Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
História (33009015078P3)
A política de patrimônio imaterial no Iphan: análise de bens não registrados (2000-2011)
ADRIANA RODRIGUES DE JESUS
DISSERTAÇÃO
15/12/2016

A considerar as diretrizes estabelecidas pelas leis federais e pela prática de reconhecimento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, que determinam o que é patrimônio imaterial no Brasil, a pesquisa objetiva a reflexão sobre o que o Instituto legitima como patrimônio cultural sob a perspectiva da categoria de cultura intangível. Para tal, serão analisados pedidos de registro que tiveram sua solicitação indeferida pelo órgão na década de atuação desta política no país (2000 – 2011). Serão analisadas dez propostas de registro apresentadas ao Iphan nesse período, a saber: Talian – Dialeto de Cultura Italiana (2002); Sanduíche de Bauru (2004); Centro Universitário Maria Antônia – USP; “Lugar de Memória das Lutas Sociais e Símbolo da Resistência contra a Ditadura Militar” (2005); Tooro Nagashi (2009); Modo de Fazer Polenta dos Descendentes de Imigrantes Italianos (2009); Festa de Atiradores Schützenfest (2009); Tradições da Colônia Alemã em Petrópolis (2010); Tiro do Laço (2010); Festival do Japão (2011); Box 32 no Mercado Público de Florianópolis (2011). A análise dessas propostas abre a possibilidade de compreensão sobre: a atuação do órgão de preservação e sua associação ao discurso de defesa da diversidade cultural; as ações de salvaguarda do patrimônio imaterial em âmbito mundial e a disputa política de identidades dos grupos sociais que almejam o reconhecimento no Iphan

Patrimônio Imaterial, Iphan, Políticas públicas, Preservação
To consider the guidelines established by federal laws and the practical recognition of the Heritage Institute for National Artistic - Iphan, which determine what is intangible heritage in Brazil, the research aims to reflect on what the Institute legitimate as cultural heritage under the perspective of intangible culture. To this end, registration requests will be analyzed who had their request rejected by the body in the decade of operation of this policy in the country (2000 to 2011). It will be analyzed ten registration proposals to Iphan this period, namely: Talian - Italian Culture Dialect (2002); Bauru Sandwich (2004); Maria Antonia University Center - USP "Memory Place of Social Struggles and Symbol of Resistance against the Military Dictatorship" (2005); Tooro Nagashi (2009); Method of Making Polenta of Italian Immigrants Descendants (2009); Shooters Party Schützenfest (2009); Traditions of the German Colony in Petropolis (2010); Bow Shot (2010); Japan Festival (2011); Box 32 in Florianopolis Public Market (2011). The examination of these proposals open up the possibility of understanding about : the preservation of organ performance and its association with the defense speech of cultural diversity; safeguard actions of intangible heritage worldwide and the political dispute identities of social groups that aims to recognize the Iphan.
Intangible heritage, Iphan, Public policie, Preservation
01
181
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA
PODER, CULTURA E SABERES
-

Banca Examinadora

ODAIR DA CRUZ PAIVA
Sim
Nome Categoria
OLGA BRITES Participante Externo
JAIME RODRIGUES Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 12

Vínculo

Colaborador
Outros
Outros
Não