Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
SAÚDE COLETIVA (33009015067P1)
Rede de cuidado ao portador de doença cardiovascular no município de Praia Grande-SP. Que circuito é esse?
CAROLINA OZAWA
TESE
17/02/2016

Repensar estratégias efetivas para o controle e prevenção das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) tem sido um desafio para os sistemas de saúde. Segundo a OMS, as DCNT respondem por 73% dos óbitos no mundo, com destaque para doenças cardiovasculares (31,3%). No Brasil, as doenças cardiovasculares (DCV) constituem a primeira causa de morte em todas as regiões brasileiras. O presente estudo teve como campo de pesquisa o município de Praia Grande-SP, com objetivo de avaliar o desempenho da rede de atenção à saúde ao paciente portador de DCV. A pesquisa foi realizada em duas fases. A primeira, de caráter quantitativo, buscou identificar a evolução das taxas de mortalidade por doenças do aparelho circulatório (doenças isquêmicas do coração, doenças cerebrovasculares e doenças hipertensivas) no período entre 1996 e 2012, antes e após a criação do Serviço de Verificação de Óbitos regional no município de Praia Grande. A segunda parte do estudo, de caráter qualitativo, buscou conhecer, por meio de coleta de informações orais, o circuito do atendimento em rede à pessoa que procura os serviços de saúde do município de Praia Grande na perspectiva do usuário com doença cardiovascular, desde o diagnóstico até a ocorrência do óbito, com o objetivo de reconstruir as formas de acesso aos serviços de saúde e continuidade do cuidado. Com essa finalidade realizamos uma seleção aleatória de 17 óbitos por DCV de residentes na Praia Grande ocorridos no período de janeiro a maio de 2013. Os prontuários foram localizados nas Unidades de Saúde da Família e usados para coleta de dados, realizada por meio de questionário semiestruturado. Os familiares e profissionais dos serviços de saúde acessados para o atendimento do evento que levou ao óbito foram entrevistados para recompor a rede de assistência Resultados: Verificamos uma forte correlação positiva entre aumento da mortalidade proporcional por doenças cardiovasculares e número de óbitos investigados por necropsia no Serviço de Verificação de Óbito sugerindo que a investigação da causa de morte e o preenchimento correto da declaração de óbito pode ter sido um fator importante na modificação do perfil de mortalidade do município de Praia Grande no período 2006-2012. A observação do comportamento em espelho das tendências das mortalidades proporcionais por causas mal definidas e doenças cardiovasculares permite supor que o aumento de participação das últimas no obituário se deu à custa do declínio das primeiras. No ano de 2013, este estudo indicou que apenas o aumento quantitativo de equipes da Estratégia de Saúde da Família não se mostrou suficiente para o enfrentamento da DCV de forma efetiva e contínua, embora a rede de atenção básica do município de Praia Grande contasse com uma cobertura de mais de 56 % da população local com a Estratégia de Saúde da Família. Os nós dificultadores identificados neste circuito de serviços de saúde no município de Praia Grande são constituídos pelo desafio de trabalhar em rede, com comunicação entre os pares e transpondo barreiras locais, além do protagonismo fundamental do agente comunitário de saúde na questão do conhecimento, do monitoramento e da vigilância da população moradora em seu território, seja ela usuária do SUS ou da rede de saúde suplementar. À época da pesquisa, as unidades da atenção básica não pareciam ser uma porta aberta quando da agudização da sua condição crônica de saúde, o que leva o usuário a procurar primeiramente por serviços de urgência e emergência, continuando o fluxo para os serviços de internação, cujos procedimentos de alta complexidade também são dificultadores para uma boa evolução antes da ocorrência do óbito por DCV.

Morte prematura;Atenção Primária à Saúde;Doenças cardiovasculares;Estratégia de Saúde da Família;Causas de morte mal definidas
Rethinking effective strategies for prevention and control of chronic non-communicable diseases (NCD) has been a challenge for health care systems. According to the WHO, NCDs account for 73% of deaths worldwide, especially cardiovascular diseases (31.3%). In Brazil, cardiovascular diseases (CVD) are the leading cause of death in all Brazilian regions. This study’s research field was the municipality of Praia Grande -São Paulo, and its goal was to evaluate the performance of the health care network for the patient with CVD. The survey was conducted in two phases. The first, of quantitative character, sought to identify the evolution of mortality rates from cardiovascular diseases (ischemic heart disease, cerebrovascular disease and hypertensive disease) in the period between 1996 and 2012, before and after the creation of Regional Coroner's Service in Praia Grande’s municipality. The second part of the study, qualitative, sought to know, through collecting oral information, the path along the service network of the person seeking health services on the Praia Grande’s municipality in the perspective of the patient with cardiovascular disease until death occurred, in order to reconstruct the forms of access to health services and the continuity of care. The authors conducted a random selection of 17 CVD deaths of residents in Praia Grande that occurred in the period from January to May 2013. The records were located on the Family Health Units and used for data collection, carried out through semi-structured questionnaire. Family members and health services’ professionals that had been accessed during the event that led to the death were interviewed to recompose the service network. Results: We found a strong positive correlation between increased proportional cardiovascular mortality and number of deaths investigated by necropsy in the Coroner's Service suggesting that the investigation of the cause of death and the correct completion of death certificates may have been an important factor in mortality profile modification of Praia Grande municipality in the period 2006-2012. The behavioral observation using mirror of the trends of proportional mortality from ill-defined causes and cardiovascular disease suggests that the increase in participation in recent obituary occurred at the expense of the decline of the first. In the year 2013, this study indicated that the quantitative increase of teams of the Family Health Strategy alone was not enough to manage effectively and continuously the CVDs, although the primary care network of Praia Grande municipality had more than 56% of the local population covered with the Family Health Strategy. The knots within the health care circuit in the city of Praia Grande are the challenge to network, to communicate between peers, to transpose local walls and the fundamental role of the Community Health Agent in the matter of knowledge, monitoring and surveillance of the population living in his territory, whether SUS user or of the private healthcare services. At the time of the survey, the primary care units did not seem to be an open door at the moment that their chronic health condition worsens. This lead the user to look first for urgency and emergency services, continuing the flow for inpatient services, whose highly complex procedures are also hindering for a good outcome instead the occurrence of death from CVD.
Mortality premature;Primary health care;Cardiovascular diseases;Family Health Strategy;Ill-defined causes of death
1
186
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

Contexto

EPIDEMIOLOGIA
EPIDEMIOLOGIA E CICLOS DE VIDA
-

Banca Examinadora

MARA HELENA DE ANDREA GOMES
Sim
Nome Categoria
PAULA VILHENA CARNEVALE VIANNA Participante Externo
ADEMAR ARTHUR CHIORO DOS REIS Participante Externo
MANOEL CARLOS SAMPAIO DE ALMEIDA RIBEIRO Participante Externo
LISLAINE APARECIDA FRACOLLI Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não