Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
CLÍNICA VETERINÁRIA (33002010150P1)
Galectina-3 como biomarcador na insuficiência cardíaca secundária à degeneração valvar crônica de mitral em cães
JACQUELINE RIBEIRO DE CASTRO
TESE
04/05/2016

A degeneração valvar crônica mitral (DVCM) é uma cardiopatia de alta prevalência na clínica médica de pequenos animais e acomete principalmente cães idosos de raças de pequeno porte. A fim de se acompanhar a evolução da insuficiência cardíaca (IC), a galectina-3 (Gal-3) vem sendo utilizada como um biomarcador na identificação de doenças cardíacas pré-clínicas, progressão e descompensação em pacientes humanos. O objetivo deste estudo clínico foi estabelecer intervalos de referência da Gal-3 na população canina estudada e determinar a utilidade desse novo biomarcador sérico isoladamente ou em associação com o pró-peptídeo natriurético tipo B (NT-proBNP) e a troponina cardíaca I (cTnI) para estimativa de prognóstico em curto prazo em cães com IC decorrente de DVCM. O delineamento fundamentou-se em um estudo clínico observacional transversal prospectivo com braço longitudinal. A amostra foi composta por 139 cães distribuídos em cinco grupos criteriosamente selecionados de acordo com o estadiamento da DVCM (Grupo controle: estágio A- composto por 60 cães hígidos de raças de pequeno porte com predisposição à DVCM, 28 cães em estágio B1, 20 cães em B2, 20 cães em estágio C e 11 cães em estágio D), advindos da rotina do Serviço de Cardiologia do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Os grupos B1, B2, C e D tiveram uma segunda coleta aos 60 dias. Foram dosados Gal-3 humana e canina, NT-proBNP e cTnI. Os valores de referência mensurados no grupo A para Gal-3 humana foram de 7,548 ng/mL (P25%-75%=8,933-10,960). A recuperação da concentração de Gal-3 em cães clinicamente saudáveis obtida com kit canino foi significativamente mais baixa, com baixa repetibilidade e reprodutibilidade, em comparação com o kit humano, sugerindo assim menor sensibilidade do kit canino utilizado. Conclui-se que a magnitude e a variação nas concentrações de Gal-3 humana e canina não permitiram a detecção de diferenças entre os estágios da DVCM e também não foi capaz de identificar pacientes em IC, diferente dos marcadores avaliados, NT-proBNP e cTnI, já consagrados na IC para a espécie canina.

Biomarcadores cardíacos. Endocardiose. Peptídeos natriuréticos. Troponina I cardíaca. Canino
Chronic mitral valve degeneration (CMVD) is a highly prevalent heart disease in small animal internal medicine seen mainly in older small breed dogs. In order to follow the progression of heart failure (HF), galectin-3 (Gal-3) has been applied as a biomarker to identify pre-clinical cardiac diseases, progression and decompensation in human patients. This study aimed to establish reference intervals for Gal-3 in a canine population, and to determine the utility of this new biomarker, isolated or in association with Type B natriuretic pro-peptide (NT-proBNP) and cardiac troponin I to estimate short term prognosis in dogs with HF caused by CMVD. It was designed as an observational prospective cross-sectional clinical study with a longitudinal arm. One hundred thirty nine dogs were distributed among five groups with rigorous selection criteria, according to ACVIM CMVD staging (Control group: stage A- 60 healthy small breed dogs, predisposed to CMVD; 28 dogs in stage B1, 20 dogs in stage B2, 20 dogs in stage C and 11 dogs in stage D), recruited from the Cardiology Service from the Veterinary Teaching Hospital, School of Veterinary Medicine, University of São Paulo. Groups B1, B2, C and D had a second blood sampling at day 60. Measurements were obtained for human and canine Gal-3, NT-proBNP and cTnI. Reference values obtained for group A for human Gal-3 were 7.548 ng/mL (P25%-75%=8.933-10.960). Gal-3 concentration recovery for healthy dogs obtained with canine kit was significantly lower, with low repeatability and reproducibility, compared to the human kit, suggesting lower sensitivity of the canine Gal-3 kit used. We concluded that the magnitude and variation observed in human and canine Gal-3 did not allow for detection of differences between stages of CMVD nor were capable of identifying patients in HF, compared to the other measured biomarkers, NT-proBNP and cTnI, already established for canine HF evaluation.
Cardiac biomarkers. Endocardiosis. Natriuretic peptides. Cardiac troponin I. Canine
1
156
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CLÍNICA VETERINÁRIA
CLÍNICA MÉDICA DE CANINOS E FELINOS
Cardiologia Veterinária Comparada

Banca Examinadora

DENISE SARETTA SCHWARTZ
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
DENISE TABACCHI FANTONI Participante Externo
JAMES NEWTON BIZETTO MEIRA DE ANDRADE Participante Externo
MARIA HELENA MATIKO AKAO LARSSON Docente - COLABORADOR
PATRICIA PEREIRA COSTA CHAMAS Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 44

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim