Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO
CIÊNCIA ANIMAL (31033016008P7)
Eficácia de flavonoides sintéticos comparados à morfina na analgesia da dor neuropática induzida em ratos
ALEXANDRA DE FARIA DO AMARAL
TESE
11/03/2015

Atualmente há várias classificações didáticas no que diz respeito à dor, visando facilitar sua e tratamento. A dor neuropática crônica é uma doença comum na prática clínica, e prejudica a qualidade de vida dos pacientes. Este trabalho visou desenvolver no Laboratório de Fisiologia e Farmacologia Experimental dois modelos experimentais de dor neuropática: lesão do nervo espinhal e injúria de constrição crônica. Além disso, procurou determinar a eficácia de um flavonoide sintético fornecido pelo departamento de química da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - LCQUI - no controle da dor neuropática induzida em ratos wistar. Foram avaliadas pressão arterial e o traçado do eletrocardiograma dos animais que receberam a amostra. Na segunda fase do trabalho, foram realizados dois modelos experimentais para dor neuropática: Modelo de Injúria de Constricção Crônica (ICC) e Modelo de Lesão do Nervo Espinhal (LNE). Após a realização dos modelos os animais permaneceram em ambiente controlado durante sete dias a fim de que se estabelecesse a dor neuropática. Posteriormente foi administrada amostra via intraperitonial a cada 24 horas, durante 7 dias. O grupo controle recebeu administração de morfina, na mesma dose, considerada padrão ouro no controle da dor. Os animais foram avaliados para dor através do método Von Frey em três momentos. Antes de serem operados, sete dias após a cirurgia, quando já estava estabelecida a dor neuropática e sete dias após a administração da amostra e da morfina. Após os resultados estatísticos, concluimos eficiência dos modelos experimentais para o controle da dor e selecionamos a dose de 10 mg.kg-1 da amostra para os experimentos de controle da dor. A amostra de flavonoide cedida demonstrou-se eficaz no controle da dor neuropática desenvolvida a partir de modelos experimentais, sendo mais eficiente no modelo de Injúria de Constrição Crônica, que no modelo de Lesão do Nervo Espinhal. Desta forma, concluimos que a amostra analisada pode ser um caminho para o desenvolvimento de novo analgésico, sobretudo no controle da dor neuropática, necessitando para isto de novos estudos.

modelo experimental, opioide, plantas, nervo
Currently there are several classifications teaching with regard to pain, and to facilitate their handling. Chronic neuropathic pain is a common disease in clinical practice, and affects the quality of life of patients. This work aimed to develop in Experimental Physiology and Pharmacology Laboratory two experimental models of neuropathic pain: injury to the spinal nerve injury and chronic constriction. In addition, examined the effectiveness of a synthetic flavonoid provided by the chemical Northern State University Fluminense Darcy Ribeiro department - LCQUI - in control of neuropathic pain induced in Wistar rats. We evaluated blood pressure and animal electrocardiogram tracing receiving the sample. In the second phase of work, there were two experimental models of neuropathic pain: Injury Model of Chronic Constriction (ICC) and Injury Model Spinal Nerve (LNE). After completion of the models the animals remained in a controlled environment for seven days in order to be established neuropathic pain. Subsequently the sample was administered intraperitoneally every 24 hours for 7 days. The control group received morphine at the same dose, considered the gold standard in pain control. The animals were evaluated for pain by Von Frey method in three stages. Before being operated seven days after surgery, when it was already established neuropathic pain and seven days after administration of the sample and morphine. After the statistical results, we conclude efficiency of experimental models for pain control and selected the dose of 10 mg.kg-1 sample for pain control experiments. The sample courtesy flavonoid been shown effective in controlling neuropathic pain developed from experimental models, being more efficient in Constriction Injury model Chronicle that the Injury Spinal Nerve model. Thus, we conclude that the analyzed sample can be a way for the development of new analgesic, especially in controlling neuropathic pain, need for this new studies.
experimental model, opioid, plants, nerve
1
75
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SANIDADE ANIMAL
ENSAIOS FARMACOLÓGICOS, AFECÇÕES CLÍNICAS E CIRÚRGICAS DOS ANIMAIS.
CATETERISMO POSTERIOR DO PLEXO BRAQUIAL: AVALIAÇÃO DO CONTROLE DA DOR, EFICÁCIA ANESTÉSICA E ESTUDO RADIOLÓGICO

Banca Examinadora

FERNANDA ANTUNES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LUKIYA SILVA CAMPOS FAVARATO Participante Externo
EDMUNDO JORGE ABILIO Participante Externo
ANA BARBARA FREITAS RODRIGUES GODINHO Docente - COLABORADOR

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO - BOLSA UENF/FAPERJ DESCENTRALIZADO 36
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 36

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Não