Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE SÃO PAULO
FARMÁCIA (33107017002P1)
PREVALÊNCIA DE POTENCIAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS FÁRMACO-FÁRMACO EM UM HOSPITAL DE CUIABÁ
FRANCIS MAURO PEDROSO
DISSERTAÇÃO
24/06/2015

Este estudo, caracterizado como descritivo, retrospectivo, desenvolvido a partir de levantamento referente ao conhecimento da prevalência das principais interações medicamentosas descrito na literatura e a partir desse levantamento buscou-se identificar as potenciais interações que ocorreram na clínica médica do Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM) localizado no município de Cuiabá-MT. Foram analisadas as prescrições médicas no período de 01/07/2013 a 30/10/2013. Para a análise das potenciais interações medicamentosas foi utilizado software MICROMEDEX® Healthcare Series. Neste estudo, foram analisadas 2.639 prescrições. O número de pacientes total foi de 275, sendo que 160 (58,2%) do sexo masculino e 115 (41,8%) do feminino. Foi encontrada uma média de 9,5 prescrições por paciente; a média de permanência de internação foi de 21,11 dias. Foram prescritos 222 tipos de medicamentos repetidos 17327 vezes que pertenciam a 46 classes terapêuticas, perfazendo um total de 6,5 medicações por prescrição, sendo a classe mais prevalente a classe de antibióticos (18,14%) seguida dos antihipertensivos (14,59%), dos analgésicos não opióides e dos inibidores de bomba de prótons com 10,20% e 9,93% respectivamente. Foram encontrados 368 tipos de potenciais interações medicamentosas, que se repetiram 4962 vezes, perfazendo uma média de 1,88 possíveis interações medicamentosas por prescrição, sendo a frequência mais elevada no grupo dos idosos. Do total dos 368 tipos de potenciais interações medicamentosas, 130 (35,33%) eram de severidade grave, sendo que 70% possuem nível de evidência entre boa e excelente. As contraindicadas corresponderam a 0,54%, sendo que esta possui uma importância clínica relevante, uma vez que medicamentos que possuem este tipo de interação não deveriam ser prescritos simultaneamente. Em conclusão, foi possível detectar um índice alto de potenciais interações medicamentosas nos pacientes internados, situação que leva à reflexão sobre possíveis alternativas que possam alterar esses índices encontrados buscando sempre avaliar as medidas utilizadas, como indicativo de melhora ou não do quadro exposto.

interação medicamentosa;uso racional de medicamentos;farmaco
This study, characterized as descriptive, retrospective, an approach developed from the survey regarding the knowledge of the prevalence of the main drug interactions described in the literature, from this survey aimed to understand the potential interactions that occurred in the medical clinic of the University Hospital Júlio Muller (HUJM) located in the city of Cuiaba-MT. Medical prescriptions were analyzed in the period from 07.01.2013 to 30.10.2013. For the analysis of potential drug interactions was used Micromedex® Healthcare Series software. In this study, 2639 were analyzed requirements. The total number of patients was 275, of which 160 (58.2%) male and 115 (41.8%) were female. A 9.5 per patient prescriptions found; the average hospital stay was 21.11 days. 222 types of medicines repeated 17,327 times were prescribed, and belonged to 46 therapeutic classes, for a total of 6.5 medications by prescription, It is the most prevalent class to class of antibiotics (18.14%) followed by anti-hypertensive (14.59%), of non-opioid analgesics and proton pump inhibitors with 10.20% and 9.93% respectively. 368 types of drug interactions, which were repeated 4962 times were found, making an average of 1.88 possible drug interactions by prescription, with the highest frequency among the elderly. Of the 368 types of potential drug interactions, 130 (35.33%) were grave severity, and 70% have a level of evidence between good and excellent. Against indicated corresponded to 0.54% and this has a significant clinical importance, since drugs that have this type of interaction should not be prescribed simultaneously. In conclusion, it was possible to detect a high rate of drug interactions in hospitalized patients, situation that leads to reflection on possible alternatives that may alter these ratios found always seeking to assess the measures used, as an indication of improvement or not the exposed frame.
drug interaction;medicine;anty-hypertensive
73
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FARMÁCIA
ESTUDOS DE UTILIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS
-

Banca Examinadora

Maria Cristina Marcucci Ribeiro
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
PAULO CELSO PARDI Docente - PERMANENTE

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Outros
Não

Produções Intelectuais Associadas

Não existem produções associadas ao trabalho de conclusão.