Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
AVALIAÇÃO DA DOR E ANSIEDADE NO TRABALHO DE PARTO COM O USO DE INTERVENÇÕES NÃO FARMACOLÓGICAS: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO E CONTROLADO
ANA CAROLINA VARANDAS CAVALCANTI
DISSERTAÇÃO
30/08/2016

A gestação e especialmente o momento do parto traz à mulher um misto de sensações como ansiedade, alegria, medo e dor. A maneira como é vivenciado este momento pode ser favorável ou não para o desenvolvimento do trabalho de parto e nascimento. O presente estudo teve como objetivo avaliar a percepção da dor e da ansiedade em mulheres durante o trabalho de parto sob efeito das intervenções não farmacológicas banho quente de aspersão e utilização da bola suíça de modo isolado e conjunto. Trata-se de um estudo clínico, randomizado e controlado, no qual foi utilizado um desenho pré e pós-intervenções com medidas repetidas. Os locais de estudo foram duas instituições públicas vinculadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), situadas na zona Leste da cidade de São Paulo, sendo uma estadual e outra municipal. A população foi composta por parturientes de baixo risco, admitidas no Centro de parto intra-hospitalar para assistência ao trabalho de parto e parto. A amostra foi de 128 parturientes submetidas a intervenções não farmacológicas para o alívio da dor como banho de aspersão, exercícios do períneo com bola suíça ou ambos. A percepção da dor e ansiedade foi avaliada antes e uma hora após a intervenção por meio da Escala Analógica Visual (EAV). As parturientes que receberam a intervenção de banho de aspersão de forma isolada declararam um aumento maior no nível da dor e redução em média de 0,95 pontos na ansiedade (p=0,032). Com relação à progressão da dilatação cervical observou-se que a cada 1 cm de progressão houve elevação do nível de dor, em média, de 0,49 pontos (p=0,016). Foi possível concluir que dentre as intervenções utilizadas o banho de aspersão não interferiu de forma positiva na redução da dor durante o parto, porém a sua utilização reduziu os níveis de ansiedade, o que pode colaborar para uma melhor adaptação materna a dor do processo de parturição, fazendo com que a parturiente haja de forma mais ativa durante o trabalho de parto. É uma técnica de fácil aplicação, pois exige poucos recursos materiais e que seu uso deve ser estimulado nos centros de parto.

Enfermagem obstétrica;Hidroterapia;Dor do parto;Ansiedade;Terapia por exercício
Pregnancy, and specially labor, bring to the women a mix of sensations as anxiety, joy and fear. The way this moment is lived can be favorable or not for the development of labor and childbirth. This study aimed to evaluate the perception of women pain and anxiety during labor under the effect of non-pharmacological interventions as warm dipping bath and Swiss ball, together or separately. It is a clinic, randomized, controlled study, in which was used a pre and post intervention draw with repetitive measures. The study locals were two public institutions linked to the National Health Service - Sistema Único de Saúde (SUS), located at the East zone of São Paulo, one of them state institution, the other one municipal. The population was composed by low risk parturient, admitted on the hospital Labor Unit, for labor assistance and labor. The sample was composed by 128 parturients submitted to non-pharmacological interventions aiming the relief of pain by means of aspersion bath or perineal exercises with Swiss ball or both. The perception of pain and anxiety was evaluated before and one hour after the intervention by means of Visual Analog Scale (VAS). The parturients receiving the aspersion bath intervention on isolated form declared an increase on pain level and a reduction on 0,95 points on anxiety (p=0,032). Related to the progression of cervical dilatation, we observed that each one centimeter of progression there was an increase of pain level, on average, 0,49 points (p=0,016). It was possible to conclude that, among the interventions used, the aspersion bath did not interfere on a positive way concerning the reduction of pain during labor, nevertheless it diminished the level of anxiety, which can collaborate to a better adaptation of the mother to the labor process pain, and so the parturient acts more actively during labor. It is a technique having easy application, as it demands few material resources and its use must be stimulated on labor units.
Obstetric Nursing;Hydrotherapy;Labor Pain;Anxiety;Exercise therapy
1
92
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
CUIDADO CLÍNICO DE ENFERMAGEM E SAÚDE (CCES)
ATENÇÃO Á SAUDE SEXUAL, CLÍNICA E REPRODUTIVA DA MULHER.

Banca Examinadora

MARCIA BARBIERI
DOCENTE - PERMANENTE
Não
Nome Categoria
GERALDO MOTA DE CARVALHO Participante Externo
ANA CRISTINA FREITAS DE VILHENA ABRAO Docente - PERMANENTE
ANGELITA JOSE HENRIQUE Participante Externo

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não