Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC
NANOCIÊNCIAS E MATERIAIS AVANÇADOS (33144010006P9)
AVALIAÇÃO DO EFEITO DE AGENTES PRÓ-OXIDANTES ORGÂNICOS NA DEGRADAÇÃO DO POLIPROPILENO
RAFAELA GUIMARAES DA ROCHA
DISSERTAÇÃO
19/04/2016

Polímeros vêm sendo cada vez mais utilizados em diversas aplicações e sua produção mundial cresce a cada ano. O polipropileno, material pertencente à família das poliolefinas, é um dos termoplásticos de maior produção entre os polímeros desta classe. O descarte inadequado de resíduos provenientes de materiais poliméricos, sendo o polipropileno o material com maior quantidade destes, gera grande preocupação por conta do impacto ambiental provocado pelos mesmos. Mediante tal problema, este trabalho tem como objetivo buscar uma solução ambientalmente adequada, investigando a possibilidade de degradação abiótica do polipropileno através da introdução de agentes pró-oxidantes orgânicos em sua cadeia, sendo estes o poliacetal e agente orgânico Eco-one®, por meio de dois envelhecimentos acelerados, térmico em estufa e fotooxidativo . A caracterização das amostras foi realizada por meio dos ensaios de índice de fluidez (IF), propriedades mecânicas (PM), espectroscopia na região do infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), análise termogravimétrica (TGA), calorimetria diferencial de varredura (DSC), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e cromatografia de permeação em gel (GPC). De acordo com os resultados de ensaio mecânico de tração, FTIR, TGA, DSC, MEV e GPC analisados, é possível afirmar que os envelhecimentos fotooxidativo e em estufa foram eficazes na degradação do polipropileno e de suas composições com Eco-one® e POM. Além disso, pode-se afirmar que os agentes pró-oxidantes incorporados à matriz de PP se mostraram eficientes no processo de degradação foto e termo-oxidativa, promovendo com os envelhecimentos, uma possível cisão das cadeias do PP. No entanto, a presença dos agentes pró-oxidantes na matriz de PP não promoveu sua degradação antes dos envelhecimentos. O envelhecimento acelerado em Weather-Omether® favoreceu igualmente a degradação tanto do PP puro quanto das composições com Eco-one® e POM. Já o envelhecimento acelerado em estufa favoreceu mais acentuadamente a degradação das composições com POM. Palavras chave:

Polipropileno;Eco-one®;Poliacetal;Pró-oxidante;Degradação e envelhecimento acelerado.
Polymers are being increasingly used in various applications, and their world production grows every year. Polypropylene, a material belonging to the family of polyolefins, is one of the most produced thermoplastic among the polymers of this class. The improper disposal of waste from polymeric materials, being polypropylene the material with the highest amount of waste produced, generates great concern because of the environmental impact caused by it. Upon such problem, this work aims to seek an environmentally sound solution, investigating the possibility of abiotic degradation of polypropylene by introducing organic pro-oxidants in its chain, these being Polyacetal and the organic agent Eco-one®, by two accelerated aging methods, thermal in air oven and photo-oxidative. The characterization of the samples was performed by melt flow index testing (IF), mechanical properties (PM), infrared spectroscopy (FTIR), thermogravimetric analysis (TGA), differential scanning calorimetry (DSC), scanning electron microscopy (SEM) and gel permeation chromatography (GPC). According to the analyzed results of tensile tests, FTIR, TGA, DSC, SEM and GPC, it is clear that the aging photo-oxidative and oven air procedures are effective in degrading polypropylene and its compositions with Eco-one® and POM. In addition, it can be stated that the pro-oxidant agents incorporated into the PP matrix were efficient in the process of photo and thermo-oxidative degradation, promoting along with the aging procedures, the breaking of PP chains. However, the presence of pro-oxidant agents in the PP matrix does not promote its degradation before aging. The accelerated aging in Weather-Ometer® also favored the degradation of both the pure PP and the samples containing Eco-one® and POM. On the other hand accelerated aging in an oven favored more markedly the degradation of the compositions with POM.
Polypropylene;Eco-one®;Polyacetal;Pro-oxidant;Degradation and accelerated aging
1
152
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC

Contexto

NANOCIÊNCIAS E MATERIAIS AVANÇADOS
POLÍMEROS
-

Banca Examinadora

DERVAL DOS SANTOS ROSA
Sim
Nome Categoria
SONIA MARIA MALMONGE Participante Externo
GUILHERMINO JOSE MACEDO FECHINE Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado no País GM 24

Vínculo

-
-
-
Não