Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
QUALIDADE DE VIDA E COPING RELIGIOSO ESPIRITUAL DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS E DA COMUNIDADE
LUCIANO MAGALHAES VITORINO
TESE
28/07/2016

Objetivos: Os objetivos do presente estudo foram: 1) investigar a associação das estratégias de coping religioso espiritual (CRE) e qualidade de vida (QV) de idosos institucionalizados; 2) comparar os efeitos das estratégias de CRE positivo e CRE negativo na QV de idosos residentes em instituição de longa permanência (ILP), e na comunidade; 3) avaliar as propriedades psicométricas da escala CRE abreviada, utilizando análise exploratória e confirmatória. Métodos: Estudo analítico com desenho ou tipo transversal e amostragem probabilística, realizada entre setembro de 2013 e março de 2014, com 326 idosos nas comunidades das cidades de Santa Rita do Sapucaí e Pouso Alegre, ambas localizadas no extremo sul do Estado de Minas Gerais. Para a comparação, foram utilizados dados secundários de uma pesquisa realizada em 2010 com 77 idosos residentes em duas ILP, localizadas nas mesmas cidades dos idosos da comunidade. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário de caracterização sociodemográfica e de saúde, o Mini-Exame do Estado Mental (apenas para os idosos da comunidade); a Escala CRE-Breve, o instrumento WHOQOL-BREF e o módulo WHOQOL-OLD. Utilizaram-se para análise estatística, testes bivariados e modelos multivariados. Para a análise psicométrica da escala CRE-Breve, foi utilizada análise fatorial: exploratória e confirmatória. Resultados: A média de idade dos idosos da comunidade foi de 67.22 (DP±4.84) anos e dos idosos residentes nas ILP, foi de 76.56 ±9.46 anos. A maioria dos idosos da comunidade era do sexo feminino (68.1%); nas ILP, a distribuição foi equilibrada com 50.6% do sexo feminino. Em relação aos idosos institucionalizados, a maioria dos aspectos da QV apresentou correlação positiva com o CRE positivo e CRE Total. Observou-se que os comportamentos de CRE foram significativamente associados com a QV dos dois grupos, porém o efeito do CRE positivo foi muito maior entre os idosos residentes em ILP em seis aspectos da QV. Identificou-se através das propriedades psicométricas que a escala CRE-breve é uma escala promissora, porém outras análises psicométricas são necessárias, principalmente na dimensão do CRE negativo. Os achados confirmam um modelo alternativo com 34 itens e, não, 49 itens e o uso de apenas CRE positivo e CRE negativo e exclusão do escore total. Conclusão: As estratégias de CRE foram associadas com a maioria dos aspectos da QV de ambos os grupos de idosos, com destaque na QV de idosos institucionalizados. Os achados propõem um modelo alternativo da escala CRE com 34 itens que pode diminuir a sobrecarga de pesquisadores e dos profissionais de saúde, assim como dos pacientes. Esses achados podem ajudar pesquisadores e profissionais de saúde a compreender melhor a importância das práticas religiosas e crenças espirituais na QV de idosos, assim como estimular a inserção de atividades que promovem aumento da QV de idosos.

Idoso;Instituição de Longa Permanência para Idosos;Espiritualidade;Religião e Ciência. Qualidade de Vida;. Estudo Comparativo.
Objectives: The objectives of this study were: 1) to investigate the association of spiritual religious coping (SRC) strategies and quality of life (QOL) of nursing home residents (NHRs); 2) to compare the effects of positive SRC and negative SRC on the QOL of older adults residents in nursing home and community-dwelling; 3) to assess the psychometric properties of the BRIEF-SRC scale using exploratory and confirmatory analysis. Methods: Analytical study with design or cross-sectional and probability sampling was conducted between September 2013 and March 2014, with 326 community-dwelling residents (CDRs) of the cities of Santa Rita do Sapucai and Pouso Alegre, both located in the southern state of Minas Gerais. For comparison, secondary data research was held in 2010 with 77 older adults residents in two nursing home, located in the same cities of CDRs. To collect data, a questionnaire on sociodemographic and health, Mini-Mental State Examination (for CDRs), BRIEFSRC scale, WHOQOL-BREF instrument and the WHOQOL-OLD module were used. For statistical analysis, the bivariate tests and multivariate models were used. For psychometric analysis of BRIEF-SRC scale was used factor analysis: exploratory and confirmatory. Results: The mean age of the CDRs was 67.22 (SD ± 4.84) years and NHRs was 76.56 ±9.46 years. Most of the CDRs was female (68.1%), about NHRs, the distribution was balanced with 50.6% female. Regarding the NHRs, most aspects of QOL was positively correlated with the positive SRC and Total SRC. It was observed that the SRC behaviors were significantly associated with QOL in both groups of older adults, but the effect of positive SRC was higher among NHRs in six aspects of QOL. Identified through the psychometric properties that BRIEF-SRC scale is a promising scale, but other psychometric analyzes are needed, especially in the dimension of negative SRC. The findings confirm an alternative model with 34 items and not 49 items and the use of only positive SRC and negative SRC and exclusion of the total score. Conclusion: The SRC strategies were associated with most aspects of QOL of both older adults groups, with highlighted on the QOL of NHRs. The findings suggest an alternative model of BRIEF-SRC scale with 34 items that can reduce the burden of researchers, health care professionals and patients. These findings may help researchers and health care professionals to better understand the importance of religious and spiritual beliefs practices on the QOL of older adults, and encourage the inclusion of activities that promote increased older adult’s QOL.
Aged;Homes for the Aged;Spirituality;Religion and Science;Quality of Life;Comparative Study.
1
133
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
CUIDADO EM ENFERMAGEM E SAÚDE NA DIMENSÃO COLETIVA (CESDC)
QUALIDADE DE VIDA E SAÚDE DOENÇA

Banca Examinadora

LUCILA AMARAL CARNEIRO VIANNA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
GIANCARLO LUCCHETTI Participante Externo
ROSANA APARECIDA SPADOTI DANTAS Participante Externo
LUIZ ROBERTO RAMOS Participante Externo
ANGELICA GONCALVES SILVA BELASCO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 34

Vínculo

CLT
Outros
Outros
Sim