Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
DO CERRADO BRASILEIRO À SAVANA MOÇAMBICANA: controvérsias da cooperação brasileira na promoção de uma nova Revolução Verde na África
MARIANA MENEZES SANTARELLI ROVERSI
TESE
18/07/2016

Entre 2003 e 2011, o Brasil viveu um momento de significativa expansão de sua Cooperação Internacional para o Desenvolvimento – CID, influenciado pelo deslocamento do eixo da política externa brasileira para as relações Sul-Sul. O ProSavana, um projeto de cooperação trilateral entre os governos do Brasil, Moçambique e Japão, iniciado em 2011, surgiu nesse contexto, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento rural da região do Corredor de Nacala, em Moçambique. O Programa é percebido nesta tese como uma tentativa de composição de mais uma aliança organizada para responder ao chamado internacional por uma nova etapa da denominada Longa Revolução Verde na África. Uma rede de atores e interesses que encontra suas origens em uma antiga parceria nipo-brasileira voltada para a consolidação de cadeias de commodities agrícolas e minerais, na qual o Brasil assumiu originalmente o papel de transmissor de uma determinada visão e de tecnologias de desenvolvimento rural, com o objetivo de reproduzir na Savana moçambicana um modelo já testado no Cerrado brasileiro. A partir do rastreamento das associações existentes entre os diversos atores e interesses, este estudo mostra como são produzidas e sustentadas as principais narrativas sobre o ProSavana, e como despontam as principais controvérsias. Observa-se nesta tese que o Programa passa por um processo de ressignificação, em que busca se dissociar da denúncia de usurpação de terras (LandGrab), ao mesmo tempo em que são redesenhadas as estratégias, de forma a alterar o foco do Programa para a integração dos pequenos produtores à agricultura comercial. Nesse processo, os atores brasileiros perdem relevância, o que suscita a questão central que a conclusão desta tese busca responder: por que a perspectiva de transferência de visões de desenvolvimento e políticas públicas, que caracteriza a emergente CSS brasileira, não se sustenta no desenho do ProSavana? Essa questão é trazida à tona como forma de iluminar a reflexão sobre os entraves e as possibilidades da difusão das políticas brasileiras para a agricultura e a segurança alimentar e nutricional enquanto referências de cooperação Sul-Sul para os países africanos, em um contexto local e global de disputa de paradigmas sobre perspectivas de desenvolvimento e formas de garantia do direito humano à alimentação.

Cooperação Sul-Sul;Revolução Verde;ProSavana;Transferência de Políticas Públicas.
Between 2003 and 2011 Brazil experienced a time of significant expansion of its International Development Cooperation, influenced by changes of the foreign policy towards South-South relations. ProSavana, a trilateral cooperation project between the governments of Brazil, Mozambique and Japan, arises in this context, in order to support the rural development of the Nacala Corridor region in Mozambique. The program is perceived in the thesis as an attempt to assemble a new alliance to respond to an international call for a new phase of what is known as the Long Green Revolution in Africa. A network of actors and interests originated from a previous Japanese-Brazilian partnership focused on the consolidation of agricultural and mineral commodities chains, in which Brazil originally assumed a role in the transmission of rural development views and technologies, in order to reproduce in the Mozambican Savannah a model already tested in the Brazilian Cerrado. By tracing the associations between the various actors and interests, the study shows how narratives about ProSavana are produced and sustained, and how the main controversies and disjunctions emerge. The Program goes through a reframing process, it seeks to dissociate itself from denounces of Land Grab, at the same time that strategies are redefined in order to change the focus of the Program for the integration of small farmers to commercial agriculture. In this process Brazilian actors lose relevance, which raises the central question answer at the conclusion of this thesis: Why the proposal of transferring development visions and public policies, which featured the emergent Brazilian South South cooperation, did not sustain itself in ProSavana design? This issue is raised to the reflection upon the obstacles and possibilities of the diffusion of Brazilian public policies for agriculture and food and nutrition security as a reference of South-South cooperation with African countries, in a local and global context, of disputes over development paradigms and strategies to guarantee food rights.
South-South Cooperation;Green Revolution;ProSavana;Policy Transfer.
1
206
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
POLÍTICAS PÚBLICAS, ESTADO E ATORES SOCIAIS
Transferência de Políticas Públicas, Aprendizado e Inovação: reflexões a partir do PAA e do ProSavana em Moçambique

Banca Examinadora

RENATO SERGIO JAMIL MALUF
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOHN WILKINSON Docente - PERMANENTE
MARIA MACEDO BARROSO Participante Externo
LETICIA MARIA COSTA DA NOBREGA CESARINO Participante Externo
RENATO SERGIO JAMIL MALUF Docente - PERMANENTE
CLAUDIA JOB SCHMITT Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Doutorado no País GD 48

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Profissional Autônomo
Não