Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
CIENCIA ANIMAL (41002016008P3)
PRODUÇÃO E QUALIDADE DO LEITE, FREQUÊNCIA DE ORDENHA, PROFUNDIDADE DE ÚBERE E COMPORTAMENTO DE VACAS DA RAÇA HOLANDESA EM ORDENHA ROBÓTICA
HELDER DE ARRUDA CORDOVA
TESE
30/06/2016

CÓRDOVA, Helder de Arruda. Produção e qualidade do leite, frequência de ordenha, profundidade de úbere e comportamento de vacas da raça holandesa em ordenha robótica. 2016. 142 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal) – Universidade do Estado de Santa Catarina. Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV/UDESC), Lages, SC, 2016. A introdução da ordenha robótica no Brasil fez surgir a necessidade de pesquisas para avaliá-la. Neste trabalho foram utilizadas vacas em lactação, da raça Holandesa, confinadas e ordenhadas no sistema de ordenha voluntária. O trabalho foi conduzido em Castro, PR, de março a junho de 2014. Foram realizados quatro estudos sobre condutividade elétrica (CE); conformação de úbere e limpeza de tetos; frequência de ordenha e bem estar animal e comportamento animal. Na avaliação da CE foram colhidos mensalmente dados eletrônicos e amostras de leite de um quarto mamário de dezoito vacas, por quatro meses. Além da especificidade e sensibilidade da CE, foram estimados os pontos de corte da mesma para os diferentes tipos de mastite. Na avaliação dos efeitos da profundidade do úbere sobre a limpeza dos tetos e sanidade da glândula mamária foram utilizadas vinte vacas, em quatro blocos de acordo com a profundidade da mesma, sendo utilizados dados eletrônicos e swab de dois tetos contralaterais. Para avaliar os efeitos da frequência diária de ordenha sobre o desempenho, consumo de concentrado e bem estar animal foram analisados dados eletrônicos de todas as vacas em lactação, mensalmente, após a realização de quatro controles leiteiros (CL). Os dados foram agrupados em três grupos conforme o número diário de ordenhas (1, 2 e +3). Após cada CL de cinco vacas de cada grupo foram colhidos dados para avaliar o bem estar animal. Na avaliação do comportamento animal foram utilizados os dados de todas as vacas em lactação agrupadas em três grupos, conforme a ordem de lactação (1, 2 e +3). Foram utilizados os registros eletrônicos de um dia por mês por vaca, por quatro meses. Os dados foram avaliados através de técnicas de análise uni e multivariada, utilizando-se o pacote estatístico SAS e a metodologia de Receiver Operating Characteristic Curve utilizando o MedCalc Statistical Software. A CE apresentou forte relação com os teores de lactose e de íons no leite. Leite de quartos mamários com CE ≥5,9 e ≥5,3 a ≤5,8 mS/cm podem ser considerados, respectivamente, com mastite clínica e subclínica. O consumo de concentrado, DEL, a produção do leite e a o escore de locomoção influenciaram a frequência de ordenha, a qual não afetou a concentração de cortisol sanguíneo. Em sistemas de ordenha robotizada (SOR), vacas com úbere com piso do úbere um pouco acima do jarrete apresentaram conformação de úbere mais adequada ao SOR. A ordem de parto influenciou o comportamento ingestivo de concentrado, principalmente, em vacas com produção de leite mais alta, porém, não interferiu no comportamento de ordenha de vacas com maior paridade. Os resultados dos quatro estudos poderão ser importantes para configurar os software de gerenciamento para emissão de alertas de mastite a partir da CE, fornecimento de concentrado e permissão de ordenha e auxiliar na seleção de vacas com conformação de úbere e comportamento mais adequado ao SOR bem como no manejo e formação de lotes.

Ordenha automática;Ordenha voluntária;Condutividade elétrica;Frequência de ordenha
CÓRDOVA, Helder de Arruda. Milk yield and quality, milking frequency, udder depth and behavior of holstein cows in robotic milking. 2016. 142 f. Thesis (Doctorate in Animal Science) - University of the State of Santa Catarina. Agroveterinárias Science Center (CAV / UDESC), Lages, SC, 2016. The introduction of robotic milking in Brazil has given rise to the need for research to evaluate it. In this work we used lactating cows, Holstein, confined and milked in the voluntary milking system. The work was conducted in Castro, PR, from March to June of 2014. Four studies were carried out about electrical conductivity (EC), udder conformation and teat cleaning, milking frequency and animal welfare and animal behavior. In the EC evaluation were collected monthly electronic data and samples of milk from one mammary quarter of eighteen cows for four months. In addition to the specificity and sensitivity of the EC, the cutting points of the same for the different types of mastitis were estimated. In the assessment of the effects of the udder depth on cleaning the teats and health of the mammary gland, twenty cows were used, in four blocks according with udder depth, of which were used electronic data and swab of two teats. To evaluate the effects of daily frequency of milking on performance, concentrate intake and welfare were collected electronic data from all lactating cows, monthly, after the completion of four milk production control (MC) were analysed. Data were grouped into three groups according to the number of daily milking (1, 2 and +3). After each MC five cows in each group data were collected to assess animal welfare. For assessing the behavior of all lactating cows the data were grouped into three groups according to lactation order (1, 2 and +3). Electronic records of one day per month per cow for four months were used. Data were evaluated by analysis techniques univariate and multivariate, using the statistical package SAS and Receiver Operating Characteristic Curve methodology using MedCalc Statistical Software. The EC had a strong relationship with the lactose and ions in milk. Milk of mammary quarters with EC ≥5,9 and ≥5,3 to ≤5,8 mS / cm can be considered, respectively, with clinical and subclinical mastitis. The concentrated intake, days in milk, the milk yield and the locomotion scoring influenced the frequency of milking, which did not affect the blood cortisol concentration. In automatic milking systems (AMS), cows with udder floor just above the hock showed udder conformation more suitable for AMS. The parity influenced the feeding behavior mainly in cows with higher milk yield, but did not affect behavior of milking of cows with higher parity. The results of the four studies will be important to set up the management software for the issuance of mastitis alerts due to increased of the EC, feeding with concentrated, milking permission, assist in the selection of cows with udder conformation and more appropriate behavior to the SOR and in the management and training of lots.
Automatic milking;Voluntary milking;Electric conductivity;Frequency of milking
1
143
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

PRODUÇÃO ANIMAL
GENÉTICA MELHORAMENTO E REPRODUÇÃO ANIMAL
Aspectos relacionados à qualidade do leite e sua relação com o manejo, alimentação e melhoramento genético em raças especializadas e seus cruzamentos

Banca Examinadora

ANDRE THALER NETO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
GERALDO TADEU DOS SANTOS Participante Externo
IVAN PEDRO DE OLIVEIRA GOMES Participante Externo
ALDO GAVA Docente - PERMANENTE
RODRIGO DE ALMEIDA Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim