Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
História da Arte (33009015086P6)
O RETRATO DE AUGUSTO: PODER, CORPO E MITO
MAYARA AMARAL FERNANDES
DISSERTAÇÃO
22/08/2016

O presente trabalho aborda o retrato na época de Augusto, o mais importante dentre todos os imperadores romanos, além de ter tido o maior tempo de governo. Ele reúne em si as funções de Imperador, Príncipe e Pontífice.Augusto teve a chance de começar algo novo, adotando uma linguagem pictórica conscientemente pensada para assegurar o seu governo e como um modo para mudar as ideias preconcebidas da população.Toda a produção de arte era um testemunho do poder e da autoridade do imperador. Isto posto, a questão central deste trabalho é: como Augusto utilizou seus retratos em seu programa político? Deste modo, é abordado o uso das obras artísticas para exprimir três eixos temáticos: a representação do poder, o status do governante pelas reproduções do corpo e a legitimação do domínio do seu através dos mitos. Diante das inúmeras abordagens praticadas atualmente na História da Arte Romana, optou-se por aquela denominada “arte e contexto”, que coloca seu foco na produção, funcionamento e recepção das obras artísticas. Através do corpus, estabelecido a partir da bibliografia consultada, foram realizadas análises baseadas nos tipos de retrato do governante, na circulação e transferência de ideais, modelos, artistas e técnicas entre Grécia e Roma, além dos três eixos temáticos: poder, corpo e mito. A partir disto e da bibliografia foi construída a argumentação em torno do uso consciente dos variados tipos de retrato de Augusto como forma de atingir propósitos e audiências específicas.

Retrato;Augusto;Arte romana;Poder;Corpo;Mito.
This work approachs the portrait of Augustan age, the most importante between the roman imperators, besides having the longest government. He gathers himself the functions of Emperor, Prince and Pontiff. Augustus could begin something new, adopting a consciously thought pictorial language to ensure your government and as a way to change the preconceived ideas of the population. The whole art production was testimony of the power and authority of the emperor. That being said, the central question of this work is: how did Augustus use your portraits in his political program? Thus, the approach is on the use of the art to express three themes: the representation of power, the status of the ruler by body reproductions and the legitimation of his domain through the myths. Giventhe many approaches currently practiced in the History of Roman Art, I have chosen one called "Art and Context", which puts its focus on production, function and reception of artistic works. Through the corpus, estabilished from the bibliography, analyses were made based on rulers portrait types, on circulation and transfer of ideals, models, artists and techniques between Greece and Rome, beyond the three main themes: power, body and myth. From that and bibliography it was made the argumentation about the conscious use of Augustan portraits types as way to achieve specific purposes and audiences.
Portrait;Augustus, Roman Art;Power;Body;Myth.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

HISTÓRIA DA ARTE
ARTE, CIRCULAÇÕES E TRANSFERÊNCIAS
Corpo, gênero e sexualidade nas artes da Antiguidade Clássica

Banca Examinadora

JOSE GERALDO COSTA GRILLO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
CASSIO DA SILVA FERNANDES Docente - PERMANENTE
RENATA SENNA GARRAFFONI Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Auxílio Financeiro 24

Vínculo

-
-
-
Sim