram a elaboração do texto ora em discussão, com a preocupação de compreender como era, como está e como foi aprendida a arte naval em Camamu. O saber e o fazer destas pessoas, tendem a se perder, porque a prática construtiva está apenas na memória dos artífices, não tendo registros escritos acerca dessa experiência enquanto prática cultural. O registro é a memória de cada um no fazer cotidiano. A narrativa oportunizou uma investigação cuja composição social de trabalhadores artesanais se tornou possível através de ênfases explicativas do estudo da História Social. Nesse viés, a temática da carpintaria naval artesanal de Camamu está inserida no contexto maior da sociedade, e estudada dessa maneira, articula-se aos temas mais amplos da História da Bahia e do Brasil.

Ruralidades e Baía de Camamu. Bem Cultural e Patrimônio. Memória e Experiência. Carpintaria Naval Artesanal.
The following research deals with groups that engage directly with wooden boats, experiencing the different ways of living of naval artisanal carpentry in Camamu Bay, in the state of Bahia. With lax periodizations and covering different time, we have considered experiments that enabled us to trace paths taken in order to reach the artisanal shipbuilding in a more remote time and its consolidation in this time. We aim reflections on ruralities, cultural and heritage assets, a geopolitical mapping of the place studied and traced paths taken to reach the artisanal shipbuilding, accentuating logging, the importance of navigation and ports of Bahia and the region, the transformations of sailing into the propulsion motor, the advent of road transport and the latest construction practices and its culmination, in making the boat float.The analysis of historical production over the Camamu Bay, the examination of official documents, documentaries and oral testimonies, specifically in the town of Cajaíba, have allo wed us the drafting of the text under discussion, with the concern of understanding how it was, how it is and how the naval art was learned in Camamu. The knowledge and practice of these people tend to get lost, because the constructive practice is only in the memory of craftsmen, having no written records regarding this experience as a cultural practice. The registry is the memory of each one the daily tasks. The narrative provided an investigation where the social composition of craft workers became possible through explanatory emphasis of the study of Social History. In this bias, the theme of naval artisanal carpentry in Camamu is embedded in the larger context of society and, studied in this manner, articulates the broader themes of the history of Bahia and Brazil.
Ruralities and Camamu Bay. Cultural Asset and Heritage. Memory and Experience. Artisanal Naval Carpentry.
1
116
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
ESTUDOS DE CULTURA E MUNDO RURAL
PRÁTICAS E SABERES NA RURALIDADE CONTEMPORÂNEA

Banca Examinadora

LUIZ FLAVIO DE CARVALHO COSTA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ELI DE FATIMA NAPOLEAO DE LIMA Docente - PERMANENTE
CARLOS ALBERTO DE OLIVEIRA SANTOS Participante Externo
CEZAR TEIXEIRA HONORATO Participante Externo
FLAVIO GONCALVES DOS SANTOS Participante Externo
LUIZ FLAVIO DE CARVALHO COSTA Docente - PERMANENTE

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim