Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
ESTUDO DA AÇÃO INIBITÓRIA DA Physalis angulata L. SOBRE A FUNÇÃO DO RECEPTOR P2X7 E SEU PORO ASSOCIADO
NATASHA CRISTINA DA ROCHA
DISSERTAÇÃO
16/02/2016

O receptor P2X7 (P2X7R) é um canal iônico ativado por ligante. Quando ativado pelo ATP, seu agonista natural abre um canal cátion seletivo. Entretanto, quando o receptor é ativado, por altas concentrações de ATP, ocorre a abertura de um poro não seletivo de identidade desconhecida, que permite a passagem de corantes de alto peso molecular. Há duas hipóteses para a abertura desse poro: a primeira consiste na dilatação do próprio canal iônico e a segunda na necessidade de recrutar novas subunidades para a formação do poro. Contudo essas duas hipóteses permanecem controversas na literatura. Além disso, os produtos naturais têm sido foco de grande interesse para a pesquisa, visto que existe a utilização tradicional destes produtos, em algumas culturas e na maioria dos casos é de baixo custo. O que os torna alvo de estudos como uma alternativa para as drogas sintéticas. Certamente, o entendimento dos mecanismos de ativação do P2X7R poderia contribuir para o desenvolvimento de novos antagonistas de potencial clínico, visto que a ativação do P2X7R está envolvida com dor neuropática, doenças inflamatórias como a artrite reumatoide e leucemia linfocítica. Dessa forma, com o intuito de descobrir novas drogas capazes de diminuir a inflamação e a dor, mas com o mínimo de efeito colateral, avaliamos o efeito do extrato metanólico, pool de princípios ativos e compostos isolados da folha da Physalis angulata L. sobre a atividade funcional do poro associado ao P2X7R. Para tal fim, utilizamos células da linhagem macrocíticas e macrófagos peritoneais. Assim, as células foram usadas em ensaios de permeabilização celular, citometria de fluxo, ensaio de toxidade, bloqueio da liberação de IL-1β e inibição da liberação de edema de pata. Em resumo, nossos dados demonstraram que houve uma inibição do P2X7R em todas as doses de extratos, de pool e fisalinas isoladas, com uma inibição inferior a resposta do controle negativo. Essas características, somadas á ampla distribuição e fácil cultivo da planta, confirmam a sua utilização popular e a colocam como promissora fonte para o desenvolvimento de um novo alvo terapêutico. Portanto, nossos resultados se mostraram promissores, mas entendemos que outros estudos devem ser conduzidos, objetivando um entendimento mais abrangente sobre a participação do P2X7R em situações fisiológicas e patológicas.

P2X7 receptor, Physalis angulata L., physalins, natural products
The P2X7 receptor (P2X7R) is a ligand-gated ion channel. When activated by the naturally ocurring agonist ATP it opens a cation selective channel. However, when the receptor is activated by high ATP concentrations, is the opening of a non selective pore of unknown identity, which permits the passage of large molecular wheight dyes. There are two hypothesis of this phenomena: the first one consists in a dilatation of the ion channel itself and the second highlights the need of another subunit to assembly the pore. Nevertheless, these two hypothesis remains controversal in the literature. Furthermore, natural products have been of great interest for research, since there is the traditional use of these products, in some cultures and in most cases is low cost. What makes the subject of studies as an alternative to synthetic drugs. Certainly, the understanding of the mechanisms of activation of P2X7R could contribute to the development of new clinical potential antagonists since activation of P2X7R is involved in neuropathic pain, inflammatory diseases such as rheumatoid arthritis and lymphocytic leukemia. Therefore, in order to discover new drugs able to reduce inflammation and pain, but with minimal side effects, we evaluated the effect of the methanol extract pool of active ingredients and compounds isolated from Physalis angulata L. on the activity the pore associated with the P2X7R. To this end, we use macrocytic lineage and peritoneal macrophages. Thus, the cells were used for cell permeabilization assays, flow cytometry, toxicity assay, blocking IL-1β r l s n nh b t on o p w edema release. In summary, our data showed that there was an inhibition of P2X7R at all extracts doses, and physalins isolated pool with a lower inhibition of the response of the negative control. These characteristics, combined with the wide distribution and easy growing the plant confirm its popular use and placed as a promising source for the development of a new therapeutic target. So our results were promising, but we understand that further studies should be conducted, aiming at a broader understanding of the involvement of P2X7R in physiological and pathological situations.
P2X7 receptor, Physalis angulata L., physalins, natural products
01
93
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
-

Banca Examinadora

IZABEL CHRISTINA NUNES DE PALMER PAIXAO
Sim
Nome Categoria
JUSSARA MACHADO LAGROTA CANDIDO Docente
ANAEL VIANA PINTO ALBERTO Participante Externo
LUIZ ROBERTO LEAO FERREIRA Docente
LEANDRO MACHADO ROCHA Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa Produtividade em Pesquisa 12
FUNDACAO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-FAPERJ - Auxílio à Pesquisa - APQ1 24

Vínculo

-
-
-
Não