Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
CIRURGIA TRANSLACIONAL (33009015038P1)
THE BODY DYSMORPHIC SYMPTOMS SCALE: TRADUÇÃO, ADAPTAÇÃO CULTURAL E VALIDAÇÃO
TATIANA DALPASQUALE RAMOS
DISSERTAÇÃO
29/07/2016

INTRODUÇÃO: A rinoplastia é uma das operações mais procuradas por indivíduos com o transtorno dismórfico corporal (TDC), caracterizado por uma insatisfação excessiva com a aparência que pode afetar os resultados de satisfação em Cirurgia Plástica. OBJETIVO: Traduzir para a língua portuguesa, adaptar culturalmente e validar a Body Dysmorphic Symptoms Scale (BDSS). MÉTODOS: Oitenta pacientes de ambos os gêneros, que desejavam submeter-se à rinoplastia, foram selecionados no Ambulatório de Cirurgia Nasal da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal de São Paulo, entre Fevereiro de 2014 e Março de 2015. Trinta pacientes participaram da fase de adaptação cultural. A reprodutibilidade foi testada em 20 pacientes e a validade de construto em 50 pacientes [correlação entre a BDSS e a Versão Brasileira da Yale Brown Obsessive Compulsive Scale Modificada para Transtorno Dismórfico Corporal (BDD- YBOCS)]. RESULTADOS: A consistência interna foi testada pelo alfa de Cronbach (0,805). A BDSS apresentou excelente reprodutibilidade interobservador (r=0,909; CCI=0,873; p<0,001) e intraobservador (r=0,956; CCI=0,939; p<0,001). Houve diferença entre pacientes com e sem sintomas (p<0,001) (BDSS). Observou-se forte correlação (r=0,841; p<0,001) entre BDD-YBOCS e BDSS. A área sob a curva ROC foi de 0,981, revelando boa acurácia para discriminar a presença de sintomas do TDC. Quarenta e seis por cento dos pacientes apresentaram sintomas para TDC (BDSS) e em 54% dos pacientes identificaram-se sintomas obsessivo- compulsivos moderados a graves com a aparência (BDD-YBOCS). CONCLUSÃO: A BDSS foi traduzida para a língua portuguesa, do Brasil, adaptada culturalmente, e mostrou-se reprodutível, apresentando validades Resumo de face, conteúdo e construto, sendo denominada Escala de Sintomas da Dismorfia Corporal-UNIFESP/EPM (BDSS-UNIFESP/EPM).

1. Transtornos dismórficos corporais;2. Imagem Corporal;3. Cirurgia Plástica;4. Rinoplastia;5. Questionários;6. Tradução;7. Estudos de validação;8. Triagem.
INTRODUCTION: Rhinoplasty is one of the most sought after aesthetic surgeries by individuals with body dysmorphic disorder (BDD), which is characterized by an excessive dissatisfaction with appearance that may affect patient satisfaction with the results of surgery. OBJECTIVE: To translate into Brazilian Portuguese, cross-culturally adapt and validate the Body Dysmorphic Symptoms Scale (BDSS). METHODS: Eighty patients of both genders seeking rhinoplasty were selected at the Nose Outpatient Clinic (Division of Plastic Surgery, Federal University of São Paulo) between February 2014 and March 2015. Thirty patients participated in the cross-cultural adaptation phase. The instrument was tested for reliability in 20 patients and for construct validity in 50 patients by correlating the BDSS with the Brazilian version of the Yale-Brown Obsessive Compulsive Scale Modified for Body Dysmorphic Disorder (BDD-YBOCS). RESULTS: Internal consistency was tested using Cronbach's alpha coefficient (α=0.805). The BDSS showed excellent interobserver (r=0.909; ICC=0.873; p<0.001) and intraobserver (r=0.956; ICC=0.939; p<0.001) reliability. There was a significant difference in BDSS scores between patients with and without BDD symptoms (p<0.001), and a strong correlation (r=0.841; p<0.001) between BDD-YBOCS and BDSS scores. The area under the receiver operating characteristic (ROC) curve was 0.981, indicating good accuracy to discriminate the presence of BDD symptoms. Forty-six percent of patients had BDD symptoms (BDSS) and 54% presented moderate to severe appearance-related obsessive- compulsive symptoms (BDD-YBOCS). CONCLUSION: The cross-culturally adapted Brazilian version of the BDSS is a reliable instrument with face, content, and construct validity; it was named Body Dysmorphic Symptoms Scale-UNIFESP/EPM (BDSS-UNIFESP/EPM).
1. Transtornos dismórficos corporais;2. Imagem Corporal;3. Cirurgia Plástica;4. Rinoplastia;5. Questionários;6. Tradução;7. Estudos de validação;8. Triagem.
1
127
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

QUALIDADE COMO MÉTODO DE AVALIAÇÃO
AUTO ESTIMA, IMAGEM CORPORAL, DEPRESSÃO E SEXUALIDADE
The body dysmorphic disorder scale: traduação, adaptação cultural e validação

Banca Examinadora

MIGUEL SABINO NETO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
TAKI ATHANASSIOS CORDAS Participante Externo
ELVIO BUENO GARCIA Participante Externo
LEILA BLANES Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim