Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
Estado, sindicalismo e questão agrária: o papel da CUT no desenvolvimento capitalista 2003-2012
ROMULO DE SOUZA CASTRO
TESE
26/09/2016

A presente tese resulta de uma pesquisa sobre a ação e o saber político produzidos pela CUT durante o período do Governo Lula (2003-2010) até as manifestações conjuntas de rua com a FIESP, ABIMAQ e centrais sindicais, como Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores, embasada no arcabouço teórico do materialismo sociológico e da abordagem coletivista a partir de autores como Pierre Joseph Proudhon, Mikhail Bakunin e Georges Gurvitch. A tese nasceu da inquietação a respeito das abordagens sobre a trajetória política da CUT, sua suposta traição, e do sepultamento da questão agrária, sobretudo no que diz respeito à reforma agrária de cunho radical. Dessa maneira, estudamos o saber político, o sistema cognitivo, social-democrata, sobre o industrialismo e a questão agrária, retomando debate clássico entre marxistas e anarquistas acerca dessa questão e do desenvolvimento histórico da social-democracia e da aplicação desse modelo. Apresentamos como o modelo socialdemocrata se materializou, no Brasil, numa síntese nova, chamado de sindicalismo propositivo, que articula esse saber social-democrata com a estrutura sociopolítica brasileira, que se apresenta com a forte presença do pragmatismo sindical e eleitoral brasileiro. Dessa forma mostraremos como uma burocracia sindical desenvolveu uma prática de governo e um saber que permitiram a interpenetração das classes, principalmente por meio da participação no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CEDS), sendo este modelo de sindicalismo e seu sistema cognitivo fundamental para a prática de governo e interpenetração entre classes sociais em torno da Agenda Nacional de Desenvolvimento (AND) e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), contribuindo para o desenvolvimento do capitalismo no Brasil através de um favorecimento de uma aristocracia operária, base da burocracia sindical presente na gestão do Estado, e contribuindo para integração entre indústria e agricultura, como no caso dos carros flex-fluel, secundarizando a política de distribuição de terras.

Central Unica dos Trabalhadores (BRASIL);Sindicalismo;Questão Agraria;Anarquismo
This work aims to explore the actions and political knowledge generated through and within the main workers union in Brazil (CUT) experience. The research covered the period from Lula government (2003-2010) to the joint demonstrations along with FIESP, ABIMAQ and other unions, as Força Sindical and União Geral dos Trabalhadores, and it is grounded on sociological materialism, specifically on the collectivist approach of Pierre Joseph Proudhon, Mikhail Bakunin e Georges Gurvitch. The main interpretations about CUT history emphasizes its supposed betrayal, especially those concerned with the agrarian question and the agrarian reform. Therefore this theses analyses the political knowledge about industrialism and the agrarian question, in the light of the classic debate among marxists and anarchists about social democrat alignments and movements. We show how the social democrat project has come to be applied, in Brazil, in a new synthesis, called here propositional unionism, which articulates these social democrat knowledge with political brazilian structure, that is characterized by strong presence of unionist and electoral pragmatism. Thus we aim to show how the unionist bureaucracy has developed a government practice and knowledge that allowed the classes conciliation, through the participation in the Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CEDS). The argument developed here is that this unionism model, as well as its cognitive system, were both crucial to government practices and the conciliation between social classes in order to apply the Agenda Nacional de Desenvolvimento (AND) and the Programa de Aceleração do Crescimento (PAC, a development program), which had contributed to 1) the development of capitalism in Brazil through fostering the labor aristocracy, usually the group that leads the union and so the negotiation within the State, and 2) to integration between industry and agriculture, as in the case of flex-fluel cars, letting aside the land distribution policy. 10
Central Unica dos Trabalhadores (BRAZIL);Syndicalism;Related searches;Anarchism
1
295
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
POLÍTICAS PÚBLICAS, ESTADO E ATORES SOCIAIS
Autonomia e Organização Popular

Banca Examinadora

ANDREY CORDEIRO FERREIRA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LEONILDE SERVOLO DE MEDEIROS Docente - PERMANENTE
ANDREY CORDEIRO FERREIRA Docente - PERMANENTE
WALLACE DOS SANTOS DE MORAES Participante Externo
ANA LIVIA DE SOUZA COIMBRA Participante Externo
DEBORA FRANCO LERRER Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 48

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim