Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
COMUNICAÇÃO (25001019054P3)
“Perigo! Área sujeita a ataque”: a cidade do Recife no cinema contemporâneo
FELLIPE LUIS DE MELO FERNANDES
DISSERTAÇÃO
30/04/2015

Definimos o conceito de espaço, a partir dos escritos de Henri Lefebvre (2006) e David Harvey (1992), e o conceito de experiência, a partir de Walter Benjamin (1994) e John Dewey (2010), para então encararmos o cinema como uma arte espacial, como apontam os estudos de Giuliana Bruno (2002) e Jacques Aumont (2004), procurando investigar suas relações com a cidade e a paisagem a partir das experiências de espaço que esta arte propõe. No percurso que estabelecemos, debatemos os laços que ligam o cinema e a cidade à experiência da modernidade. Nesse sentido, discutimos a importância do flâneur, analisado por Benjamin, e o conceito de deriva, sustentado por Leo Charney (1998), para a experiência urbana. Em seguida, investigamos a construção das paisagens cinematográficas no cinema contemporâneo, a partir da proposta de autonomia narrativa do espaço elaborada por Martin Lefebvre(2006). Com isso, abrimos caminho para debatermos a crise urbana estudada Harvey (2014), tema recorrente do cinema feito em Pernambuco. Como resultado desse itinerário, procuramos compreender a experiência urbana do Recife que o cinema contemporâneo nos oferece. Associados com outras obras cinematográficas, essencialmente quatro longas-metragens contemporâneos ambientados em Recife sustentam nossa análise: O som ao redor (Kleber Mendonça Filho, 2012), Febre do rato (Cláudio Assis, 2011), Avenida Brasília Formosa (Gabriel Mascaro, 2010) e Amigos de risco (Daniel Bandeira, 2007).

comunicação, cinema, espaço, paisagem, cidade, Recife
We define the concept of space, after the studies of Henri Lefebvre (2006) and David Harvey (1992), and the concept of experience, after the researches of Walter Benjamin (1994) and John Dewey (2010), so we can consider cinema as an art of space, as in Giuliana Bruno (2002) and Jacques Aumont (2004), in order to investigate its possible relations with city and landscape. Consequently, we examine the strengths that connect cinema and city to the experience of modernity. In this sense, we debate the importance of flâneur, analyzed by Benjamin, and the idea of drift, as proposed for Leo Charney (1998), for the urban experience. After that, we investigate the construction of landscape in contemporary cinema, thinking about the idea of the autonomy of narrative space, as Martin Lefebvre (2006) attests. With that investigation, we arrive in the discussion about an urban crisis, that is studied by Harvey (2014) and a recurrent subject of movies made in Pernambuco. Finally, as a result of those efforts, we research the urban experience of Recife provided by contemporary cinema. Put in perspective with other movies, essentially four contemporary feature films setting in Recife support our work: O som ao redor (Kleber Mendonça Filho, 2012), Febre do rato (Cláudio Assis, 2011), Avenida Brasília Formosa (Gabriel Mascaro, 2010) e Amigos de risco (Daniel Bandeira, 2007).
communication, cinema, space, landscape, cityscape, city, Recife
01
122
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

COMUNICAÇÃO
ESTÉTICA E CULTURAS DA IMAGEM E DO SOM
ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO, CIRCULAÇÃO E CONSUMO DO CINEMA DE GÊNERO NO BRASIL

Banca Examinadora

RODRIGO OCTAVIO D AZEVEDO CARREIRO
Sim
Nome Categoria
ANGELA FREIRE PRYSTHON Docente
ALEXANDRE FIGUEIROA FERREIRA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO DE AMPARO A CIENCIA E TECNOLOGIA - FACEPE - Bolsas de pós-graduação 24

Vínculo

-
-
-
Sim