Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
História (33009015078P3)
A Hierocracia e a constituição da Inquisição Medieval: uma análise do Manual do Inquisitor de Bernard Gui (1261?-1331)
ANDRE PEREIRA ROCHA
DISSERTAÇÃO
12/12/2016

Esta pesquisa tem por objetivo analisar as estruturas de composição do discurso hierocrático presente no Manual do Inquisidor, de Bernard Gui (1261?-1331). No início do século XIV, os processos inquisitoriais se consolidaram dentro da sociedade medieval europeia e constituíram um núcleo jurídico que expressava o poder da Igreja de Roma. Contudo, mais que fazer parte de um desenvolvimento normativo, a base destes processos foi sustenta por uma tradição política que pressupunha a figura do papa como maior representante de Deus na terra, conhecida como hierocracia. Concebida desde as Reformas propostas na instituição no século XI, direcionadas às mudanças na Igreja e da Igreja, teve sua maior força de expressão no século XIII, com o papa Inocêncio III (1198-1216). O poder hierocrático defendido pelo clero constituía o mundo de uma forma diferente da proposta pelo poder temporal, no papel dos monarcas. Esta tradição atravessou as transformações políticas deste século e convergiram na reconfiguração das expressões de poder das esferas temporal e espiritual, por meio dos conceitos latinos de auctoritas e potestas. Desta forma, mais que consolidar a forma e o espaço do ofício inquisitorial, o Manual pressupõe expressar um determinado discurso político, pautado sob uma tradição política específica.

Inquisição Medieval, Bernard Gui, Hierocracia, Manual do Inquisidor, Análise do Discurso 6
This research aims to analyze the hierocratic discourse's structures in the Inquisitor's Manual of Bernard Gui (1261? -1331). In the early fourteenth century, the inquisitorial processes were consolidated in the European medieval society and constituted a legal nucleus of the expressing power to the Church of Rome. However, rather than being part of a regulatory development, the basis of these processes was bolstered by a political tradition that presupposed the pope's figure as most representative of God on earth, known as hierocracy. Designed from the reforms proposed in the institution in the eleventh century, directed to the changes in the Church and of the Church, had its greatest strength of expression in the thirteenth century, with Pope Innocent III (1198-1216). The hierocratic power advocated by the clergy has a different persception of the world, a different form of the proposal by the temporal power, the role of monarchs. This tradition crossed the political changes of this century and converged on the reconfiguration of expressions of power of the temporal and spiritual spheres, through the Latin concepts of auctoritas and potestas. Thus, more than consolidate the shape and space inquisitorial officium, the Manual express a certain political discourse, based on a specific political tradition.
Medieval Inquisition, Bernard Gui, Hierocracy, Inquisitor's Manual, Speech Analysis 7
01
140
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA
INSTITUIÇÕES, VIDA MATERIAL E CONFLITO
-

Banca Examinadora

FABIANO FERNANDES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
GLAYDSON JOSE DA SILVA Docente - PERMANENTE
MARCELO CANDIDO DA SILVA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 2

Vínculo

Colaborador
Outros
Outros
Não