Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
LETRAS (23002018004P7)
Análise das crenças de professores de língua portuguesa sobre o internetês
LUAN TALLES DE ARAUJO BRITO
DISSERTAÇÃO
20/11/2015

Nos últimos anos, o estudo das crenças na Linguística Aplicada ganhou plena expansão no contexto brasileiro. Por essa razão, partindo do pressuposto de que é necessária a realização de novas perspectivas de investigação nesse campo envolvendo aspectos mais específicos acerca do ensino e aprendizagem de línguas, pretendemos, neste trabalho, descrever, analisar e discutir as crenças de professores de Língua Portuguesa sobre o internetês e sobre o tratamento dessa variedade linguística em sala de aula. Sendo assim, esta pesquisa é norteada pelas seguintes temáticas: Crenças, Ensino de Língua Materna e Internetês. Para a discussão do conceito de crenças, utilizamos Barcelos (1995, 2001, 2004, 2006, 2007), Dufva (2003), Silva (2005, 2006, 2007), Rocha (2010), Pajares (1992), dentre outros. Quanto ao ensino de língua materna, especialmente Bagno (2001, 2006, 2013), Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2014), Brasil (1998), Halliday (1974) e Travaglia (2009). Na discussão do internetês, numa visão sociointeracionista e sociolinguista, destacam-se Bakhtin (1997, 2009), Bisognin (2009), Coelho et al. (2015), Crystal (2005), Lévy (1997, 1999), Marcuschi (2000, 2003, 2010), Ong (1998), Rajagopalan (2013) e Xavier (2014). Trata-se de um estudo de natureza descritiva e interpretativista, cuja análise dos dados é realizada qualitativamente. Para tanto, fizemos uso do questionário fechado do tipo Likert-scale e da entrevista semiestruturada para o levantamento do corpus. O presente estudo contou com a participação de docentes de Língua Portuguesa, de 6º a 9º anos do ensino fundamental, totalizando cinco (05) participantes, os quais pertenciam a escolas públicas municipais da cidade de Brejo do Cruz – Paraíba. Os resultados mostram que as crenças dos sujeitos investigados seguem, em geral, duas perspectivas valorativas diferentes ante o internetês. Uma de caráter descritivonormativo que o analisa como um “erro”, algo “incompleto” e indecifrável. A outra, de caráter descritivo-explicativo, que o explica enquanto uma variedade linguística plenamente funcional adequada às situações sociodiscursivas informais da esfera eletrônica de comunicação. Por conseguinte, essas perspectivas podem repercutir, em sala de aula, nos posicionamentos dos docentes em relação ao internetês. De um lado, disseminando o preconceito linguístico. De outro, despertando no aluno a necessidade de monitoramento do comportamento verbal nas diferentes práticas comunicativas da vida em sociedade.

Crenças;Docentes de Língua Portuguesa;Internetês;Preconceito linguístico;Monitoramento do comportamento verbal
In the last years, the study of the beliefs in the Applied Linguistics gained full expansion in the Brazilian context. Therefore, based on the assumption that is necessary the realization of new investigation perspectives in this field involving more specific aspects about the language teaching and learning, we intend, in this study, describe, analyze and discuss the beliefs of the Portuguese language teachers about the netlingo and about the treatment of that linguistic variety in the classroom. Thus, this research is guided by the following subject areas: Beliefs, Teaching of the Mother Tongue and Netlingo. For the discussion of the concept of beliefs, we used Barcelos (1995, 2001, 2004, 2006, 2007), Dufva (2003), Silva (2005, 2006, 2007), Rocha (2010), Pajares (1992), among others. As for the teaching of the mother tongue, especially Bagno (2001, 2006, 2013), Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2014), Brasil (1998), Halliday (1974) and Travaglia (2009). In the discussion about netlingo, at a social interactionist and sociolinguistics vision, stand out Bakhtin (1997, 2009), Bisognin (2009), Coelho et al. (2015), Crystal (2005), Lévy (1997, 1999), Marcuschi (2000, 2003, 2010), Ong (1998), Rajagopalan (2013) and Xavier (2014). This study has a descriptive and interpretivist nature, whose data analysis is realized qualitatively. For this purpose, we made use of the closed questionnaire of the Likert-scale kind and of a semi-structured interview for the corpus survey. The current study was supported by Portuguese language teachers, from the grades 6th to 9th of the middle school, totaling five (05) participants, which belonged to municipal public schools from city Brejo do Cruz - Paraíba. The results show that the beliefs of the investigated subjects follow, generally, two different value perspectives before the netlingo. One with normative-descriptive nature that analyzes it as an “error”, something “incomplete” and indecipherable. The other, with descriptive and explanatory nature, that explains it while a linguistic variety fully functional appropriate to informal sociodiscursive situations in the electronic media domain. Consequently, these perspectives can affect, in the classroom, the teacher attitudes in relation to the netlingo. On the one hand, spreading the linguistic prejudice. On the other, raising in the student the necessity of a verbal behavior monitoring about the different communicative practices in the life in society.
Beliefs;Portuguese Language Teacher;Netlingo;Linguistic prejudice;Verbal behavior monitoring
Único
191
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

ESTUDOS DO DISCURSO E DO TEXTO
TEXTO E CONSTRUCAO DE SENTIDOS
Verbete lexicográfico, Multimodalidade e Estilo: uma abordagem semiótica

Banca Examinadora

ANTONIO LUCIANO PONTES
Sim
Nome Categoria
MARCIO SALES SANTIAGO Participante Externo
MARCOS NONATO DE OLIVEIRA Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim