Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
MEDO, NERVOSISMO, DESPREPARO, AMBIVALÊNCIA: O ALUNO DO CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM INTERAGINDO COM O FAMILIAR DA CRIANÇA HOSPITALIZADA
JULIANA YUKARI TAKAHASHI ONISHI
DISSERTAÇÃO
25/03/2015

Este estudo, de abordagem qualitativa, teve como objetivo compreender o significado de interagir com os familiares da criança hospitalizada para o aluno do Curso Técnico em Enfermagem. Para conduzi-lo, o Interacionismo Simbólico foi adotado como referencial teórico e a Análise Qualitativa de Conteúdo, como o metodológico. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada realizada, individualmente, com oito alunos egressos do Curso Técnico em Enfermagem de uma instituição de ensino localizada no município de Osasco/SP. A análise dos dados permitiu a identificação da categoria conceitual MEDO, NERVOSISMO, DESPREPARO, AMBIVALÊNCIA: O ALUNO DO CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM INTERAGINDO COM O FAMILIAR DA CRIANÇA HOSPITALIZADA e revelou que, durante o ensino prático, o aluno apresentava-se, muitas vezes, incomodado ao prestar assistência à criança hospitalizada na presença dos familiares. Isso decorre da falta de habilidade técnica, experiência e comunicação adequada para lidar com os familiares, gerando insatisfação dos mesmos, por acreditarem que os estagiários, por serem aprendizes, causarão sofrimento à criança, em especial na realização da punção venosa periférica. Como consequência do despreparo sobre como lidar com o familiar da criança, o aluno chega a definir que a interação com o mesmo não é uma prática de enfermagem; que, para ele, o estágio no hospital tem como objetivo apenas aprender a realizar os procedimentos técnicos. No entanto, o aluno considera os familiares uma ferramenta de ajuda e fonte de segurança à criança, o que o impulsiona a tentar estabelecer uma interação positiva com os mesmos, por meio do diálogo, tranquilizando-os, explicando-lhes os procedimentos e tentando demonstrar segurança em sua execução, além de mostrar interesse pela criança e seu cotidiano. Ele sente-se gratificado quando obtém o reconhecimento do familiar nos cuidados, o que lhe certifica como capaz de lidar com a criança. Conhecer essa experiência, que se encontra expressa nas categorias temáticas do estudo, leva à compreensão da necessidade de inclusão da temática relativa ao cuidado à família na matriz curricular do Curso Técnico em Enfermagem e contribui para reflexões sobre as mudanças positivas desse conhecimento para esse aluno, bem como serve de motivação para realização de novos estudos, por se tratar de assunto pouco explorado na literatura.

Educação profissionalizante;Educação técnica em enfermagem;Família;Humanização;Enfermagem Pediátrica.
This study adopted a qualitative approach, aimed to understand the meaning students of Technical Nursing Courses attribute to interactions with family members of hospitalized children. To conduct it, the Symbolic Interactionism and the Qualitative Analysis of Content were adopted as the theoretical and the methodological frameworks, respectively. Data were collected by semi-structured interviews conducted individually with eight former students of the Technical Nursing Course from an educational institution located in the city of Osasco / SP. Data analysis allowed the identification of the conceptual category: FEAR, NERVOUSNESS, LACK OF PREPARATION: THE STUDENT OF THE TECHNICAL NURSING COURSE INTERACTING WITH THE FAMILY OF HOSPITALIZED CHILDREN, and it revealed that during the practical training, the student often felt uncomfortable while assisting the hospitalized children in the presence of family members. This is due to lack of experience and appropriate technical and communication skills to deal with family members, as they feel dissatisfied with the care provided and believe that trainees are apprentices who will cause suffering in children, especially while performing peripheral venous puncture. As a result of lack of preparation on how to deal with the child’s family, the student gets to the point of even believing that the interacting with the family is not part of nursing practice and that for him/her hospital training aims only to teach him/her how to perform technical procedures. However, the student considers the family a helpful tool and a source of security to the child. This prompts him/her to try to establish a positive interaction with family members, through dialogue, reassuring them, explaining the procedures and trying to show he/she feels secure while conducting them, besides showing interest in the children and their daily lives. Students feel gratified when they get the recognition of the family for the care provided, which certifies they are capable of dealing with the child. Knowing this experience, which is expressed in the themes of the study, leads to understanding the need to include the theme of family care in the curriculum of Technical Nursing Courses. It also contributes to reflect on the positive changes that this knowledge can bring to these students, and it works as a motivation factor for further studies as well, since this subject is scarcely addressed.
Vocational Training;Technical Nursing Courses;Family;Humanization;Pediatric Nursing.
1
129
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
FUNDAMENTOS, MÉTODOS, PROCESSOS E TECNOLOGIAS EM ENFERMAGEM E SAÚDE (FUMPTES)
O LUDICO COMO INSTRUMENTO TERAPEUTICO E DE EDUCACAO EM SAUDE

Banca Examinadora

REGINA ISSUZU HIROOKA DE BORBA
Não
Nome Categoria
CONCEICAO VIEIRA DA SILVA OHARA Docente
VERA LUCIA ALVES DOS SANTOS Participante Externo
TANIA MARIA COELHO LEITE Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Outros
Outros
Não