Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
BIOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL (33009015034P6)
Efeitos das experiências adversas precoces e tardias no comportamento alimentar e morfologia da glândula adrenal, fígado e baço de ratos Sprague-Dawley submetidos ao estresse na vida adulta
BELGICA KATUSCHA VASQUEZ PASTENE
TESE
29/11/2016

A rotura prematura de vínculo maternal e isolamento social são variáveis que estão envolvidas no comportamento social e emocional, que pode causar aumento da ansiedade, especialmente em situações estressantes. No entanto, a pesquisa não tenha explicar o fenômeno sobrealimentação por ansiedade associada a esses fatores em um modelo animal e seus efeitos sobre a morfologia da glândula suprarrenal (GSR), fígado e baço. De acordo com o acima exposto, o objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos de experiências adversas precoces e tardias no comportamento alimentar e morfologia do GSR, fígado e baço de ratos Sprague-Dawley submetidos a estresse crônico na idade adulta. Foram utilizados 35 ratos fêmeas recém-nascidos, mantida em condições padronizadas de lactação e alimentação. Os ratos foram divididos aleatoriamente em 2 grupos controle (C1 e C2) e 3 experimental exposta a uma experiência adversa precoce (E1), tardio (E2) e precoce-tardio (E3) e, em seguida, submetidas a stress crónico intermitente na idade adulta (C2, E1, E2 e E3). Foi avaliado a comportamento ingestivo de grupos e alterações morfológicas do GSR esquerda, fígado e baço, determinando os parâmetros morfométrico e estereológico para cada órgão. As experiências adversas precoces e tardias são fatores que influenciam as estratégias de enfrentamento em situação de estresse favorecendo aumento do consumo de calorias e seleção de alimentos palatáveis. As características morfológicas da GRS, fígado e baço de ratos, podem ser afetados pela exposição ao estresse crônico, no entanto, quando os indivíduos foram submetidos a experiências adversas anteriores, estas alterações são mais evidentes

Experiência adversa, estresse crônico, rato, glândula suprarrenal, fígado, baço, morfologia
Early interruption of maternal bonding and social isolation are variables involved in social and emotional behavior, which can cause increased anxiety, especially in stressful situations. However, there is no research to explain the phenomenon of overeating anxiety disorder associated with these factors in an animal model and their effects on the morphology of the adrenal gland (AG), liver and spleen. Henceforth, the objective of this research was to determine the effects of early and late intake behavior in adrenal gland, liver and spleen morphology of Sprague-Dawley rats subjected to chronic stress during adulthood. We used 35 newborn female rats, maintained under standardized suckling and feeding conditions. The rats were randomized into 2 control groups (C1 and C2) and 3 experimental groups exposed to an early adverse experience (E1), late (E2) and early-late (E3) subsequently subjected to chronic intermittent stress in adulthood (C2, E1, E2 and E3). Intake behavior of groups and morphological changes of the left AG, the liver and spleen were evaluated by determining morphometric and stereological parameters for each organ. The early and late adverse experiences are factors that influence coping with a stressful situation favoring increased caloric intake and palatable food choice. The morphological features of the AG, the liver and spleen of rats can be affected by exposure to chronic stress, however, when individuals have undergone previous adverse experiences, these changes are more obvious.
Adverse experience, chronic stress, rat, adrenal gland, liver, spleen, morphology
1
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR
BIOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL APLICADA
Morfologia aplicada a Medicina

Banca Examinadora

RICARDO LUIZ SMITH
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
Jennie Risopatrón González Participante Externo
CARLOS ALBERTO MANDARIM DE LACERDA Participante Externo
MARIANO GUILLERMO ARMANDO DEL SOL CALDERON Participante Externo
Roxana Gayoso Neira Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim