Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
O Varejo e o setor hortifrutigranjeiro no Brasil: uma análise dos impactos na produção local a partir da abordagem de Global Value Chains.
ANDRE LUIS FUNCKE
TESE
07/07/2016

O maior desafio para promover condições decentes de trabalho (segundo a organização Mundial do Trabalho) associados a cadeias de produção integradas com mercados globais é gerar ganhos que beneficiem tanto empresas quanto trabalhadores. As análises de redes de produção global e cadeias de valores têm focado principalmente em empresas, sem considerar o papel do trabalho e de instituições indiretamente ligadas ao meio de produção. O escopo teórico mais utilizado para tratar a questão de inserção de produtores em cadeias de suprimento globalizadas é o Global Value Chain, que, recentemente, sofreu uma ampliação para dar conta não apenas de questões econômicas, mas também de questões sociais. Alguns autores argumentam que o GVC não é um referencial teórico e sim uma abordagem analítica que pode ser usada dentro de diversos enfoques teóricos. No entanto, para dar conta da avaliação de ganhos/perdas sociais foi necessário que o referencial analítico inicial fosse complementado por uma abordagem de rede social de forma a perceber o inter-relacionamento entre todos os atores que influenciam na organização da produção local, incluindo questões relacionadas à legislação, sindicalismo e proteção social. Este projeto de pesquisa visa contribuir para a compreensão de um quadro analítico aplicado ao setor agrícola, que possa investigar o relacionamento entre as melhorias econômicas obtidas por empresas e melhorias sociais dos trabalhadores rurais e pequenos produtores, partindo da suposição de que melhorias econômicas não necessariamente levam a melhorias sociais. O objeto de estudo será a organização produtiva da fruticultura no Brasil, através de pesquisas de campo conduzidas nos perímetros irrigados de Petrolina/Juazeiro, que comporta grandes fazendas comerciais, grandes, médios e pequenos produtores rurais, multinacionais e que tem sua produção voltada tanto aos mercados domésticos como internacionais. Verificou-se que a inserção de uma região produtiva em cadeias de produção globais através atividades de agregação de valor à produção por intermédio de melhorias técnicas e adequação da produção ao mercado internacional, pode trazer benefícios para grandes e médio produtores, mas geralmente funciona como mecanismo de exclusão de pequenos agricultores com baixa capacidade de investimento, principalmente os familiares. A convergência entre as dinâmicas do mercado doméstico e do mercado internacional é fundamental para ampliar os ganhos econômicos e sociais dos atores que compões a organização da produção. Por outro lado, a consecução de ganhos econômicos em ganhos sociais para trabalhadores rurais e agricultores familiares não é imediata, nem garantida pela influência dos atores líderes na coordenação da cadeia produtiva. A obtenção de ganhos sociais está fortemente vinculada à existência de um arcabouço institucional e legal, que garanta voz e poder de negociação por parte dos trabalhadores e foi altamente influenciada pela presença de uma gestão pública com enfoque na busca da equidade social.

Global Value Chain;Global Produce network, upgrading econômico, upgrading social, pequenos produtores, condições decentes de trabalho.
The biggest challenge to promote decent work (according to the International Labor Organization) at regions with the production organization influenced by global supply chains is to generate upgrading that benefit both companies and workers. Analyses of global production networks and value chains have focused mainly on companies, without considering the role of work and institutions indirectly linked to the means of production. The most widely used theoretical scope to address the issue of including local producers in global supply chains is the Global Value Chain. Some authors may argue that the GVC is not a theory but an analytical framework, that can be used within different theoretical approaches. However, to evaluate social up/downgrading, it was necessary that the initial analytical framework was complemented by a social network approach, in order to understand the interrelationship between all parts that influence the organization of local production, including issues related to legislation, trade unions and social protection. This research project aims to contribute to the understanding issues applied to the agricultural sector, investigating the relationship between firm economic upgrading and social upgrading regarding rural workers and small farmers, based on the assumption that economic upgrading does not necessarily lead to social upgrading. The study object is the productive organization of the irrigated region Petrolina / Juazeiro, which includes large commercial farms, large, medium and small farmers, multinational businesses and has its production focused on domestic and international markets. It was found that the inclusion of a productive region in global supply chains through valueadded activities, obtains through technical capacity and standards aiming the international market, can benefit large and medium producers, but usually leads to exclusion of small farmers with low investment capacity, mainly family holders. On the other hand, the achievement of economic upgrading does not immediately imply in social upgrading to rural workers and small farmers, nor is guaranteed by the influence of the leading firms at the global supply chain. Obtaining social upgrading it is strongly related to the existence of an institutional and legal framework, that ensures voice and bargaining power by workers. This arrangement is highly influenced by the presence of a public administration with a focus on the pursuit of social equity and by de convergence of domestic and international markets.
Global Value Chain;Global Produce Network, social upgrading, economic upgrading, small producers, decent work conditions.
1
175
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
INSTITUIÇÕES, MERCADO E REGULAÇÃO
CAPTURING THE GAINS: O SETOR DE HORTIFRUTIFLORICULTURA NA AMÉRICA LATINA

Banca Examinadora

JOHN WILKINSON
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
GEORGES GERARD FLEXOR Docente - COLABORADOR
GILBERTO CARLOS CERQUEIRA MASCARENHAS ASSIS Participante Externo
ALTAIR DOS SANTOS FERREIRA FILHO Participante Externo
JOHN WILKINSON Docente - PERMANENTE
RENATO SERGIO JAMIL MALUF Docente - PERMANENTE

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Empresas
Não