Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
Zootecnia (50001019033P7)
Análise econômico-financeira da implantação de sistemas integrados para a produção de novilhas leiteiras
ORLANDO LUCIO DE OLIVEIRA JUNIOR
DISSERTAÇÃO
08/06/2015

Os sistemas integrados de produção são caracterizados pela otimização do uso dos recursos produtivos de forma a maximizar o uso do solo, planta e animal, garantindo renda e estimulando a preservação ambiental. Porém, sua adoção ainda é limitada, principalmente, pela falta de estudos de viabilidade econômico-finaceira destes sistemas. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a viabilidade econômico- financeira da implantação de sistemas integrados para produção de novilhas leiteiras na região Norte de Mato Grosso, obtendo os indicadores econômicos de rentabilidade: valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR) e o tempo de recuperação do capital investido (Payback descontado). Os itens de maior impacto nos resultados econômicos foram determinados pela análise de sensibilidade. O risco econômico-financeiro foi determinado utilizando o método de Monte Carlo, onde se verificou a probabilidade de insucesso da atividade, diante das oscilações de preços ocorridas no mercado. Os sistemas avaliados foram: o sistema de integração lavoura-pecuária (ILP) e o sistema de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), com plantio de dois renques de linhas duplas de eucalipto somente nas laterais, distantes 52 metros um do outro. Esta configuração faz parte da base experimental de produção de leite onde foram gerados os dados de produtividade da lavoura, da pecuária e floresta. Os dados de produtividade foram utilizados para ajustar a análise econômico-financeira aproximando da condição de sistemas produtivos reais. Na análise ajustada, o horizonte de exploração considerado foi de 14 anos, para uma área de 50 ha para cada sistema. Foram construídas planilhas de fluxo de caixa referente ao período de 2010 a 2015, com base nos dados coletados na base experimental. Foram calculados os VPLs, aplicando-se as taxas de descontos de 6, 8, 10 e 12% ao ano. Os dois sistemas apresentaram VPL positivo quando submetidos a taxa de 10% a.a. A TIR foi de 11,37% e 10,73% para os sistemas ILP e ILPF, respectivamente. O capital financeiro investido foi recuperado após 8 anos e 8 meses para ILP e 8 anos e 3 meses para o ILPF. A categoria mais sensível às variações de preços ocorridas no mercado foi o preço de venda das novilhas leiteiras com prenhez confirmada de 4 meses. Os sistemas ajustados apresentaram baixa probabilidade de fracasso quando submetidos a uma taxa de 10% para ILP e 8% para ILPF. Conclui-se que ambos os sistemas são viáveis financeiramente, porém não devem ser comparados, entre si, por se tratar de diferentes pacotes tecnológicos, devendo ser recomendados aos produtores ou investidores, em função do perfil individual de cada um, quer seja na capacidade de assimilação da tecnologia, quer seja na capacidade financeira disponível para investimento.

análise de risco, análise de sensibilidade, integração lavoura-pecuária- floresta, pecuária leiteira, taxa interna de retorno, valor presente líquido
-
-
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

ZOOTECNIA
PRODUÇÃO ANIMAL
-

Banca Examinadora

BRUNO CARNEIRO E PEDREIRA
DOCENTE - PERMANENTE
Não
Nome Categoria
AFONSO AURELIO DE CARVALHO PERES Participante Externo
ROBERTA APARECIDA CARNEVALLI MONTEIRO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA-MATRIZ - Macroprograma 2/Embrapa 24

Vínculo

CLT
Empresa Pública ou Estatal
Pesquisa
Não