Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE
Geografia (40014010005P6)
EXTRATIVISMO DO PINHÃO E O SABER AMBIENTAL EM COMUNIDADES RURAIS: ESTUDO DE CASO DA COMUNIDADE MONTE ALVÃO - GUARAPUAVA - PR
DANIELA APARECIDA HORT
DISSERTAÇÃO
12/03/2015

Na presente pesquisa intitulada “Extrativismo do pinhão e o saber ambiental em comunidades rurais: estudo de caso da comunidade Monte Alvão - Guarapuava - PR”, objetivamos compreender como ocorre à relação das comunidades rurais com o ambiente de floresta, particularmente, em relação à atividade extrativa do pinhão, também buscamos verificar como as comunidades rurais, por meio dos seus conhecimentos tradicionais, integram seu saber ambiental em processos sustentáveis e, quais os conflitos socioambientais decorrentes da prática do extrativismo do pinhão no contexto da sua cadeia produtiva. A mercantilização do pinhão, semente da Araucária (araucaria angustifólia) é algo recente, mas o aumento da demanda tem potencializado o surgimento de vários problemas ambientais, isso porque, com a valorização da semente, diferentes interesses e conflitos eclodiram. Entre as consequências está à diminuição da produção de pinha e, consequentemente, da própria Araucária. O extrativismo, porém, é uma prática importante para as comunidades instaladas em ambiente de floresta. Ele envolve um conjunto de saber-fazer intrínsecos à relação ambiente e cultura nas Florestas com Araucária. Para entender estes processos, estabelecemos como recorte espacial de estudo, a comunidade Monte Alvão, localizada na área rural do distrito do Guará, no município de Guarapuava-PR. Este recorte é importante neste trabalho, pois além de integrar a cadeia produtiva da região, a comunidade está situada na Área de Preservação Ambiental da Serra da Esperança, uma das poucas áreas de remanescentes florestais no Paraná. Optamos pela pesquisa qualitativa, e, como instrumentos de coleta de dados, escolhemos a aplicação de questionários, entrevistas e a produção de mapas temáticos da área. Os conceitos que contribuíram na interpretação dos dados empíricos foram: Ambiente, Território, Saber Ambiental e Conflitos Socioambientais. Como resultado, verificamos que, embora, o pinhão não seja o produto principal do extrativismo na comunidade, a mesma representa um importante componente na renda familiar. As famílias possuem uma relação intrínseca com a floresta, aos quais lhes permitem produzir um saber ambiental específica, que garante o manejo da floresta de forma sustentável. Porém, os diferentes interesses, internos e externos a comunidade, sobre a semente, tem provocado conflitos socioambientais na área, com destaque para o comprometimento da qualidade das pinhas e a redução dos pinheiros, enquanto a presença das famílias é fundamental para a própria preservação da floresta, tanto pelo manejo que realizam, quanto por cuidarem do território, denunciando e tomando medidas contra as práticas clandestinas.

Araucária (araucaria angustifólia); Extrativismo do pinhão; Práticas tradicionais; Saber ambiental.
In the following research entitled “Extractive of the pinhão and the environmental knowledge in rural communities: case study of Monte Alvão community, located in the city of Guarapuava, state of Paraná”, we aim to understand how the relation of the rural communities located inside the forest environment occurs, mainly, the extracting activity of pinhão. We also aim to verify how the rural communities integrate their environmental knowledge in sustainable processes using their traditional knowledge, and which are the social-environmental conflicts due to the extraction of pinhão in the context of its productive chain. The commerce of the pinhão, seed of Araucária (araucaria angustifólia), is recent, but the increasing on the demand has brought several environmental problems, because of the appreciation of this seed, various interests and conflicts emerged. Among all the consequences, is the decrease of pines production, and of the Araucária itself. The extractive, although, is an important practice for the communities that reside in the forest environment. It envolves a set of intrinsic know-how in the environment and culture of forests that contain Araucária. To understand these processes, we have estabilished the community of Monte Alvão, located in the rural area of the district of Guará, in the city of Guarapuava, as a side view for the study. This side view is important in this paper, because, further on integrating the productive chain of this region, the community is located in the Area of Environmental Preservation of the Serra da Esperança, one of the few remaining forests area in Paraná. We chose the qualitative research and, as data collecting instruments, the application of questionnaires, interviews and the production of themed maps of the area. The concepts that contributed to the interpretation of empirical data were: Environment, Territory, Environmental Knowledge and Social-Environmental Conflicts. As result, we could verify that, whilst pinhão is not the main product of extractive in the community, it represents an important amount in the household income. The families have an intrinsic relationship with the forest, that allows them to develop a specific environmental knowledge, that assure the handling of the forest in a sustainable way. However, the various interests, internal and external to the community, about the seed, have brought social-environmental conflicts in the area, featuring the commitment of pine quality and the pine trees, while the presence of the families is fundamental for the preservation of the forest itself, by the management made by them and also because they take care of the territory, denouncing and acting against the forbidden practices.
Araucária (araucaria angustifólia); Extractive of pinhão; Traditional practives; environmental knowledge.
1
134
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DINÂMICA DA PAISAGEM E DOS ESPAÇOS RURAIS E URBANOS
DINÂMICA DOS ESPAÇOS RURAIS E URBANOS
-

Banca Examinadora

MARQUIANA DE FREITAS VILAS BOAS GOMES
Não
Nome Categoria
CECILIA HAURESKO Participante Externo
LEONEL BRIZOLLA MONASTIRSKY Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO ARAUCARIA - Bolsa de mestrado e doutorado 12

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim