Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA APLICADAS (31003010058P2)
DIVERSIDADE DE HELMINTOS INTESTINAIS EM MOCÓS Kerodon rupestris (Wied-Neuwied, 1820) NO PARQUE NACIONAL SERRA DA CAPIVARA, PIAUÍ: UMA SÍNTESE EM 30 ANOS DE INFORMAÇÃO
BRUNA MONTENEGRO SALDANHA
DISSERTAÇÃO
20/07/2016

A busca parasitológica em fezes recentes de Kerodon rupestris no Parque Nacional da Serra da Capivara (PNSC) teve início na década de 80, com objetivo de comparar os resultados obtidos pela Paleoparasitologia, que pesquisava os parasitos em coprólitos (fezes mineralizadas ou mumificadas) desses roedores. Este trabalho teve como objetivo aprofundar o conhecimento da helmintofauna de Kerodon rupestris no semiárido do nordeste brasileiro, em especial no PARNA Serra da Capivara, localizado no sudeste do Piauí, e sua relação com as mudanças ambientais ocorridas nos últimos 30 anos. O PNSC é caracterizado pelo bioma da Caatinga, de clima semiárido do tipo seco e quente com chuvas de verão, Foram selecionadas 231 amostras de fezes recentes de Kerodon rupestris coletadas entre os anos 1984 e 2015. Estas foram analisadas utilizando a técnica de sedimentação espontânea e os ovos foram observados por microscopia óptica e identificados ao menor taxon possível. Para verificar a suficiência da amostra frente a diversidade de helmintos foram feitas curvas de acumulação de espécies. Calculou-se os índices de Shanon e Simpson para verificar a diversidade. Os resultados foram espacializados com o estimador de Kernel. Foram encontrados Ovos de Trematoda, larvas de Strongyloidea, uma espécie de Nematoda não identificado, um único ovo de Strongyloides sp., ovos de Trichostrongylidae, três espécies distintas de Trichuris, três espécies distintas de Oxyuridae, duas espécies de Ancylostomidae, e duas espécies de Ascaridae, além deLagochilascaris sp.. Ao longo dos últimos 30 anos a população de Kerodon rupestris no Parque aumentou e, este estudo, aponta o aumento da diversidade de helmintos concomitante ao aumento populacional, além de espécies parasitárias ainda não descritas, até o momento, para esse roedor. Evidenciou-se a manutenção do ciclo de Trichuris sp. em mocós desde o passado até os dias atuais, mesmo com as alterações ambientais ocorridas na região. Algumas áreas, especialmente aquelas de uso humano mais acentuado, indicam maior risco de infecção por helmintos zoonóticos, com potencial patogênico, fato a ser considerado pelas autoridades de saúde e responsáveis pela conservação do Parque, e comparado a estudos parasitológicos em humanos e em animais de criação.

Rodentia;semiárido;Caatinga;Nematoda;Helmintofauna
The parasitological research in recent feces Kerodon rupestris in the National Park of Capivara (PNSC) began in the 80s, aiming at comparing the results obtained by Paleoparasitology, which researched the parasites in coprolites (mineralized or mummified feces) of these rodents. The research deepen the knowledgeabout helminth parasites of Kerodon rupestris in the Brazilian northeastern semiarid, especially in PARNA Serra da Capivara located in southeastern Piauí, and its relationship with environmental changes in the last 30 years. PNSC is characterized by the biome Caatinga, the semi-arid climate of dry and warm type with summer rains.A total of 231 samples of faeces of Kerodon rupestris collected between 1984 and 2015 were selected.These were analyzed through spontaneous sedimentation technique and the eggs were observed by optical and identified at the lowest possible taxon. To check sufficiency of samples within the diversity of helminth species the acumulation of curves were do. We estimated the índices of Shanon and Simpson to check the diversity. The results were spatialized with the Kernel estimator. We found Trematoda eggs, Strongyloidealarvae, a specie of Nematoda unidentified, a single egg Strongyloides sp., Trichostrongylidae eggs, three different species ofTrichuris, three different species of Oxyuridae, two species of Ancylostomidae, and two species of Ascaridae, and additionally Lagochilsacaris sp.Over the last 30 years the population of Kerodon rupestris has increased and this study points out the increase in helminth diversity concomitant with the population increase, as well as parasitic species not yet described for this rodent. It showed the maintenance of Trichuris sp cycle in Rock Cavies from the past to the until now, even with environmental changes in this region. Some areas, especially those with more accentuated for human use, show a higher risk of helminth zoonotic infection with pathogenic potential, a fact to be considered by national health and managers in conservation the Park and compared to parasitological studies in humans and Livestock.
Rodentia;semiarid;Caatinga;Nematoda;helminth parasites
1
147
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

PARASITOLOGIA
PARASITOLOGIA
Poluição ambiental por parasitas de habitat intestinal

Banca Examinadora

DANIELA LELES DE SOUZA
Não
Nome Categoria
LUCIANA DE FATIMA SIANTO MARTINS Participante Externo
BEATRIZ BRENER DE FIGUEIREDO Docente
JOSE ROBERTO MACHADO E SILVA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 12

Vínculo

Colaborador
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim